Silvio Lancellotti Inter X Juventus, o "Derby" que movimenta a Itália inteirinha

Inter X Juventus, o "Derby" que movimenta a Itália inteirinha

No "Calcio" da Velha Bota, existem os clássicos citadinos. No entanto, só o "Derby d'Italia", mesmo com agremiações de regiões diferentes, ostenta torcedores espelhados por toda a nação.

Reprodução

Na presente temporada da Série A do Futebol da Velha Bota existem quatro clássicos “stracittadini” – ou, entre agremiações de uma mesma localidade. E cada qual tem o seu apelido simpático. Homenagem à estátua da mãe de Cristo que se localiza no topo do Duomo, o duelo entre a Internazionale e o Milan virou “Derby della Madonina”. Claro, motivos ostensivamente óbvios fizeram de Lazio X Roma o “Derby della Capitale”, cotejo que, por 3 X 0, abriu esta rodada número 18 do “Campionato Nazionale” da Itália.

A horrorosa Mole Antonelliana

A horrorosa Mole Antonelliana

Guida Torino

Por causa, mil perdões, de uma horrorosa edificação que cresce acima do suave perfil arquitetônico do seu Centro Histórico, o combate entre a Juventus e o Torino virou o “Derby della Mole”. Honraria a um farol que, ainda hoje, orienta os navegantes bem no acesso ao seu porto, Genoa X Sampdoria se definiu como o “Derby della Lanterna”. Uma peleja, no entanto, certa ocasião mereceu um epíteto especialíssimo, impositivo, “Il Derby d’Italia”.

A preciosa Lanterna de Gênova

A preciosa Lanterna de Gênova

Guida Genova

Aconteceu em 1967. Provocado por amigos da imprensa que debatiam qual seria o desafio mais significativo do “Calcio”, o magistral Gianni Brera (1919-1992), desde 1949 o editor-chefe de “La Gazzetta dello Sport”, não titubeou e escreveu um artigo em que utilizou a alegoria para descrever um Internazionale X Juventus. Depressa os detratores de Brera protestaram. A primeira contenda do seu “Derby” datava apenas do dia 14 de Novembro de 1909, sucesso por 1 X 0 da Juve num torneio batizado de “Prima Categoria”. A Juve nascera em 1897. A Inter, mais novinha, só em 1908. E ainda havia clubes bem mais antigos.

Gianni Brera

Gianni Brera

memorialgiannibrera.it

O Genoa surgira em 1893. O Milan, em 1899. A Lazio, em 1900. O Torino, em 1906. Brera, no entanto, tinha cacife suficiente para a sua aposta. Fulgurante Brera, até hoje, nenhum outro profissional da Mídia conquistou tão moço um posto de tal responsabilidade como o de “capo” da poderosa “Gazzetta” do papel rosado. Mas também sobravam muitos motivos estatísticos. Exemplo: aquele seu “Derby” opunha as duas maiores torcidas da Itália. E só a Juventus e a Inter ostentavam “tifosi” geograficamente espalhados na Bota inteira.

O Giuseppe Meazza, vazio

O Giuseppe Meazza, vazio

FIGC

Pena que neste domingo, dia 17 de Janeiro, continuação da rodada 18, no sempre imponente Giuseppe Meazza de Milão, a Inter e a Juve se encontrem sem público algum, conseqüência dos protocolos de segurança que a Covid-12 acarretou. No total, será o seu combate número 251. A “Senhora” do Piemonte suplanta a “Biscione”, a serpente mitológica da Lombardia, por 112 vitórias a 77 e por 358 gols a 323. E exclusivamente na Série A, em 174 pugnas, a Juve ganha com a folga de 84 a 46, com 251 tentos contra 201.

Em 8 de Março de 2020, Juve 2 X 0 Inter

Em 8 de Março de 2020, Juve 2 X 0 Inter

@JuventusFC

No último prélio entre ambas, pelo Campeonato anterior, dia 8 de Março de 2020, em Turim, a “Senhora” venceu por 2 X 0. Aliás, a Juve não perde da Inter desde o dia 16 de Setembro de 2016, um resultado de 1 X 2, em Milão. Uma invencibilidade de 7 pelejas, com 5 empates, 10 gols a 4. No conjunto dos 20 cotejos mais recentes, acumulou 12 sucessos a meros 3, com 30 tentos a 18. Antonio Conte, hoje treinador da “Biscione”, dirigiu a Juve nos três primeiros “scudetto” da sua série excepcional de nove. Mas, ainda não venceu a ex.

Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo

@JuventusFC

Com 37 pontos em 51 possíveis, segundo lugar na tabela de classificação, 3 atrás do líder Milan, a “Biscione” tem a melhor ofensiva do certame, 43 gols. A sua retaguarda, no entanto, é só a sexta, 23 tentos concedidos. No quarto posto, a Juve soma 33 pontos. Todavia, lhe falta um jogo adiado, em casa, contra o Napoli, a resgatar. Registrou 35 gols, por enquanto o quinto ataque. E sofreu meros 16, a melhor defesa. Detalhe: este “Derby” ainda proporá um embate paralelo pelo topo da artilharia. O CR7, o juventino Cristiano Ronaldo, comanda a lista, 15 gols, e o interista Romelu Lukaku, 12, segue logo atrás.

Romelu Lukaku

Romelu Lukaku

@Inter

Todos os jogos da rodada 18

Sexta-feira, 15 de Janeiro
LAZIO (31 pontos/7º lugar) 3 X 0 ROMA (34/3)

Sábado, 16 de Janeiro
BOLOGNA (20/12) 1 X 0 VERONA (27/9)
TORINO (13/18) 0 X 0 SPEZIA (18/14)
SAMPDORIA (23/10) 2 X 1 UDINESE (16/15)

Domingo, 17 de Janeiro
NAPOLI (31/6) X FIORENTINA (18/13)
CROTONE (9/20) X BENEVENTO (21/11)
SASSUOLO (29/8) X PARMA (12/19)
ATALANTA (31/5) X GENOA (14/17)
INTERNAZIONALE (37/2) X JUVENTUS (33/4)

Segunda-feira, 18 de Janeiro
CAGLIARI (14/16) X MILAN (40/1)


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas