Silvio Lancellotti O talento de Vlahovic, de novo, salva a Juventus da mediocridade

O talento de Vlahovic, de novo, salva a Juventus da mediocridade

Um gol de cabeça, nos acréscimos, do DV7, evitou que a "Senhora" perdesse, em casa, para o Bologna livre-atirador. Também a Lazio necessitou de Ciro Immobile, em Roma, para se igualar ao Torino.

Vlahovic, em ação, novamente o salvador da sua Juventus

Vlahovic, em ação, novamente o salvador da sua Juventus

@Serie A Calcio

Ainda com ralíssimas esperanças de batalhar pelo título do “Nazionale” de 2021/2022, necessitada de conquistar ao menos 15 dos 18 pontos que lhe restavam e esperar que os três clubes à sua frente escorreguem bastante, a Juventus empacou diante do Bologna, neste sábado, dia 16 de Abril, e apenas subiu ao degrau dos 63 na tabela. Bem distante dos 71 do líder Milan. Longe dos 69 da vice Inter, que tem um prélio atrasado a recuperar. E não vale pensar que o Napoli, o quarto classificado nos 66, esteja suficientemente ao alcance. Agora na segunda, dia 18, o “Burro” da Terra da Pizza hospedará a Roma, nos 57, e poderá tranquilamente passar a 69. As sínteses e as fichas dos combates deste sábado:

Vlahovic, e a camisa nova da Juve, inspirada no brasileiro Eduardo Kobra

Vlahovic, e a camisa nova da Juve, inspirada no brasileiro Eduardo Kobra

@JuventusFC

JUVENTUS (4º/63/33) 1 X 1 BOLOGNA (13º/38/32)
Turim, Allianz Stadium
Árbitro: Juan Luca Sacchi
Gols: Vlahovic X Arnautovic

Nem os “tifosi” que preencheram o seu Allianz inteirinho, nem a presença efusivamente saudada do ex Del Piero, nem a camisa nova, polêmica, inspirada na arte que o brasileiro Eduardo Kobra pintou numa academia da Juve em São Paulo, ajudaram o elenco de Max Allegri a exibir um futebol minimamente decente nos primeiros 45’ do seu prélio diante do Bologna. Desfalcadíssima em seu meio-de-campo, tanto que o zagueirão Danilo entrou como volante, a “Senhora” não descobriu um rumo certo até a meta de Skorupski. Coube a Danilo, aliás, a melhor chance de tento, um petardo que resvalou no travessão.

Del Piero, um visitante ilustríssimo

Del Piero, um visitante ilustríssimo

@Serie A Calcio

Mesmo sem treinador no campo, pois Sinisa Mihajlovic se trata de uma recidiva de leucemia, coordenado pelo seu sub Miroslav Tanjga o Bologna equilibrou as ações e até assustou o arqueiro Szczesny em diversas ocasiões. Aliás, aos 52’, abriu o resultado numa enfiada deliciosa de Soriano para Arnautovic, livre, na cara do polonês, 1 X 0. Patética, apática a “Senhora”, e o “mister” Allegri incapaz de lhe injetar alguma animação. Apenas graças ao VAR a Juve ganhou a chance do empate, numa falta de último homem, Soumaro em Álvaro Morata aos 84. Para a “Senhora”, dentro da área. O VAR decidiu: fora.

A academia da Juve, em São Paulo, com a arte de Eduardo Kobra

A academia da Juve, em São Paulo, com a arte de Eduardo Kobra

@JuventusFC

O árbitro, de todo modo, excluiu Soumaro e mostrou o vermelho também a Medel, por protestos acintosos. E o Bologna subitamente ficou com só nove atletas. Haveria nove minutos de acréscimos, ou de massacre. No entanto, um massacre estéril. Deu pena constatar a solidão de um talento como Vlahovic, a quem a pelota não chega limpa, nunca. Craque, de todo modo, extrai magia do nada. Aos 95’, depois do enésimo escanteio, a bola cruzada desceu a Morata que tentou um voleio meio amalucado. O DV7, então, salvou o lance ao escorar, de testa, quase na linha fatal. A Juve 1 X 1, mas o adeus ao “Scudetto”.

A Lazio, um péssimo resultado dentro de casa

A Lazio, um péssimo resultado dentro de casa

@Serie A Calcio

LAZIO (7º/56/33) 1 X 1 TORINO (11º/40/32)
Roma, Stadio Olìmpico
Árbitro: Alessandro Prontera
Gols: Immobile X Pellegri

Contenda horrorosa, no Olímpico da capital. O momento mais bonito aconteceu antes do apito inicial de Prontera, quando a bela águia Olímpia, mascote da Lazio, ultimamente sem aparecer em público, fez o seu vôo majestoso sobre o gramado e ganhou, do seu treinador, um naco enorme de carne rosadinha. Sempre carrancudo e mal humorado, o “mister” da anfitriã, Maurizio Sarri, sorriu ao conhecer Olímpia. Só que os dois adversários, pena, não se divertiram com a pelota em campo, um pouco melhor o elenco visitante, afobadíssimo nas duas chances escassas que pôde produzir mas não soube de que maneira completar.

Maurizio Sarri e Olìmpia

Maurizio Sarri e Olìmpia

@SSLazio

Ivan Juric, o orientador do “Toro”, anulou Immobile e a Lazio não teve quem finalizar. E surgiria naturalmente o gol do 1 X 0, aos 56’, um corner batido por Rordíguez e a testada de Pietro Pellegri, 21 de idade, filho de Marco, o responsável pelas categorias de base do Genoa. Na borda do gramado, irascível, Sarri invejava os idos em que lhe permitiam fumar cigarro atrás de cigarro mesmo durante uma peleja. Apenas se aliviaria nos acréscimos, quando Milinkovic-Savic cruzou e Ciro Immobile, o líder dos artilheiros, saltou bem mais alto às costas do ótimo Bremer, um baiano, ex-São Paulo, e realizou de cabeça, 1 X 1.

A Fiorentina, um placar suficiente

A Fiorentina, um placar suficiente

@Serie A Calcio

FIORENTINA (6º/56/32) 1 X 0 VENEZIA (18º/22/32)
Florença, Stadio Artemio Franchi
Árbitro: Rosàrio Abisso
Gol: Torreira

Bastou um lance de muito perigo, aos 30’, infração cobrada por Biraghi e o desfrute de Torreira, na sobra, quase em cima da linha da meta, para a esquadra “Viola” amealhar três pontos e se reaproximar da Zona UEFA. Na segunda, claro, torcerá contra a Roma.

CAGLIARI (17º/28/33) 1 X 0 SASSUOLO (9º/46/33)
Cágliari, Stadio Unipol Domus
Gol: Deiola
Árbitro: Dàvide Massa

UDINESE (12º/39/31) 4 X 1 EMPOLI (14º/34/33)
Ùdine, Dacia Arena
Árbitro: Matteo Marchetti
Gols: Ismajli/con, Deulofeu, Pussetto, Samardzic X Pinamonti/pen

SAMPDORIA (16º/29/33) 1 X 2 SALERNITANA (20º/19/31)
Gênova, Stadio Luigi Ferraris
Árbitro: Paolo Valeri
Gols: Caputo X Fazio, Éderson


Na segunda-feira, 18 de Abril:

NAPOLI (3º/66/32) X ROMA (5º/57/32)
Nápoles, Stadio Diego Armando Maradona
Árbitro: Marco Di Bello

O Maradona, em Nápoles

O Maradona, em Nápoles

@SSCNapoli

ATALANTA (8º/51/31) X VERONA (10º/45/32)
Bérgamo, Gewiss Stadium
Ábitro: Marco Piccinini


Na sexta-feira, 15 de Abril
MILAN (1º/71/33) 2 X 0 GENOA (19º/22/33)
Gols: Rafael Leão, Junior Messias

Milan, com Rafael Leão, o autor do 1 X 0, a receber os cumprimentos pelo gol

Milan, com Rafael Leão, o autor do 1 X 0, a receber os cumprimentos pelo gol

@ACMilan

SPEZIA (15º/33/33) 1 X 3 INTER (2º/69/32)
Gols: Maggiore X Brozovic, Lautaro Martínez, Alexis Sánchez


Inaugurada em 21 de agosto de 2021, e com seu desfecho previsto para 22 de maio de 2022, esta edição da Série A do Futebol da Velha Bota, a 120ª na História do Calcio, a 90ª desde a implantação do campeonato de pontos corridos e em turno e returno, já viu 323 jogos e 911 gols, média de 2,82. Os principais artilheiros do torneio: com 25 gols, Ciro Immobile (Lazio); Dusan Vlahovic, 23 (Fiorentina/Juve = 17/6); Giovanni Simeone (Verona), 16; Lautaro Martínez (Inter) e Tammy Abraham (Roma), 15; Domenico Berardi (Sassuolo), 14; Gianluca Scamacca (Sassuolo) e Edin Dzeko (Inter), 13; Marko Arnautovic (Bologna), João Pedro (Cagliari) e Viktor Osimhen (Napoli), 22; Gerard Deulofeu e Beto (Udinese), 11.


Os jogos da semana pela Coppa Italia
Dia 19 de Abril, terça-feira:
INTER X MILAN
Na ida, 0 X 0

Dia 20 de Abril, quarta-feira:
JUVENTUS X FIORENTINA
Na ida: Juventus 1 X 0


As datas dos jogos adiados pela Covid-19
Dia 20 de Abril:
UDINESE X SALERNITANA
Dia 27 de Abril:
BOLOGNA X INTER
 

No Dalla'Ara, a Inter à espera do Bologna, no cotejo adiado pela Covid-19

No Dalla'Ara, a Inter à espera do Bologna, no cotejo adiado pela Covid-19

@Serie A Calcio

FIORENTINA X UDINESE
SALERNITANA X VENEZIA

Dia 11 de Maio:
ATALANTA X TORINO


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, vã com cautela e solidariedade, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas