Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti - Blogs
Publicidade

De volta o Calcio, e o Milan e a Inter lideram a classificação de 2022/23

Campeão de 2021/22, dentro de sua casa o "Diavolo" se atrapalhou mas, no fim das contas, bateu a Udinese por 4 X 2. Em visita ao Lecce, de novo na Série A, a "Biscione" só ganhou no finzinho, 2 X 1.

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

Milan, 4 X 2 na Udinese
Milan, 4 X 2 na Udinese Milan, 4 X 2 na Udinese

Começou neste sábado, 13 de Agosto de 2022, e deve se estender até um domingo, 4 de Junho de 2023, a edição de número 121 do Campeonato Italiano de Futebol, a 91ª desde que o certame adotou o sistema de pontos corridos em turno e returno, e a 13ª desde que a Lega Serie A, dos 20 clubes da primeira divisão do Calcio, tirou da FIGC, a federação da Bota, a incumbência de organizá-lo. Depois de onze anos, do título de 2010/2011, o Milan conquistou o “scudetto” da temporada de 2021/22, o 19º da sua história inaugurada em 1899. A Inter, sua rival de cidade, também tem 19. A Juventus de Turim soma 36.

O "Diavolo", campeão de 2021/22
O "Diavolo", campeão de 2021/22 O "Diavolo", campeão de 2021/22

Na “stagione” anterior, desabaram à Série B o Cagliari, a Sampdoria de Genova e o Venezia. Subiram da segunda divisão o Lecce, seu campeão, a Cremonese de Cremona e o Monza. O Lecce, ou o time dos “Lobos”, não atuava na A desde 2020. A Cremonese, a equipe dos “Violinos”, desde 1996. O Monza, dos “Biancorossi”, os alvi-rubros, pertence ao ex-premier e ex-Milan Silvio Berlusconi, que o comprou em 2018 e enfim o levou à inédita promoção. Eis as fichas e as sínteses dos cotejos da primeira rodada, os duelos deste sábado, dia 13.

Ante Rebic, dois dos quatro gols do Milan
Ante Rebic, dois dos quatro gols do Milan Ante Rebic, dois dos quatro gols do Milan

MILAN 4 X 2 UDINESE

Milão, Stadio di San Siro

Publicidade

Árbitro: Livio Marinelli

Gols: Theo Hernández/pen, Rebic/2, Brahim Díaz X Becão, Masina

Publicidade

Sem o ainda indisponível Ibrahimovic, com o artilheiro Giroud e o recém-contratado De Ketelaere no banco, o “Diavolo” de Stefano Pioli se assustou logo aos 2’ quando Deulofeu levantou um escanteio e Rodrigo Becão, esperto, se infiltrou na área pequena e tocou ao lado do atônito arqueiro Maignan. O Milan, contudo, se recuperaria, aos 11’, um penal estranhíssimo de Soppy em Calabria, que o mediador Marinelli só apontou por sugestão do VAR. Theo Hernández converteu com tranqüilidade, 1 X 1 para o alívio do San Siro quase repleto, 32.000 ingressos comprados por assinatura, carnês que valem pelo certame todo.

O estranho penal de Soopy em Calabria
O estranho penal de Soopy em Calabria O estranho penal de Soopy em Calabria

O “campione in carica” então reagiu e revirou o placar aos 15’, investida de Calabria e arremate de Ante Rebic, numa jornada promissora. Só que, numa tolice grotesca da defesa do hospedeiro, nos acréscimos da etapa inicial a pelota sobraria para Masina igualar, 2 X 2.

Publicidade

Caberia ao “Diavolo”, com a ajuda da retaguarda da Udinese, se re-empenhar no comecinho do segundo tempo. Cruzamento de Hernández, confusão patética entre Masina e Nehuén Pérez, a sobra para Brahím Díaz, 3 X 2 aos 46’. Domínio integral do Milan, chances desperdiçadas, e enfim, aos 66’, Díaz surrupiaria a bola de Pereira e serviria Rebic, 4 X 2.

Incrível: em todo o certame de 2021/22 o croata anotara três tentos em 29 pelejas. Pena: o treinador Pioli não lhe permitiu igualar, num jogo, a marca de toda a “stagione”. Imediatamente depois o substituiu por Giroud. O Milan entra com força e com sorte na corrida pelo “scudetto” de número 20 e a segunda estrela nos seus fardamentos.

O gol de Lukaku, Lecce 0 X 1 Inter
O gol de Lukaku, Lecce 0 X 1 Inter O gol de Lukaku, Lecce 0 X 1 Inter

LECCE 1 X 2 INTER

Lecce, Stadio Via Del Mare

Árbitro: Alessandro Prontera

Gols: Ceesay X Lukaku, Dumphries

De retorno à sua “Biscione”, a serpente mitológica da Lombardia, o belga-congolês Romelu Lukaku celebrou voluptuosamente o reencontro com a agremiação do seu coração. Antes mesmo dos 2’ de partida, Dimarco alçou a pelota no flanco esquerdo, Darmian desviou e ele testou, fulminantemente, secamente, sem qualquer chance para o arqueiro Falcone.

Lautaro, Dzeko e Dumphries, a vibração pelos 2 X 1
Lautaro, Dzeko e Dumphries, a vibração pelos 2 X 1 Lautaro, Dzeko e Dumphries, a vibração pelos 2 X 1

A Inter, porém, se acomodou na folga pífia e, apesar dos berros do seu treinador Simone Inzaghi, não conseguiu duplicar o resultado. Consequência: aos 48, num rápido contra-ataque, Di Francesco municiou o gâmbio Ceesay, que decretou a igualdade. Daí a peleja foi puro padecimento, com direito a bolas nas traves e a intervenções miraculosas de Falcone.

Aos 83’, de meta vazia, Lukaku mandou à estratosfera a possibilidade dos 2 X 1. Aos 85, Prontera ignorou o puxão claro de camisa de Baschirotto em Edin Dzeko. Ocorreria o castigaço, no entanto, aos 94, um corner batido por Barella, o desvio de Lautaro e a invasão de Dumphries, de barriga, na pequena área, sem chances para Falcone, Inter 2 X 1.

A Atalanta, um triunfo precioso em Gênova
A Atalanta, um triunfo precioso em Gênova A Atalanta, um triunfo precioso em Gênova

SAMPDORIA 0 X 2 ATALANTA

Gênova, Stadio Luigi Ferraris

Árbitro: Federico Dionisi

Gols: Tolói, Lookman

Começo terrível para a cidade de Gênova no “Nazionale” de 2022/23. Na temporada anterior, amargou a queda do Genoa, o time mais antigo da Bota. E a Sampdoria penou para se preservar na Série A, graças a pontinhos somados nas três últimas “giornate”. Foi ignorada pela “Deusa” do ofensivista treinador Gian Piero Gasperini.

MONZA 0 X 1 TORINO

Monza, Stadio U-Power

Árbitro: Maurizio Mariani

Gols: Miranchuk

Desastroso o começo de vida na Série A para o novo clube de Silvio Berlusconi & Adriano Galliani, que tantas glórias acumularam quando mandavam no Milan.

Domingo, dia 14 de Agosto

LAZIO X BOLOGNA

Roma, Stadio Olimpico

Árbitro: Luca Massimi

SALERNITANA X ROMA

Salerno, Stadio Arechi

Árbitro: Simone Sozza

FIORENTINA X CREMONESE

Florença, Stadio Artemio Franchi

Árbitro: Juan Luca Sacchi

SPEZIA X EMPOLI

La Spezia, Stadio Alberto Picco

Árbitro: Daniele Chiffi

Segunda-feira, dia 15 de Agosto

Juventus X Sassuolo, no fecho da rodada, segunda-feira, dia 15 de Agosto
Juventus X Sassuolo, no fecho da rodada, segunda-feira, dia 15 de Agosto Juventus X Sassuolo, no fecho da rodada, segunda-feira, dia 15 de Agosto

JUVENTUS X SASSUOLO

Turim, Allianz Stadium

Árbitro: Antonio Rapuano

VERONA X NAPOLI

Verona, Stadio Marcantonio Bentegodi

Árbitro: Michael Fabbri

Os prélios da segunda “giornata”:

Dia 20 de Agosto, sábado:

TORINO X LAZIO

UDINESE X SALERNITANA

INTER X SPEZIA

SASSUOLO X LECCE

Dia 21 de Agosto, domingo:

EMPOLI X FIORENTINA

NAPOLI X MONZA

ATALANTA X MILAN

BOLOGNA X VERONA

Dia 22 de Agosto, segunda-feira:

ROMA X CREMONESE

SAMPDORIA X JUVENTUS

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.