Silvio Lancellotti A Inter supera velhos recordes e literalmente esmaga a Salernitana

A Inter supera velhos recordes e literalmente esmaga a Salernitana

Lição de Calcio, da equipe de Simone Inzaghi no "Nazionale" da Velha Bota. Placar de 5 X 0, um primado de 103 tentos no Ano Solar de 2021, e a caminho do título simbólico de "Campione d'Inverno".

Celabração da Inter líder no Arechi de Salerno

Celabração da Inter líder no Arechi de Salerno

@Serie A Calcio

Pela primeira vez na liderança solitária do “Nazionale” desde 14 de Fevereiro, quando inaugurou a sua marcha triunfal no rumo da conquista do “scudetto” da Velha Bota em 2020/2021, nesta sexta-feira, 17 de Dezembro, em visita a Salerno, 820 quilômetros da sua Milão, a Internazionale consolidou a sua posição ao suplantar a Salernitana por 5 X 0. Subiu aos 43 pontos em 54 possíveis, um degrau inacessível aos seus principais perseguidores, o Milan nos 39 e o Napoli com 38, adversários em confronto direto no domingo, dia 19.

No meio, Antonio Conte, o treinador campeão de 2020/2021

No meio, Antonio Conte, o treinador campeão de 2020/2021

@Inter

Grande ironia, a cartolagem da “Biscione”, a mitológica serpente-símbolo da Inter, não acreditava em reprise. Como lembra Pietro Ausìlio, diretor esportivo da agremiação, da temporada anterior se foi o carismático treinador Antonio Conte e se transferiram craques essenciais, o avante Lukaku e o ala Hakimi. Pior, o meia Christian Erikson sofreu uma parada cardíaca ao atuar pela seleção da Dinamarca, na Eurocopa, em Junho de 2021. “Pintou-se uma situação perigosa”, ele observa: “Porém, contratamos Simone Inzaghi, que recriou, sobre a estrutura antiga, à sua maneira, toda a estética do time.”

Junho de 2021, o susto, a parada cardíaca de Christian Eriksen

Junho de 2021, o susto, a parada cardíaca de Christian Eriksen

UEFA

Com a sua vitória, a “Biscione” também se aproximou do título simbólico de “Campione d’Inverno”. A peleja desta sexta valeu pela rodada 18 do Campeonato, penúltima do turno inicial. Por causa da "Sosta di Natale”, ou a tradicional interrupção de atividades durante os eventos de fim de ano, a derradeira, aliás, ocorrerá toda no miolo da próxima semana. Eis como se desenrolaram o combate da Inter e a outra partida, Lazio X Genoa, deste dia 17.

A capa do Twitter da Inter

A capa do Twitter da Inter

@Inter

SALERNITANA (8pg/20º lugar) 0 X 5 INTER (43/1º)
Salerno, Stadio Arechi
Gols: Perisic, Dumfries, Sánchez, Lautaro, Gagliardini

Festa pelo sucesso no gramado. Muita tristeza, todavia, por uma obrigação de bastidores. Na mesma data em que sobrepujou a Salernitana no Arechi, a Inter se obrigou a formalizar a recisão do contrato de Christian Eriksen, 689 dias depois da sua assinatura. Um contrato que deveria se estender até Julho de 2024. Consequência do seu trauma, o danês recebeu o implante de um precioso desfibrilador subcutâneo, um caro dispositivo de última geração, incompatível, porém, com as normas médicas de segurança adotadas no Calcio.

Uma homenagem da Lega Serie A  a Christian Eriksen

Uma homenagem da Lega Serie A a Christian Eriksen

@CalcioSerieA

O duelo praticamente se definiu logo aos 11’, um corner ensaiadíssimo que Calhanoglu levantou com precisão na testa de Perisic. O turco, nos 3 X 0 contra a Roma, dia 4, havia inclusive registrado um gol olímpico. Nem Ribéry, que chegou a vestir a camisa dos “Bleus” da França, pôde evitar o predomínio absoluto da “Biscione”. E aconteceu a “rete” dos 2 X 0, aos 33’, numa jogada linda, vertical, à maneira da estética de Inzaghi, passe de Brozovic a Edin Dzeko que enfiou até Dumfries que fulminou Fiorillo. A pelota resvalou no travessão, descaiu um palmo dentro da meta e voltou ao campo. O sinalizador automático do relógio eletrônico do árbitro Maurizio Mariani, porém, comprovou que tinha entrado.

Detalhe da finalização de Alexis Sánchez

Detalhe da finalização de Alexis Sánchez

@Inter

Crucial: o tento de número 100 da Inter num Ano Solar. Fundada em 9 de Março de 1908, em 1950, a “Biscione” havia estabelecido o seu recorde antológico de 99. E não demorou para cravar o 101º, aos 51’, numa nova descida belíssima em velocidade, de Calhanoglu a Dzeko a Sánchez, e a finalização do chileno, sozinho diante de um desalentado Fiorillo. Poupado pelo treinador, Lautaro Martínez pisou no gramado apenas aos 71’ e, depressa, aos 77, saboreou uma sobra de bola junto à marca do pênalti, 4 X 0, a sua 11ª “rete” neste “Nazionale”. Gagliardini registraria os 5 X 0 em mais uma perfuração deslumbrante aos 87, meros cinco toques do meio de campo ao arremate. Uma vera e charmosa aula de Calcio.

Twitter de Natal, Lazio 3 X 1 Genoa

Twitter de Natal, Lazio 3 X 1 Genoa

@Serie A Calcio

LAZIO (28/8º) 3 X 1 GENOA (10/19º)
Roma, Stadio Olìmpico
Gols: Pedro, Acerbi, Zaccagni X Malegoni

De novo ausente o “cannoniere” Ciro Immobile, sem um prazo imediato para retornar e, por isso, mais uma rodada em que o sérivio Dusan Vlahovic, da Fiorentina, pode se tranqüilizar na artilharia do torneio, a “Águia” ignorou a presença do Genoa, o time mais antigo do Calcio, datado de 1893. Um decano, aliás, arriscadíssimo a desabar para a Série B. Antes que o “Grifone”, o leão alado da Ligúria, anotasse o gol de honra, aos 86’, a Lazio já havia feito os 3 X 0 e desperdiçado inúmeras chances de até duplicar o resultado.


Jogos do sábado, 18 de Dezembro:

ATALANTA (37/3º) X ROMA (28/6º)
Bérgamo, Gewiss Stadium

BOLOGNA (24/10º) X JUVENTUS (28/7º)
Bolonha, Stadio Renato Dall’Ara

CAGLIARI (10/18) X UDINESE (17/15)
Cagliari, Stadio Unipol Domus


Jogos do domingo, 19 de Dezembro:

FIORENTINA (30/5º) X SASSUOLO (23/12º)
Florença, Stadio Artemio Franchi

SPEZIA (12/17º) X EMPOLI (26/19º)
La Spezia, Stadio Alberto Picco

SAMPDORIA (18/14º) X VENEZIA (16/16º)
Gênova, Stadio Luigi Ferraris

TORINO (22/13º) X VERONA (23/11º)
Turim, Stadio Olìmpico Grande Torino

Oferta de ingressos, no Twitter do Milan

Oferta de ingressos, no Twitter do Milan

@ACMilan

MILAN (39/2º) X NAPOLI (36/4º)
Milão, Stadio di San Siro


Inaugurada em 21 de Agosto e com o seu desfecho previsto para o dia 22 de Maio de 2022, esta edição da Série A do Futebol da Velha Bota, a 120ª na História do Calcio, a 90ª desde a implantação do campeonato de pontos corridos, em turno e em returno, já apresentou 172 partidas e 532 tentos, a média de 3,09. Os principais artilheiros: Dusan Vlahovic (Fiorentina), 15 gols; Ciro Immobile (Lazio), 13; Giovanni Simeone (Verona), 12. Lautaro Martínez (Inter), com 11. Duván Zapata (Atalanta) e João Pedro (Cagliari), com 9.

A Inter que iniciou os 5 X 0 de Salerno

A Inter que iniciou os 5 X 0 de Salerno

@Serie A Calcio

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas