Silvio Lancellotti Nem Lukaku nem Lautaro, Alexis Sánchez é quem brilha na Inter

Nem Lukaku nem Lautaro, Alexis Sánchez é quem brilha na Inter

Com os seus 2 X 1, em viagem ao Tardini do Parma, a "Biscione" da Lombardia amplia para seis pontos a sua vantagem sobre o rivalérrimo Milan no topo da classificação do Italiano de 2020/21. 

Alexis Sánchez, dois tentos fundamentais

Alexis Sánchez, dois tentos fundamentais

@Inter

Graças ao seu difícil mas esperado triunfo desta quinta-feira, 4 de Março, no Ennio Tardini da Terra do Presunto, 2 X 1 no Parma, rodada 25 do Campeonato Italiano de 2020/2021, a Internazionale de Milão subiu ao patamar dos 59 pontos em 72 disponíveis e abriu uma vantagem de seis sobre o Milan, rival de cidade e vice na tabela de classificação.

A "Biscione", no logo dos 110 anos da Inter, em 2018

A "Biscione", no logo dos 110 anos da Inter, em 2018

Inter.it

Foi sua quarta rodada seguida, absolutamente sozinha, no topo da classificação. Desde que conquistou o seu último título, em 2009/2010, o seu 18º, na verdade um penta em série, apenas em duas ocasiões a “nerazzurra” se manteve por mais vezes na ponte de comando: as oito jornadas no certame de 2015/2016 e as seis jornadas no torneio de 2019/2020. Em ambas, aliás, acabaria por ceder o “scudetto” à enfim eneacampeã Juventus de Turim, hoje a terceira colocada na temporada com 49 pontos, porém um jogo menos.

Antonio Conte e Giuseppe Marotta

Antonio Conte e Giuseppe Marotta

Inter.it

Festa à parte, aos “interisti”, os torcedores da “Biscione”, a serpente mitológica da Lombardia, magoa constatar que este mesmo elenco, montado pelo cartola-mor Giuseppe Marotta e pelo treinador Antonio Conte para dominar a Europa, tenha fracassado pateticamente na “Champions League”. Incluída no Grupo B da CL, a Inter se limitou à derradeira posição, atrás do portentoso Real Madrid, mas também dos intermediários Borussia Moenchengladbach da Alemanha e Shakhtar Donetsk da Alemanha. Perdeu duas porfias, empatou três e só ganhou dos germânicos, placar apertadinho de 3 X 2.

Sánchez, o destaque inesperado da Inter em Parma

Sánchez, o destaque inesperado da Inter em Parma

@Serie A Calcio

De todo modo, evidentemente, aos seus fãs, servirá de consolo um 19º troféu, bem abaixo dos 36 que a Juve acumulou mas um acima dos 18 dos desafetos do Milan. Na falta de uma “stagione” na Europa, invariavelmente vale deixar o “Diavolo” para trás. Não foi nada fácil, no entanto. No Tardini, Conte poupou Lautaro Martínez, o parceiro ideal do “panzer” Romelu Lukako. E Alexis Sánchez, o substituto, atuou mal na etapa inicial. Roberto D’Aversa, o treinador do Parma, soube como usar até sete homens diante da meta de Gigi Sepe.

Lukaku e Sánchez

Lukaku e Sánchez

@Serie A Calcio

No intervalo, Conte remeteu Lautaro ao aquecimento. E, num acidente de percurso, Sánchez inaugurou o placar pró “Biscione”. Aos 59’, depois de Lukaku desperdiçar um lance na meia-lua, a pelota carambolou em diversas pernas e acabou por sobrar diante do chileno que chutou, desequilibradamente. Sepe espalmou para trás. Gagliolo devolveu. O dispositivo tecnológico de alarme, contudo, notificou o árbitro Fabrizio Pasqua de que a bola havia superado a linha fatal, 1 X 0. O Parma se desnorteou. Aos 62’, ao seu estilo, numa contra-ofensiva, Lukaku partiu com a pelota dominada da divisória do gramado e tocou a Sanchez, livre, e o chileno, aceso, ultrapassou Sepe e celebrou os 2 X 0.

O momento do arremate de Sánchez no primeiro gol da Inter

O momento do arremate de Sánchez no primeiro gol da Inter

@Serie A Calcio

Lautaro continuou no banco. Então, aos 71’, o brasileiro Hernani, ex-Atlético Paranaense, num momento de total distração da retaguarda da Inter, pegou de primeira um levantamento cruzado de Pezzella, e fulminou, 1 X 2. O tento assustou Conte, que enfim, aos 75, reconstruiu a sua dupla La-Lu. E, logo em seguida, cara a cara com Sepe, Lukaku recebeu um belo passe de Lautaro mas arrematou muito mal, chocha, murchamente, e desperdiçou a possibilidade de subir às 19 “reti” na artilharia, um tento menos do que os 20 de Cristiano Ronaldo, da Juve. Bastaram os 2 X 1, porém. Um bom embalo para a “Biscione” que, agora, na rodada 26, terá como adversária a complicada "Deusa" Atalanta.

A Atalanta, próxima adversária da Inter líder

A Atalanta, próxima adversária da Inter líder

@Serie A Calcio

Todas as partidas da rodada 25:

TERÇA-FEIRA, dia 2 de Março
Lazio (43/7***) X Torino (20/18***) – adiada
Juventus (49/3*) 3 X 0 Spezia (25pts/15ºlugar)

QUARTA-FEIRA, DIA 3 de Março
Sassuolo (36/9**) 3 X 3 Napoli (44/6*)
Atalanta (49/4) 5 X 1 Crotone (12/20)
Benevento (25/16) 0 X 3 Verona (38/8)
Cagliari (21/17) 1 X 0 Bologna (28/12)
Fiorentina (25/14) 1 X 2 Roma (47/5)
Genoa (27/13) 1 X 1 Sampdoria (31/10)
Milan (53/2) 1 X 1 Udinese (29/11)

QUINTA-FEIRA, 4 DE MARÇO
Parma (15/19) 1 X 2 Inter (59/1)

(* Juventus e * Napoli: um jogo menos, a ser recuperado, no Allianz Stadium de Turim, no dia 17 de Março. ** Torino: dois cotejos menos; contra o Sassuolo, a ser recuperado em 17 de Março, no Olímpico de Turim; e contra a Lazio, em Roma, ainda sem data, à espera de uma decisão da Liga ou da Justiça Esportiva. *** Lazio, um jogo menos, contra o Torino.)


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Últimas