Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Depois de 'chapéu' em Botafogo, Vasco, Inter e Grêmio, Corinthians assina por quatro anos com Matías Rojas, o 'Salvador da Pátria'

Diretoria acredita que contratou o jogador que comandará o 'renascimento' do time. O paraguaio, que atua no Racing, sabe o clube desesperado que encontrará. E exigiu R$ 900 mil mensais. Ganhava R$ 200 mil

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Matías Rojas, 27 anos, sabe toda a responsabilidade que o aguarda no Corinthians
Matías Rojas, 27 anos, sabe toda a responsabilidade que o aguarda no Corinthians

São Paulo, Brasil

"Estão falando muito sobre o meu futuro.

"Para mim é um pouco complicado por conta do emocional. O corre atrás de mim e me persegue. Tampouco posso arriscar muito a nível de saúde.

"Preciso estar com um contrato.

Publicidade

"Eu, como jogador, não posso pagar os pratos quebrados por outros.

"Tomei uma decisão e, em breve, vocês [jornalistas] saberão."

Publicidade

As palavras são de Matías Rojas, meia paraguaio, do Racing, após a vitória do Flamengo, por 2 a 1, ontem, no Maracanã.

O meia-esquerda, canhoto, mesmo com seu time atuando defensivamente, mostrou talento na armação, vibração, inversões de bola inteligentes, habilidade. E ainda marcou um gol lindíssimo.

Jogador de 27 anos que estava sendo observado por Internacional, Grêmio, Vasco e, principalmente, Botafogo. Os clubes brasileiros acompanham e têm anotado os atletas dos clubes sul-americanos cujos contratos estão para vencer.

Empresários também tratam de lembrar os dirigentes mais desesperados, mais dispostos a investir. Os que podem pagar mais aos atletas, além das melhores comissões, lógico.

E foi assim que o Corinthians entrou com todas as forças na negociação. Desde o início do ano, Fernando Lázaro, Danilo, Cuca e o mais entusiasmado deles, Vanderlei Luxemburgo, deram sua aprovação ao meia canhoto.

Pressionada pelo péssimo início de temporada e por 2023 ser um ano eleitoral, a direção corintiana não titubeou. E o contratou, como antecipou o blog.

Seu compromisso com o Racing termina no dia 30 de junho. A partir de 1º de julho, ele já será oficialmente atleta do Corinthians. O pré-contrato já está assinado. 

E foi assim que o Corinthians atropelou Inter, Grêmio, Vasco e Botafogo, com suas SAFs bilionárias.

Matías Rojas comemora gol pela seleção paraguaia. Ele se mostra um jogador diferenciado
Matías Rojas comemora gol pela seleção paraguaia. Ele se mostra um jogador diferenciado

Ofereceu um contrato de quatro anos a Matías Rojas.

A aposta é altíssima.

Ele recebe cerca de R$ 200 mil no Racing. A proposta que envolve salários, premiações e luvas chegam a R$ 900 mil mensais.

Não há meio-termo.

Ele chegará ao Parque São Jorge como o maior representante desse "novo Corinthians" no segundo semestre de 2023. Duilio Monteiro Alves e o grupo que o mantém no poder, puxado pelo ex-presidente Andrés Sanchez, quer uma equipe vencedora, para brigar pelos títulos da Copa do Brasil e do Brasileiro.

Para garantir a perpetuação no poder, já que o grupo, apoiado pelas organizadas, derrubou o ex-presidente Alberto Dualib, em 2007. E, depois de 16 anos, a oposição renasceu no Parque São Jorge, empurrada pelas dívidas do estádio em Itaquera e pelos fracassos do time.

Matías Rojas chegará com o peso de "salvador da pátria", por mais que Duilio e Luxemburgo tentem negar oficialmente a alcunha.

O treinador, de 71 anos, acredita que ele é o jogador ideal para revezar ou até atuar ao lado do mais cerebral meia do futebol brasileiro: Renato Augusto.

O Corinthians o apresentará como um grande troféu, símbolo do renascimento do time, que tem acumulado vexames. O maior deles na Taça Libertadores, eliminado na primeira fase, na quarta-feira. Repetindo 1977.

Matías Rojas sabe da responsabilidade.

E se diz pronto para o que virá pela frente, sem citar o Corinthians.

Além dele, o clube negocia com o volante colombiano Cuellar, ex-Flamengo que está no Al-Hilal.

O lateral Yan Couto, brasileiro que pertence ao Manchester City, foi oferecido por Kia Joorabchian. Mas o jogador, de 21 anos, que pertencia ao Coritiba, está reticente. Não mostra interesse em voltar ao futebol brasileiro. Disputou a última temporada europeia emprestado ao Girona.

"Tudo vai mudar neste segundo semestre", garante Duilio.

O peso de 'salvador da pátria' já está nas costas do paraguaio Matías Rojas.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.