Silvio Lancellotti Fracassos do United e do Barça na primeira rodada da Champions

Fracassos do United e do Barça na primeira rodada da Champions

Mesmo com Cristiano Ronaldo, o time ingês desaba diante do Young Boys da Suíça. Sem Messi, o time dos catalães leva uma boa surra do Bayern, em casa. Muito bem a Juventus, na Suécia.

A celebração do elenco do Young Boys depois de bater o Manchester United

A celebração do elenco do Young Boys depois de bater o Manchester United

@ChampionsLeague

Começou nesta terça-feira, dia 14 de Setembro, a etapa mais significativa de uma Champions League, ou Liga dos Campeões da Europa, a sua fase de chaves, com 32 clubes dispostos em oito turmas de quatro, mini-torneios de dois turnos, de ida e volta, até sobrarem aqueles que se afunilarão nos mata-matas rumo à decisão. Já ocorreram oito cotejos, do Grupo E até o Grupo H, nos quais houve 16 tentos, a média de 2,00. Na quarta, 15, acontecerão mais oito prélios, do Grupo A até o Grupo D. Esta fase se encerrará em 8 de Dezembro. Campeões e vices seguirão às oitavas de final, seus emparceiramentos decididos em um sorteio que a UEFA, a administradora do Futebol no Velho Continente, realizará em 13 de Dezembro. Eis as fichas técnicas e uma síntese das oito pugnas da terça.


GRUPO E
Bayern – 3pg
Benfica – 1pg
Dynamo Kiev – 1pg
Barcelona – 0pg

Lewandowski, digno de todos os cumprimentos

Lewandowski, digno de todos os cumprimentos

@ChampionsLeague

BARCELONA 0 X 3 BAYERN
Barcelona, Camp Nou
Árbitro: Michael Oliver (Ing)

Gols: Mueller, Lewandowski/2

Dominante o Bayern, no primeiro cotejo de Champions do Barça pós-Lionel Messi. Aliás, um Barça inexistente no prélio, promessa de sustos ao seu fidelíssimo torcedor. Locupletou-se Lewandowski, ao saborear uma inaceditável barbeiragem da defesa “Blaugrana”, que permitiu um tiro logo de Musiala no poste e a rebatida do capitão do time tedesco. Seu segundo tento, aquele dos 3 X 0 do Bayern, foi de humilhar o rival pela troca de passes dentro da área dos ibéricos. Começo precioso dos “Bávaros” nesta ChL.

DYNAMO KIEV 0 X 0 BENFICA
Kiev, NSC Olympiyskiy
Árbitro: Anthony Taylor (Ing)

Partida mediocre, resultado nulo, corretíssimo


GRUPO F
Young Boys – 3pg
Atalanta – 1pg
Villarreal – 1pg
Manchester United – 0pg

Nagmaleu e Siebatcheu, do Young Boys

Nagmaleu e Siebatcheu, do Young Boys

@ChampionsLeague

YOUNG BOYS 2 X 1 MANCHESTER UNITED
Berna, Stadion Wankdorf
Árbitro: François Letexier (Fra)

Gols: Nagmaleu, Siebatcheu X Cristiano Ronaldo

Com 134, Cristiano Ronaldo já era o recordista de gols na história da Champions, 14 à frente de Lionel Messi. Na sua peleja de número 177 na competição, igualou o primado de jogos de Casillas. E, aos 15’, levou a marca de tentos a 135, ao desfrutar um passe de Bruno Fernandes. O United, porém, cedeu o empate, perdeu Wan-Bissaka aos 35, expulso depois de um pisão estúpido no tornozelo de Martins Pereira, sofreu o empate aos 66, Nagmaleu, ficou sem o CR7, substituído por Lingard, aos 72, e daí pererecou na luta pela manutenção da igualdade. A ironia: nos acréscimos dos acréscimos, ele, o desafortunado Lingard, tentou atrasar, horrorosamente, uma bola ao arqueiro De Gea. Siebatcheu se antecipou e, com um leve toque, impacto, suspresa, perplexo o CR7 no banco, colocou os suíços em vantagem.

A alegria pelo empate da "Deusa"

A alegria pelo empate da "Deusa"

@ChampionsLeague

VILLARREAL 2 X 2 ATALANTA
Villarreal, Estádio de la Ceràmica
Árbitro: Clément Turpin (Fra)

Gols: Trigueros, Groenevald X Freuler, Gosens

A Atalanta de costume. Logos aos 61 sai à frente no placar, domina e domina, e daí sofre a reação num erro da sua retaguarda petulante. Pior foi a “Deusa” ceder os 1 X 2 a um recém-entrado no cotejo, Groenevald, que teve todo o tempo de que necessitou para ajustar o seu chute, aos 73’, dentro da área da adversária. Então, apenas aos 83 a Atalanta se rearmou e numa jogada linda, de pé a pé, Freuler para Ilicic para Miranchuk, fez 2 X 2 na finalização de Gosens. No fim das contas, todavia, maravilha ganhar um belo pontinho longe de casa.


GRUPO G
RB Salzburg – 1pg
Sevilla – 1pg
Wolfsburg – 1pg
Lille – 1pg

Rakitic, do Sevilla

Rakitic, do Sevilla

@ChampionsLeague

SEVILLA 1 X 1 RB SALZBURG
Sevilla, Estádio Ramón Sánchez Pizjuán
Árbitro: Alyaksey Kulbakow (Ber)

Gols: Rakitic/pen X Sucic/pen

Perfeito na marcação dos dois penais, o mediador Kulbakow, um economista e administrador de empresas de Belarus, agiu pateticamente, aos 50’, ao exibir um cartão amarelo ao artilheiro En-Nesyri, do Sevilla, por simulação de penalidade máxima. En-Nesyri já tinha uma advertência e acabou expulso. Fôra clara a infração de Solet e, além disso, Kulbakow se recusou a conferir a sua decisão com o auxiliar da lateral ou o VAR. Reduzido a dez homens, o dono da casa precisou se fechar de modo a permanecer no empate

LILLE 0 X 0 WOLFSBURG
Villeneuve-d’Ascq, Stade Pierre-Mauroy
Árbitro: Danny Makkelie (Nee)

Outra ´partida mediocre, resultado nulo, corretíssimo


GRUPO H
Juventus – 3pg
Chelsea – 3pg
Zenit – 0pg
Malmoe – 0pg

O momento do tento solitário de Lukaku, do Chelsea

O momento do tento solitário de Lukaku, do Chelsea

@ChampionsLeague

CHELSEA 1 X 0 ZENIT
Londres, Stamford Bridge
Árbitro: Bartosz Frankowski (Pol)

Gols: Lukaku

Diante de um adversário inteligentemente estruturado na retranca e nas contra-ofensivas pelos flancos, o detentor do troféu padeceu até os 69’ quando o recém-contratado Lukaku desfrutou de testa um cruzamento de Azpilicueta. Num grupo desigual, valeram os pontos.

Dybala, da Juventus, uma exibição excelente

Dybala, da Juventus, uma exibição excelente

@ChampionsLeague

MALMOE 0 X 3 JUVENTUS
Malmoe, Eleda Stadion
Árbitro: Artur Soares Dias (Por)

Gols: X Alex Sandro, Dybala/pel, Morata

Frustrado o CR7 no seu desastroso retorno à ChL pelo time que lhe deu os primeiros títulos na UEFA, em visita à Suécia a Juventus ignorou a ausência do ex-craque. E já na primeira etapa definiu o resultado. Menos mal. Depois de um começo desastroso no campeonato peninsular, a "Senhora" conseguiu mostrar o estilo de troca de passes que tanto agrada ao seu treinador Massimiliano Allegri. Melhor: agora livre das sombras do companheiro super-estrelado, foi excelente a exibição de Paulo Dybala como maestro e como solista.


As pelejas da quarta-feira, dia 15 de Setembro:

Club Brugge

Club Brugge

Reprodução

GRUPO A
Brugge, Leipzig, Manchester City, PSG

 

MANCHESTER CITY X RB LEIPZIG
Manchester, Etihad Stadium
Árbitro: Serdar Gozubuyuk (Nee)

CLUB BRUGGE X PSG
Bruges, Jan Breydel Stadium
Árbitro: Sandro Schaerer (Suí)

Atlético de Madrid

Atlético de Madrid

Reprodução

GRUPO B
Atlético de Madrid, Liverpool, Milan, Porto

 

LIVERPOOL X MILAN
Liverpool, Anfield Road
Árbitro: Szymon Marciniak (Pol)

ATLÉTICO DE MADRID X PORTO
Madrid, Wanda Metropolitano
Árbitro: Ovidiu Hategan (Rom)

Ajax

Ajax

Reprodução

GRUPO C
Ajax, Besiktas, Borussia Dortmund, Sporting Lisboa,

 

BESIKTAS X BORUSSIA DORTMUND
Istambul, Vodafone Park
Árbitro: Antonio Mateu Lahoz (Esp)

SPORTING X AJAX
Lisboa, Estádio José Alvalade
Árbitro: José María Sánchez Martínez (Esp)

Internazionale

Internazionale

Reprodução

GRUPO D
Internazionale, Real Madrid, Shakhtar Donetsk, Sheriff

 

SHERIFF X SHAKHTAR DONETSK
Tiraspol, Sheriff Stadium
Árbitro: Deniz Aytekin (Ale)

INTERNAZIONALE X REAL MADRID
Milão, Stadio Giuseppe Meazza
Árbitro: Daniel Siebert (Ale)

A bandeira da Champions

A bandeira da Champions

Reprodução

Está é a edição 67 da competição desde que a UEFA a inventou, em 1950, como a Copa dos Campeões. E esta é a sua 30ª edição desde que a UEFA a ampliou sob um novo nome, Liga dos Campeões, ou ChL. Teve 80 clubes inscritos, provenientes de 54 das suas 55 afiliadas. Única exceção, Liechtenstein, de sete equipes que disputam os campeonatos da Suíça. Mais: até aqui foi, desde o início, em 22 de Junho, de fato uma competição absurda, que preservou os 26 times de ranking superior e depositou os outros 54 num impiedoso moinho, de maneira a restarem apenas seis. Nas eliminatórias houve 93 duelos em que se registraram 245 tentos, a média de 2,63. Total desta ChL: 101 combates e 261 gols, média de 2,58. A decisão desta Champions, como de praxe em porfia única, está programada para o dia 28 de Maio de 2022, no Krestovsky Stadium de São Petersburgo, na Rússia.

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Últimas