Silvio Lancellotti Também o Bayern e a Juventus mantêm 100% de aproveitamento

Também o Bayern e a Juventus mantêm 100% de aproveitamento

No encerramento da terceira jornada da etapa de chaves da Champions League, os "Bávaros" e a "Senhora" ganharam do Benfica e do Zenit. E o United virou seu jogo contra a Atalanta.

Parte do time do Bayern cumprimenta a sua torcida que foi até Lisboa

Parte do time do Bayern cumprimenta a sua torcida que foi até Lisboa

@ChampionsLeague

Terminou com quatro clubes impecáveis, todos os nove pontos dentre nove disponíveis, a performance perfeita, ou 100% de aproveitamento, a terceira rodada da etapa de chaves, ou metade da competição, da Champions League da Europa, temporada de 2021/2022. No dia 19, a terça-feira, o Ajax da Holanda, 4 X 0, havia superado em casa, Amsterdam, o Borussia Dortmund da Alemanha. E em visita à capital da Espanha, 3 X 2, o Liverpool da Inglaterra tinha batido o Atlético de Madrid. Nesta quarta, por 4 X 0, o Bayern da Alemanha venceu o Benfica de Lisboa, em Portugal. E por 1 X 0 a Juventus da Itália, em visita à Rússia, ganhou do Zenit de São Petersburgo. As fichas de todos os jogos de ambas as datas:


GRUPO E
Bayern (Alemanha) – 9pg
Benfica (Portugal) – 4pg
Barcelona (Espanha) – 3pg
Dinamo Kiev (Ucrânia) – 1pg

 

Barcelona, a comemoração do gol solitário de Piquè

Barcelona, a comemoração do gol solitário de Piquè

@ChampionsLeague

BARCELONA 1 X 0 DYNAMO KIEV
Barcelona, Camp Nou, 99.354 lugares
Público: 45.968
Árbitro: Clément Turpin (França)

Gol: Piqué

Não teve as dimensões com que a torcida sonhava a tão necessária reabilitação do Barça nesta ChL. A esquadra “Blaugrana” padeceu bastante com os contra-ataques em velocidade dos ucranianos até que, aos 36’, distraída a sua retaguarda, Gerard Piqué se infiltrou pela direita e, às costas dos zagueiros, fulminou cruzado, 1 X 0. OK, três pontos. Penosamente, porém. E apenas porque o time de Kiev é absolutamente incapaz de marcar um só gol.

Lewandowski, custou porém realizou o seu tento, no finalzinho do combate

Lewandowski, custou porém realizou o seu tento, no finalzinho do combate

@ChampionsLeague

BENFICA 0 X 4 BAYERN
Lisboa, Estádio da Luz, 64.642 lugares
Público: 55.201
Árbitro: Ovidiu Hategan (Romênia)

Gols: Sané/2, Everton/con, Lewandowski

Os “Bávaros” padeceram até se passarem quase três quartos do tempo regulamentar e então, em apenas vinte minutos, pespegaram uma goleada impiedosa nos “Encarnados”. O ótimo Gnabry se incumbiu de comandar as ações, Sané se encarregou de completar os lances, num dos casos com o triste auxílio de Everton, ex-Grêmio. Lewandowski apenas apareceu com o jogo definido, aos 82, no fecho de uma tabela, claro, de Gnabry e Sané.

Jogos já realizados:
BARCELONA 0 X 3 BAYERN
DYNAMO KIEV 0 X 0 BENFICA
BENFICA 3 X 0 BARCELONA
BAYERN 5 X 0 DYNAMO KIEV

Próximos jogos, dia 2 de Novembro:
BAYERN X BENFICA
DYNAMO KIEV X BARCELONA


GRUPO F
Manchester United (Inglaterra) – 6pg
Villarreal (Espanha) – 4pg
Atalanta (Itália) – 4pg
Young Boys (Suíça) – 3pg

 

Cristiano Ronaldo, custou porém realizou o gol da vitória, no finalzinho do combate

Cristiano Ronaldo, custou porém realizou o gol da vitória, no finalzinho do combate

@ChampionsLeague

MANCHESTER UNITED 3 X 2 ATALANTA
Manchester, Old Trafford, 74.140
Público: 72.279
Árbitro: Szymon Marciniak (Polônia)

Gols: Pasilic, Demiral X Rashford, Maguire, Cristiano Ronaldo

Diante de um CR7 num dos seus piores dias, mais mau-humor do que bola, a Atalanta de Gian Piero Gasperini quase ministrou uma aula singela ao Manchester United de Ole Gunnar Solskjaer. Fez 1 X 0 aos 15’, numa jogada muito bem trabalhada que envolveu Muriel, Ilicic, Zappacosta e o arremate de Pasilic. E duplicou aos 29, num escanteio que Koopmeiners cobrou e Demiral, que pulou mais alto do que cinco, cinco adversários de vermelho, cabeceou às redes do imóvel De Gea. O problema: a “Deusa” se acomoda depois do placar traiçoeiro de 2 X 0. Na Bota, já cedeu meia-dúzia de reviravoltas grotescas.

O CR7 e Maguire, na vibração pelo tento da virada

O CR7 e Maguire, na vibração pelo tento da virada

@ChampionsLeague

O risco da repetição do drama aconteceu aos 53’, quando Rashford escapuliu através do flanco direito e finalizou, rasteiro. E o capitão Freuler seria o responsável basilar pelo tento do empate, aos 75’. Gastou segundos sagrados a reclamar, e do quê não se sabe, do mediador Marciniak. Daí queimou mais algum tempo a parlapatar com a sua bequeira. E quando uma bola cruzada caiu aos seus pés, sumariamente deu o passe equivocado para o tiro raso de Maguire, 2 X 2. Enfim, aos 81’, o United conquistaria os 3 X 2, cruzamento de Luke Shaw e a testada impositiva do CR7, que pulou muito mais do que Demiral. Castigo, mais um castigaço para a Atalanta, o enésimo de uma equipe especialista em se fingir de vencedora e então, de forma patética, entregar os três pontos ao clube adversário.

O momento do gol de cabeça de Gerard Moreno

O momento do gol de cabeça de Gerard Moreno

@ChampionsLeague

YOUNG BOYS 1 X 4 VILLARREAL
Berna, Stadion Wankdorf, 32.000 lugares
Público: 27.398
Árbitro: Sergei Karasev (Rússia)

Gols: Elia X Pino, Gerard Moreno, Alberto Moreno, Chuwwuedze

Uma exibição monárquica dos ibéricos em plena Suíça republicana. Em pouco mais de quinze minutos já tinham 2 X 0 no placar, Pino e Gerard Moreno, ambos de cabeça, contra uma defesa inacreditavelmente lenta e inapetente. Elia ainda diminuiu aos 71. Porém, o vigor do Villarreal se mostrou inesgotável e mais dois tentos surgiram, com o outro Moreno do clube, Alberto, e com Chukwueze. Parece emboladíssimo, mesmo, este Grupo F.

Jogos já realizados:
YOUNG BOYS 2 X 1 MANCHESTER UNITED
VILLARREAL 2 X 2 ATALANTA
ATALANTA 1 X 0 YOUNG BOYS
MANCHESTER UNITED 2 X 1 VILLARREAL

Próximos jogos, dia 2 de Novembro:
ATALANTA X MANCHESTER UNITED
VILLARREAL X YOUNG BOYS


GRUPO G
RB Salzburg (Áustria) – 7pg
Sevilla (Espanha) – 3pg
Lille (França) – 2pg
Wolfsburg (Alemanha) – 2pg

 

Muitas bolas para Lille X Sevilla, e nenhuma chegou às redes

Muitas bolas para Lille X Sevilla, e nenhuma chegou às redes

@ChampionsLeague

LILLE 0 X 0 SEVILLA
Villeneuve-d’Ascq, Stade Pierre-Mauroy, 50.186 lugares
Público: 34.362
Árbitro: Michael Oliver (Inglaterra)

Um placar nulo, obviamente, dispensa comentários.

Adeyemi, do Salzburg

Adeyemi, do Salzburg

@ChampionsLeague

RB SALZBURG 3 X 1 WOLFSBURG
Salzburgo, Stadion Wals-Siezenheim, 31.895 lugares
Público: 29.520
Árbitro: Daniele Orsato (Itália)

Gols: Adeyemi, Okafor/2 X Nmecha

Líder temporário do Grupo G, o time da Terra das Valsas não esperava tanta resistência numa partida em que seria fundamental uma vitória. Abriu 1 X 0 com Adeyemi logo aos 3’. Sofreu a igualdade, porém, aos 15, Nmecha, numa barbeiragem do seu arqueiro Phillip Koehn, que aceitou o tento quase olímpico do visitante. Mas, depois de muito pelejar, em doze minutos, aos 65 e aos 77, o suíço-nigeriano Noah Okafor solucionou o impasse.

Jogos já realizados:
SEVILLA 1 X 1 RB SALZBURG
LILLE 0 X 0 WOLFSBURG
RB SALZBURG 2 X 1 LILLE
WOLFSBURG 1 X 1 SEVILLA

Próximos jogos, dia 2 de Novembro:
SEVILLA X LILLE
WOLFSBURG X RB SALZBURG


GRUPO H
Juventus (Itália) – 9pg
Chelsea (Inglaterra) – 6pg
Zenit (Rússia) – 3pg
Malmoe (Suécia) – 0pg

 

Juventus, o abraço de Chiesa e De Sciglio em Kulusewski

Juventus, o abraço de Chiesa e De Sciglio em Kulusewski

@JuventusFC

ZENIT 0 X 1 JUVENTUS
São Peterburgo, Krestovsky Stadium, 64.468 lugares
Público: 18.717
Árbitro: Sandro Schaerer (Suíça)

Gol: Kulusewski

Predomínio técnico, tático e territorial da “Senhora” em visita à linda cidade do Mar Báltico. Faltou a “rete” que configuraria em números a sua potência. Bem, faltou até os 86’, quando a Juve já havia desperdiçado uma barca de chances de ao menos perpetrar 1 X 0 e manter os seus 100% de aproveitamento. Ocorreu inclusive por causa da exaustão do time do Zenit. De Sciglio, elogiadíssimo por suas recentes atuações como lateral no lugar de Danilo ou Alex Sandro, levantou a pelota precisamente nos cabelos de Kulusewski, que necessitou desmanchar o seu penteado escovinha para desviar no cantinho de Kritsyuk. 

Jorginho, do Chelsea

Jorginho, do Chelsea

@ChampionsLeague

CHELSEA 4 X 0 MALMOE
Londres, Stamford Bridge, 41.837 lugares
Público: 39.095
Árbitro: François Letexier (França)

Gols: Christensen, Jorginho/2/2pen, Havertz

Indubitável a superioridade britânica, principalmente em seus domínios. Atuação preciosa do maestro Jorginho, o “Craque da Europa” na temporada de 2020/2021, capaz se reger o lance do gol de Christensen e de realizar o seu, de penal, os três pontos dos londrinos determinados ainda no primeiro tempo e consolidados aos 48 na arrancada de Hudson-Odoi que culminou num arremate de Havertz. O “brasiliano” Jorginho ainda dobraria o seu tesouro, outra vez num penal, aos 57’. Praticamente definido o Grupo H com a Juventus e o Chelsea sem adversários. Decisão do título em Turim. E a Juve jogará pelo empate.

Jogos já realizados:
CHELSEA 1 X 0 ZENIT
MALMOE 0 X 3 JUVENTUS
ZENIT 4 X 0 MALMOE
JUVENTUS 1 X 0 CHELSEA

Próximos jogos, dia 2 de Novembro:
MALMOE X CHELSEA
JUVENTUS X ZENIT


GRUPO A
Brugge (Bélgica)
Manchester City (Inglaterra)
PSG (França)
RB Leipzig (Alemanha)

A tabela do Grupo A

A tabela do Grupo A

@ChampionsLeague

Jogos do dia 19 de Outubro:
CLUBE BRUGGE 1 X 5 MANCHESTER CITY
Bruges, Jan Breydel Stadium, 29.062 lugares
Público: 24.915
Árbitro: István Kovács (Romênia)

Gols: Vanaken X João Cancelo, Mahrez/2/1pen, Walter, Palmer
PSG 3 X 2 RB LEIPZIG
Paris, Parc des Princes, 47.929 lugares
Público: 47.359
Árbitro: Marco Guida (Itália)

Gols: Mbappé, Messi2/1pen X André Silva, Mukiele

Jogos anteriores:
MANCHESTER CITY 6 X 3 RB LEIPZIG
CLUB BRUGGE 1 X 1 PSG
RB LEIPZIG 1 X 2 CLUB BRUGGE
PSG 2 X 0 MANCHESTER CITY

Próximos jogos, dia 3 de Novembro:
RB LEIPZIG X PSG
MANCHESTER CITY X CLUB BRUGGE

GRUPO B
Atlético de Madrid (Espanha)
Liverpool (Inglaterra)
Milan (Itália)
Porto (Portugal)

A tabela do Grupo B

A tabela do Grupo B

@ChampionsLeague

JJogos do dia 19 de Outubro:

ATLÉTICO DE MADRID 2 X 3 LIVERPOOL
Madrid, Metropolitano Stadium, 68.456 lugares
Público: 60.725
Árbitro: Daniel Siebert (Alemanha)

Gols: Griezmann/2 X Salah2/1pen, Keita
PORTO 1 X 0 MILAN
Estádio do Dragão, 50.035 lugares
Público: 32.130
Árbitro: Felix Brych (Alemanha)

Gol: Luís Díaz

Próximos jogos, dia 3 de Novembro:
MILAN X PORTO
LIVERPOOL X ATLÉTICO DE MADRID

GRUPO C
Ajax (Neerlândia)
Besiktas (Turquia)
Borussia Dortmund (Alemanha)
Sporting Lisboa (Portugal)

A tabela do Grupo C

A tabela do Grupo C

@ChampionsLeague

Jogos do dia 19 de Outubro:
BESIKTAS 1 X 4 SPORTING
Istambul, Vodafone Park, 42.950 lugares
Público: 22.936
Árbitro: Slavko Vincic (Eslovênia)

Gols: Larin X Coates/2, Sarabia/pen, Paulinho

AJAX 4 X 0 BORUSSIA DORTMUND
Amsterdam, Johan Cruyff Arena, 55.500 lugares
Público: 54.029
Árbitro: Jesús Gil Manzano (Espanha)

Gols: Reus/con, Blind, Anthony, Haller

Jogos anteriores:
BESIKTAS 1 X 2 BORUSSIA DORTMUND
SPORTING 1 X 5 AJAX
AJAX 2 X 0 BESIKTAS
BORUSSIA DORTMUND 1 X 0 SPORTING

Próximos jogos, dia 3 de Novembro:
BORUSSIA DORTMUND X AJAX
SPORTING X BESIKTAS

GRUPO D
Sheriff (Moldávia) – 6pg
Real Madrid (Espanha) – 6pg
Internazionale (Itália) – 4pg
Shakhtar Donetsk (Ucrânia) – 1pg

A tabela do Grupo D

A tabela do Grupo D

@ChampionsLeague

Jogos do dia 19 de Outubro:
SHAKHTAR DONETSK 0 X 5 REAL MADRID
Kiev, NSC Olimpiyskiy, 70.050 lugares
Público: 34.037
Árbitro: Srdan Jovanovic (Sérvia
)
Gols: Kryvtsov/con, Vinícius Júnior/2, Rodrygo, Benzema.
INTERNAZIONALE 3 X 1 SHERIFF
Milão, Giuseppe Meazza, 75.923 lugares
Público: 43.305
Árbitro: Danny Makkelie (Neerlândia)

Gols: Dzeko, Vidal, De Vrij X Thill

Jogos anteriores:
SHERIFF 2 X 0 SHAKHTAR DONETSK
INTERNAZIONALE 0 X 1 REAL MADRID
SHAKHTAR DONETSK 0 X 0 INTERNAZIONALE
REAL MADRID 1 X 2 SHERIFF

Próximos jogos, dia 3 de Novembro:
REAL MADRID X SHAKHTAR DONETSK
SHERIFF X INTERNAZIONALE


Criada em 1955 pela Uefa, a entidade que administra o futebol no Velho Continente, a Champions então levava outra nomenclatura, Copa dos Campeões, e somente abrigava ganhadores dos campeonatos nacionais. Para os efeitos enciclopédicos, esta é a sua edição de número 67. Em 1993, porém, a Uefa a reformulou. De acordo com um ranking razoavelmente complicado, que considera os cotejos dos interclubes da Europa nas cinco temporadas anteriores, passou a admitir também outros times e a denominou Liga dos Campeões, ou Champions, ou ChL, agora já no seu 30º aniversário.

Rodrygo e Vinícius Júnior, os dois goleadores brasileiros do Real Madrid

Rodrygo e Vinícius Júnior, os dois goleadores brasileiros do Real Madrid

@ChampionsLeague

Esta edição principiou com 80 agremiações, advindas de 54 das 55 afiliadas da Uefa. A única exceção, Liechtenstein, de sete clubes que participam dos campeonatos da Suíça. Desde o seu começo, no dia 22 de junho, aliás, esta foi uma competição absurda. Por exemplo, preservou 26 times de ranking superior e depositou os restantes 54 num moedor de eliminatórias de modo que sobrevivessem apenas seis. Nas eliminatórias, houve 93 duelos em que se registraram 245 tentos, a média de 2,63. Até aqui, nas chaves, em 48 duelos se registraram 145 gols, a média de 3,02. No global acumulado, em 141 combates, 390 tentos, média de 2,77. Público desta fase, até aqui: 1.542.839 espectadores, média de 32.142. Decisão em 25/5/2022,  um sábado, no Krestovsky de São Petersburgo, Rússia.


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Últimas