Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Estreia de Endrick, hoje, contra o Coritiba. 'Pauta positiva' para desviar o foco das críticas à agressividade de Abel. O cenário é ideal

O Palmeiras poderá abrir 12 pontos de vantagem para o Internacional, a nove rodadas para o fim do Brasileiro. Além de caminhar firme para o título, colocar o garoto Endrick seria excelente para esquecer a rispidez de Abel

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Abel já se rendeu ao talento precoce de Endrick. Colocá-lo hoje seria ótimo para o Palmeiras
Abel já se rendeu ao talento precoce de Endrick. Colocá-lo hoje seria ótimo para o Palmeiras

São Paulo, Brasil

Políticos do mundo todo apelam para uma manobra quando estão com problemas.

A expressão é autoexplicativa.

Criar uma "pauta positiva".

Publicidade

Ou seja, trazer à tona um assunto favorável, com força para desviar o foco do que incomodava.

E é o que o Palmeiras articula.

Publicidade

Profundamente incomodado e surpreso com a reação em massa da imprensa brasileira, diante da resposta ríspida a um jornalista, como destacou o blog, após a vitória contra o Botafogo, Abel Ferreira criou a sua "pauta positiva". 

Ela tem 16 anos e atende pelo nome de Endrick.

Publicidade

Diante do desesperado Coritiba, hoje, no Allianz Parque, líder disparado do Brasileiro, o Palmeiras tem todas as chances de conseguir mais uma vitória. E chegar a uma pontuação recorde, na 31ª rodada do Brasileiro.

Desde que o Campeonato Nacional passou a ser disputado por pontos corridos, nenhum clube abriu 12 pontos para o segundo colocado, faltando nove jogos para o campeonato acabar.

A venda de ingressos já mostra que mais de 25 mil palmeirenses, pelo menos, estarão no estádio. A tendência é ficar lotado.

E o que teria potencial para anular a agressividade que Abel Pereira reservou a um repórter, que o elogiava, por sinal, após a partida contra o Botafogo?

Leia também

Colocar em campo a maior promessa de todos os tempos da base do Palmeiras.

Endrick.

O jogador de 16 anos já ficou no banco de reservas entre os profissionais por três jogos.

O primeiro, como antecipou o blog, foi contra o Santos, no Allianz. Não entrou porque Danilo foi expulso. A segunda vez que acompanhou uma partida ao lado do treinador foi contra o Atlético, em Belo Horizonte. Jogo difícil demais para entrar. 

A terceira vez foi contra o Botafogo, quando mais um jogador do Palmeiras foi expulso. Zé Rafael. E Abel foi novamente suspenso, por tomar o terceiro cartão amarelo. Por isso, não comandará o time do banco, hoje.

O treinador português sabe como funciona a mídia no Brasil e no mundo. Ainda mais nestes tempos dominados pela internet. As notícias envelhecem rapidamente, há uma sede de novidades. E elas encobrem, tiram o foco de algo ruim.

Daí, se o cenário estiver ideal, como tudo leva a crer que estará, com o Palmeiras abrindo uma boa vantagem diante do Coritiba, Endrick deverá entrar nos últimos minutos do jogo.

Essa é a novidade que chegou para conselheiros importantes do clube e que eles já fizeram sua missão: espalhar para jornalistas.

É a tal "pauta positiva".

Caso o jogador de 16 anos entre por cinco minutos no jogo, já catalizará todas as manchetes de portais, será o personagem principal de reportagens de tevê, será dissecado na sexta-feira, em programas esportivos.

Endrick se mostra preparado.

Abel Ferreira tem conversado cada vez mais individualmente com o jogador.

O técnico já avisou a presidente Leila Pereira que vê enorme talento no garoto. Mas não quer precipitar as coisas, diante da expectativa da mídia brasileira. Não quer "queimá-lo".

Gabriel Veron é o exemplo de como não precipitar as coisas no Palestra Itália.

O planejado por Abel era colocar Endrick apenas quando o Palmeiras já fosse campeão brasileiro. Situação que se encaminha até mais rápido do que ele previa. 

Outra vez o Palmeiras foi beneficiado com o empate do Internacional diante do Flamengo. E com a derrota do Fluminense para o Atlético Goianiense.

Abel Ferreira sabe que Endrick em campo também serviria para amenizar o clima de "já ganhou" que começa a imperar na imprensa. Com o Palmeiras sendo apontado como o campeão brasileiro de 2022, quando há chances matemáticas de que isso não ocorra.

As notícias que chegam às pessoas que cercam Leila Pereira são que Endrick está treinando cada vez melhor, mais confiante, mais solto. E que está convencendo o treinador português que nestas nove partidas que restam ao Palmeiras ele vai jogar.

Hoje seria o cenário ideal.

Diante da torcida, contra um time com potencial menor, e com grande parte da imprensa ainda criticando Abel por sua agressividade na coletiva do Rio de Janeiro.

Foi o episódio que mais desgastou o vitorioso treinador desde que chegou ao Brasil.

Abel, inclusive, é cotado para assumir o lugar de Tite na seleção, após a Copa do Mundo. Como ter um treinador tão explosivo na CBF?

A resposta atravessada abriu margem para discussões sobre o fato de ele ser o técnico mais suspenso do Brasil.

Ou seja, se Endrick jogar será excelente para Abel.

O primeiro passo para que isso aconteça dependerá do desempenho do Coritiba.

Da atuação do Palmeiras.

E se nenhum atleta for expulso.

Carregador de tacos, garoto da água e mais: profissões aleatórias do esporte pagam muita grana

" gallery_id="633df00019d224f2a80000a5" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/estreia-de-endrick-hoje-contra-o-coritiba-pauta-positiva-para-desviar-o-foco-das-criticas-a-agressividade-de-abel-o-cenario-e-ideal-06102022"]

Endrick nunca esteve tão perto de estrear como hoje.

Ele personifica a "pauta positiva" de que Abel tanto precisa...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.