Silvio Lancellotti No 'Calcio', a simbologia do título platônico de 'Campione d'Inverno'

No 'Calcio', a simbologia do título platônico de 'Campione d'Inverno'

Pelas estatísticas, o clube que conquista o primeiro turno do Futebol da Velha Bota é o favoritíssimo a levantar o 'scudetto'. Nesta temporada, porém, por causa da Covid-19, quem saberá...

Em 2014, 'Campione d'Inverno', a Juve também arrebatou o 'scudetto'

Em 2014, 'Campione d'Inverno', a Juve também arrebatou o 'scudetto'

Reprodução Argent

Repetisse o que sempre aconteceu desde a sua primeira edição por pontos corridos, na temporada de 1929/30, o atual “Nazionale” da Bota já teria chegado à metade e já teria definido o “Campione d’Inverno”, o ganhador do título platônico do turno de ida. Este, no entanto, é um certame peculiar, acossado por todas as incertezas e por todos os transtornos cometidos pela Covid-19. Com 20 equipes, se estenderá até 38 rodadas. Nesta “domenica”, agora, 3 de Janeiro de 2021, se realizará somente a sua jornada número de 15. E o turno inicial deverá terminar no domingo 24. Até lá, nada de “Campione d’Inverno”.

O Milan de 2020/21, sob Stefano Pioli (à direita), ainda líder e invicto

O Milan de 2020/21, sob Stefano Pioli (à direita), ainda líder e invicto

@ACMilan

Por quê essa elocubração de título platônico? Ocorre que, embora não valha nem uma pizza como prêmio, o laurel simbólico ostenta uma curiosa importância estatística. Na história toda do “Nazionale”, descontados o interregno da II Guerra e os galardões revogados, em 59 de 86 disputas o “Campione d’Inverno” também se sagrou conquistador do “scudetto”. Mais. Desde 1994/95, quando uma vitória passou a conceder 3 pontos, apenas sete vezes não houve superposição. Hoje, com 34 pontos em 42 disponíveis, e invicto, dez triunfos e quatro empates, o Milan manda na tabela. E enfrentará, na “domenica”, em viagem, um time razoavelmente perigoso, o Benevento, 18 pontos, décimo na classificação. Conseguirá o elenco de Stefano Pioli preservar a sua liderança?

Inter X Crotone, o cotejo que pode mexer no topo da classificação

Inter X Crotone, o cotejo que pode mexer no topo da classificação

Reprodução

Ao menos na batalha pelo tal título platônico o “Diavolo” corre algum risco de ficar para trás. No degrau imediatamente abaixo, 33 pontos, a rivalérrima Internazionale recebe um adversário muito mais acessível, o frágil Crotone, meros 9 e a penúltima posição. Será infausto, ao Milan, entregar o topo da tabela precisamente à “Biscione”, a mitológica serpente da Lombardia, sua vizinha de cidade. Ambos os clubes de Milão, aliás, têm uma folga bem confortável na corrida pelo “scudetto”. No terceiro posto, 27 pontos, se localiza a Roma que, talvez, suba até os 30, pois hospeda a irregular Sampdoria de Gênova, 17. Uma tarefa, no entanto, bem menos aprazível que, por exemplo, a da “Biscione”.

Ibrahimovic, desafortunadamente lesionado

Ibrahimovic, desafortunadamente lesionado

@ACMilan

O principal problema do Milan está na probabilidade de, uma outra vez, ficar sem o seu astro desta “stagione”, Zlatan Imbrahimovic, 10 dos 32 gols do elenco, ou 31%. Lesionado pela segunda vez em oito meses, ele não pode treinar adequadamente desde meados de Dezembro e não deverá atuar, também, contra a Juventus, no grande clássico do domingo subsequente, dia 10. Ótimo para a “Senhora” do Piemonte, que ostenta 24 pontos mas um cotejo atrasado ainda a realizar, frente o Napoli, possivelmente no dia 14.

Daniele Doveri, à frente do trio de arbitragem do Juve X Napoli que não aconteceu

Daniele Doveri, à frente do trio de arbitragem do Juve X Napoli que não aconteceu

@Serie A Calcio

Para lembrar: o “Burro” da Terra da Pizza, acossado pela Covid-19, não compareceu ao Allianz de Turim na data programada de 4 de Outubro, terceira “giornata”, perdeu os pontos mas, em instância superior, resgatou o direito de jogar. Neste domingo, em casa, a Juve pega a Udinese, precariamente situada em sofridos 12 pontos. Daí, caso suplante o Milan e capture, na bola mesmo, os 3 pontos que havia abiscoitado, “in tavolino”, contra o Napoli, escalará o degrau dos 33 e não permitirá que as duas agremiações da Lombardia se distanciem em demasia. Evidentemente, é muito cedo para palpites ou especulações. Em 1999/2000, na  rodada 30, a Juve, a “Campione d’Inverno”, larga e confortavelmente batia a Lazio por 9 pontos. Mas, no fim das contas, foi a “Águia” que pousou no pódio.


Todos os cotejos da rodada 15:

8h30 (de Brasília)
INTER (33 pontos/2º lugar) X CROTONE (9/19)

11h00
ATALANTA (22/7) X SASSUOLO (26/4)
CAGLIARI (14/15) X NAPOLI (25/5)
FIORENTINA (14/14) X BOLOGNA (15/13)
GENOA (10/18) X LAZIO (21/8)
PARMA (12/16) X TORINO (8/20)
ROMA (27/3) X SAMPDORIA (17/11)
SPEZIA (11/17) X VERONA (20/9)

14h00
BENEVENTO (18/10) X MILAN (34/1)

16h45
JUVENTUS (24/6) X UDINESE (15/12)

(Napoli, Juventus, Atalanta e Verona, um prélio menos)

Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas