Silvio Lancellotti No Grupo 4 da LN, a Espanha lidera e a Alemanha já assume a vice

No Grupo 4 da LN, a Espanha lidera e a Alemanha já assume a vice

Em Kiev, num jogo com público, a esquadra de Joachim Loew bate a Ucrânia, 2 X 1. Em Madrid, a Espanha sofre mas sobrepuja a Suíça por 1 X 0.

Com público, em Kiew, o gol de Ginter contra a Ucrânia

Com público, em Kiew, o gol de Ginter contra a Ucrânia

@UEFA

Recomeçou neste sábado, 10 de Outubro de 2020, com os dois cotejos do Grupo 4 da sua Divisão A, a segunda edição da Liga das Nações, a “Nations League”, disputa bianual entre seleções que a UEFA, a entidade que rege o Futebol na Europa, idealizou para mobilizar as suas 55 afiliadas, a mídia e, principalmente, os distribuidores de verbas de patrocínio. Uma competição que também aproveita as chamadas “Datas FIFA” com partidas de fato oficiais e não apenas as triviais caça-níqueis de ocasião. A análise dos dois jogos

Oyarzabal, Espanha 1 X -0 Suíça

Oyarzabal, Espanha 1 X -0 Suíça

@UEFA

ESPANHA 1 X 0 SUÍÇA
Estádio Alfredo di Stefano, Madrid

Árbitro: Ali Palabıyık, Turquia
Gol: Oyarzabal
Presentes apenas 200 credenciados no mínimo Alfredito, situado na Ciudad Deportiva do Real, capacidade para 6.000 pessoas, a Espanha mandava nas ações com 70% de domínio territorial, mas necessitou de uma barbeiragem patética da retaguarda da Suíça para cravar o 1 X 0 aos 14’ da refrega. Um ridículo troca-troca na saída de bola, a tentativa tola de tocá-la a um colega distraído, e a pelota à mercê do atento Oyarzabal, que não perdoou.

Espanha 1 X 0 Suíça. no Alfredito praticamente vazio

Espanha 1 X 0 Suíça. no Alfredito praticamente vazio

@UEFA

Apesar dos berros do treinador Luís Enrique na lateral, a “Fúria”, ao invés de crescer, murchou. Não adiantaram, todavia, do outro lado, os gritos de Vladimir Petkovic, o seu correlato na “Nati”. Faltou potência ofensiva à quarta colocada na LN de 2018/2019. Uma vitória medíocre da Espanha. Que, no entanto, por enquanto, se mantem com a liderança do seu Grupo 4.

Público esparso, mas presente em Kiev

Público esparso, mas presente em Kiev

@UEFA

UCRÂNIA 1 X 2 ALEMANHA
NSC Olympiyskiy Stadium, Kiev

Árbitro: Orel Grinfeld, Israel
Gols: Malinovsky/pen X Ginter, Goretzka
As autoridades sanitárias da Ucrânia permitiram que cerca de 20.000 torcedores, obedientemente mascarados, pudessem presenciar a atuação do seu time num estádio em que cabem 70.500. Foi frustrante, porém, o retorno do público ao NSC. O elenco de Joachim Loew controlou o ímpeto dos pupilos de Andriy Shevchenko, 70% de posse na etapa inicial e, graças a um lindo lance, que envolveu os três zagueiros tedescos, em plena área da Ucrânia, fez 1 X 0 aos 20’. Pelo flanco direito, Sule se desvencilhou de dois rivais e cruzou a Rudiger, que escorou de calcanhar para o arremate de Ginter.

A falha de Bushchan e o gol de Goretzka

A falha de Bushchan e o gol de Goretzka

@UEFA

Pobre Shevchenko, seu esquadrão dizimado pela Covid-19, a ponto de ele se obrigar a escalar, na meta, Heorhiy Bushchan, o terceiro reserva, e um estreante. Aos 49’, no lado direito do gramado, Klostermann alçou a pelota sem qualquer pretensão, seria uma defesa de curso primário. E no entanto Bushchan espremeu a bola entre as mãos e, claro, atordoada, a bola fugiu. Goretzka pegou a sobra de cocuruto, 2 X 0. Tranquilizada pela vantagem, a “Mannschaft” refluiu e daí cedeu espaço ao estoicismo da Ucrânia.

O momento do penal convertido por Malinovsky

O momento do penal convertido por Malinovsky

@UEFA

Consequência: aos 75’, numa imperdoável falha de Sule, que calculou mal o tempo e, ao invés da pelota, atropelou Yaremchuk, brotou um pênalti em favor do time da casa. Malinovsky converteu, gelidamente, 1 X 2. Schevchenko tentou de tudo para obter ao menos o empate. Inclusive, a substituição de beques por avantes. Não conseguiu. E perdeu o segundo posto no Grupo 4.


Prélios do dia 13 de Outubro:
ALEMANHA X SUÍÇA
RheinEnergieStadion, Colônia
UCRÂNIA X ESPANHA
NSC Olympiyskiy Stadium, Kiev

CLASSIFICAÇÃO
Espanha (número 7 no ranking)

7pg – 2vit-1emp-0der – 6gp/1gc
Alemanha (15)
5pg – 1vit-2emp-0der – 4gp/3gc
Ucrânia (10)
3pg – 1vit-0emp-2der – 3gp/7gc
Suíça (4)
1pg – 0vit-1emp-2der – 2gp/4gc

Immobile, da Itália

Immobile, da Itália

@EditSs

GRUPO 1

Dia 11 de Outubro:
POLÔNIA X ITÁLIA
Stadion Energa Gdansk, Gdansk

Árbitro: José María Sánchez Martinez (Espanha)
BÓSNIA-HERZEGOVINA X NEERLÂNDIA
Stadion Bilino Polje, Zenica

Árbitro: István Kovács (Rússia)

Dia 14 de Outubro:
ITÁLIA X NEERLÃNDIA
Stadio Atleti Azzurri d’Italia, Bergamo
POLÔNIA X BÓSNIA-HERZEGOVINA
Stadion Miejski, Wroclaw

CLASSIFICAÇÃO
Itália (8)

4pg – 1vit-1emp-0der – 2gp/1gc
Neerlândia (2)
3pg – 1vit-0emp-1der – 1gp/1gc
Polônia (14)
3pg – 1vit-0emp-1der – 2gp/2gc
Bósnia-Herzegovina (9)
1pg – 0vit-1emp-1der – 2gp/3gc

Courtois, da Bélgica

Courtois, da Bélgica

@ThibautCourtois

GRUPO 2

Dia 11 de Outubro:
ING LATERRA X BÉLGICA
Wembley, Londres

Árbitro: Tobias Stieler (Alemanha)
ISLÂNDIA X DINAMARCA
Laugardalsvoellur, Reykjavyk

Árbitro: Bojan Pandzic (Suécia)

Dia 14 de Outubro:
INGLATERRA X DINAMARCA
Wembley, Londres
ISLÃNDIA X BÉLGICA
Laugardalsvoellur, Reykjavyk

CLASSIFICAÇÃO
Bélgica (5)

6pg – 2vit-0emp-0der – 7gp/1gc
Inglaterra (3)
4pg – 1vit-1emp-0der – 1gp/0gc
Dinamarca (11)
1pg – 0vit-1emp-1der – 0gp/2gc
Islândia (16)
0pg – 0vit-0emp-2der – 1gp/6gc

Cristiano Ronaldo, de Portugal

Cristiano Ronaldo, de Portugal

@NationLeague

GRUPO 3

Dia 11 de Outubro:
FRANÇA X PORTUGAL
Stade de France, Saint-Denis

Árbitro: Carlos del Cerro Grande (Espanha)
CROÁCIA X SUÉCIA
Stadion Maksimir, Zagreb

Árbitro: John Beaton (Escócia)

Dia 14 de Outubro:
CROÁCIA X FRANÇA
Stadion Maksimir, Zagreb
PORTUGAL X SUÉCIA
Estádio José Alvalade, Lisboa

CLASSIFICAÇÃO
Portugal (1)

6pg – 2vit-0emp-0der – 6gp/1gc
França (6)
6pg – 2vit-0emo-0der – 5gp/2gc
Suécia (12)
0pg – 0vit-0emp-2der – 0gp/3gc
Croácia (13)
0pg – 0vit-0emp-2der – 3gp/8gc

A bela taça da LN

A bela taça da LN

@NationLeague

De acordo com o ranking resultante da Liga das Nações de 2018/2019, sucesso de Portugal, a UEFA colocou 16 equipes na Divisão A, 16 na B e 16 na C, cada qual com quatro chaves de quatro. A Divisão D, que abriga as sete últimas do ranking, ostenta um grupo de quatro equipes e outro de três. Desabam quatro da A para a B e quatro da B para a C. Na C, um mini-torneio entre as quatro últimas colocadas definirá duas que cairão à Divisão D e cederão espaço aos dois ganhadores das chaves subseqüentes.

Detaçhe do topo da taça

Detaçhe do topo da taça

@NationLeague

Haverá mais 16 pelejas entre 14 e 18 de Novembro. Em Outubro de 2021, as datas ainda não estabelecidas, os ganhadores de cada Grupo disputarão, em mata-matas de porfia única, emparceiramentos decididos por sorteio, as semifinais. Daí se realizará a decisão. Todos esses prélios se desenrolarão num único país, definido entre os quatro participantes. Somadas todas as séries, todas as chaves, se anotaram 134 tentos em 61 pugnas, média baixa de 2,20. Para os efeitos de acesso ou descenso, no caso de igualdade em pontos, se obtém o desempate pelo saldo de tentos, pelo maior número de tentos a favor e, então, no/s respectivo/s confronto/s direto/s, pelos mesmos critérios.


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas