Silvio Lancellotti Uma outra surpresa, 3 X 1, e o Lyon passa por cima do Manchester City

Uma outra surpresa, 3 X 1, e o Lyon passa por cima do Manchester City

Mais um suposto grande time que desaba na Liga dos Campeões da Europa. Agora, nas semifinais, dois clubes da Alemanha e dois times da França.

Justíssima vibração, Lyon 3 X 1 Manchester City

Justíssima vibração, Lyon 3 X 1 Manchester City

@OL

Uma ansiedade bem diferente do convencional envolveu as tropas do Manchester City e do Olympique Lyonnais que se acantonavam em Lisboa, Portugal, no aguardo da sua batalha de quartas de final pela Liga dos Campeões, a Champions League da Europa, neste sábado, dia 15 de Agosto de 2020. Além da preocupação específica diante da partida, os integrantes de ambas as delegações também se afligiam com a certeza de que ao seu vencedor, dia 19, na próxima quarta-feira, a sua semi, estará um Bayern de Munique capaz de acachapantes 8 X 2 no Barcelona. Os “Gones”, os meninos da França, sentiram menos a tensão e, por 3 X 1, se despediram dos “Citizens” da Inglaterra. Dois times da Alemanha e dois da França mais perto da taça.

No twitter do Lyon, o recado "Te Amo"

No twitter do Lyon, o recado "Te Amo"

@OL

De novo sem público, a circunstância compulsória para que a competição seguisse viva apesar dos malefícios da Covid-19, foi o quarto jogo consecutivo a acontecer em Portugal, a sede exclusiva de toda esta versão insólita da LC, a edição número 65, a 28ª desde que, em 1992/1993, mudou o seu nome de Cup para League. Inaugurada em 25 de Junho de 2019, então com 79 times de 54 afiliadas da UEFA, a entidade que administra o Futebol no Velho Mundo, as suas ações se interromperam em 11 de Março, num pico da pandemia, no meio das oitavas de final, para enfim retornarem no dia 7 de Agosto. Até aqui, já houve 116 pugnas com 379 tentos, a média de fato excelente de 3,27.

Farra em Turim, depois de o Lyon eliminar a Juventus

Farra em Turim, depois de o Lyon eliminar a Juventus

@OL

Na teoria, parecia absolutamente improvável que o City e o Lyon chegassem, juntos, ao limiar da decisão. Quando, em 16 de Dezembro de 2019, no seu opulento palco de Nyon, Suíça, a UEFA sorteou os emparceiramentos das oitavas, imediatamente um par de gigantes, Real Madrid, o maior ganhador da história da Champions, 13 títulos, e Juventus de Turim, eclodiram como favoritos sossegados ao triunfo diante do City e do Lyon. E no entanto o City bateu o Real em Madrid e em Manchester por duplo 2 X 1 e chegou invicto às quartas. O Lyon, daí, sobrepujou a Juve em casa por 1 X 0 e se locupletou do critério do gol na cidade do adversário e, mesmo derrotado por 1 X 2, então se classificou. Claro, era impossível imaginar qual dos dois prevaleceria.

O momento do tiro de Cornet, 1 X 0 Lyon

O momento do tiro de Cornet, 1 X 0 Lyon

@OL

Ironia: a pugna se desenrolou no Estádio José Alvalade, o próprio do Sporting, antológico rival do Benfica, a quem o Lyon desclassificou na fase de grupos. Existisse platéia no Alvalade, muito provavelmente os locais se tornariam torcedores dos “Gones”. Pois vibrariam bastante, aos 24’, quando o brasileiro Fernando Marçal, beque formado no Grêmio/RS, ex-Guaratinguetá/SP, lançou Ekambi que foi contido por Eric García. O marfinense Cornet, porém, na sobra, quase na entrada da área, bateu de canhota no canto de Éderson, outro brasileiro, o Lyon com 1 X 0, para a decepção do treinador Pep Guardiola.

A alegria de Aouar e Cornet, a decepção de Guardiola

A alegria de Aouar e Cornet, a decepção de Guardiola

@OL

Na etapa derradeira, enquanto Rudi Garcia, o seu rival no comando dos “Gones”, armava uma muralha de preto na proteção da vantagem, Guardiola colocou todo o seu City na ofensiva. Precisava quebrar um curioso tabu. Em dez confrontos anteriores diante de ingleses, o Lyon detinha a marca de cinco sucessos e cinco igualdades. Demorou até que, aos 68’, nascesse o 1 X 1, numa linda investida pela esquerda de Sterling até a linha de fundo e a bola recuada para o arremate de De Bruyne junto à marca do pênalti, o arqueiro Anthony Lopes esticado mas sem a possibilidade de alcançar.

Dembelé, 3 X 1, o craque do jogo

Dembelé, 3 X 1, o craque do jogo

@OL

Claro que os “Citizens” apertaram o seu cerco. Todavia, não se protegeram de um lance fortuito. Que despontou aos 79’, um passe em profundidade de Houssem Aouar no qual o árbitro Danny Makkelie, neerlandês, e o VAR, se equivocaram duas vezes: no impedimento de Cornet, que fez um contra-luz, e na infração de Dembelé sobre o pesadão Laporte. Dembelé desferiu os 2 X 1, à saída de Éderson. Daí, o City desperdiçaria duas belas chances de anotar e, de novo, se distraiu na retaguarda, numa outra avançada em contra-ataque, um petardo de Aouar que Éderson rebateu nos pés do afortunado Dembelé. Tinha entrado aos 75’ no lugar do capitão Memphis Depay e se consagrava, repentinamente, impactantemente, como o herói do Lyon, o craque do jogo.


Os dois desafios da fase semifinal:

Terça-feira, 18 de Agosto
RB LEIPZIG (Ale) X PSG (Fra)
Estádio da Luz, do Benfica de Lisboa
Nunca se encontraram numa LC

RB Leipzig

RB Leipzig

@Dierotenbullen

Red Bull Leipzig
Apelido: “Die Rotten Bullen”, ou “Os Touros Vermelhos”
Cidade de origem: Leipzig
Fundação: 2009
Ranking UEFA: 32

Melhor colocação anterior: fase de grupos, 2017/18
Em 2018/2019: fase de grupos da Europa League
Nesta edição: 6vit/2emp/1der – 17gp X 9gc
Treinador: Julian Nagelsmann (Ale), 33 anos
Artilheiros: Timo Werner (Ale) e Marcel Sabitzer (Aus), 4 tentos

PSG

PSG

@PSG_inside

Paris Saint-Germain FC
Apelido: “Les Parisiens”, ou “Os Parisienses”
Cidade de origem: Paris
Fundação: 1970
Ranking UEFA: 7

Melhor colocação anterior: semifinal 1995/96
Em 2018/2019: oitavas-de-final
Nesta edição: 7vit/1emp/1der – 22gp X 5gc
Treinador: Thomas Tuchel (Ale), 47 anos
Artilheiros: Mauro Icardi (Ita) e Kilyan Mbappé (Fra), 5 tentos


Quarta-feira, 19 de Agosto
LYON (Fra) X BAYERN PSG (Fra)
Estádio da Luz, do Benfica de Lisboa
No passado: duas vitórias do Lyon e quarto sucessos do Bayern em oito confrontos. Nos tentos, 9 X 11.

Lyon

Lyon

@OL

Olympique Lyonnais
Apelido: “Les Gones”, ou “Os Meninos”
Cidade de origem: Lyon
Fundação: 1950
Ranking UEFA: 17

Melhor colocação anterior: semifinal 2009/10
Em 2018/2019: oitavas de final
Nesta edição: 4vit/2emp/3der – 14gp X 11gc
Treinador: Rudi Garcia, 56
Artilheiro: Memphis Depay (Ner), 6 tentos

Bayern, o devorador de adversários, único invicto

Bayern, o devorador de adversários, único invicto

@FCBayern

FC Bayern Muenchen
Apelido: “Die Bayern”, ou “Os Bávaros”
Munique
Fundação: 1900
Ranking UEFA: 4

Melhor colocação anterior: 5 títulos (mais recente em 2013)
Em 2018/2019: oitavas-de-final
Nesta edição: 9vit/0emp/0der – 39gp X 8gc
Treinador: Hans-Dieter Click, 55 anos
Artilheiro: Robert Lewandowski (Pol), 14


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas