Silvio Lancellotti O Real Madrid e o Manchester City fecham o quarteto da Champions

O Real Madrid e o Manchester City fecham o quarteto da Champions

Nas semifinais, os "Merengues" se defrontarão com o Chelsea e os "Citizens" com o PSG. Dois clubes da Inglaterra, um time da Espanha e um da França. O City e o PSG nunca levantaram o troféu.

Depois da classificação, atletas do City abraçam o treinador Pep Guardiola

Depois da classificação, atletas do City abraçam o treinador Pep Guardiola

@ChampionsLeague

Quatro agremiações e quatro sobreviventes de três nações. Os dois combates desta quarta-feira, dia 14 de Abril, definiram os duelos que, nos próximos dias 27-28, a ida, e daí dias 4-5 de Maio, a volta, comporão as semifinais da “Champions League” da UEFA para a temporada de 2020/2021. Chelsea da Inglaterra X Real Madrid da Espanha, PSG da França X Manchester City também da Inglaterra se digladiarão pelo privilégio de disputar o título que o eliminado Bayern da Alemanha perdeu a chance de defender. Desabou diante do PSG. Os ganhadores dos dois duelos então se debaterão, num jogo único, na decisão de 29 de Maio, no modernoso Ataturk Olympic Stadium da cidade de Istambul, na Turquia.

Eis as fichas técnicas e as sínteses dos dois cotejos da quarta:

Mahrez e Phil Foden, vibração pelos 2 X 1 no Borussia, em Dortmund

Mahrez e Phil Foden, vibração pelos 2 X 1 no Borussia, em Dortmund

@ChampionsLeague

BORUSSIA DORTMUND 1 X 2 MANCHESTER CITY
Dortmund, Alemanha, Wesfalenstadion
Árbitro: Carlos del Cerro Grande (Espanha)
Gols: Bellingham X Mahrez/pen, Phil Foden
Na ida: Manchester City 2 X 1 Borussia Dortmund
Manchester. Inglaterra, Etihad Stadium
Árbitro: Ovidiu Hategan (Romênia)
Gols: De Bruyne, Phil Foden X Marco Reus

Bellingham e Mahrez, o tento da ilusão

Bellingham e Mahrez, o tento da ilusão

@ChampionsLeague

Mesmo sem a sua torcida habitualmente portentosa, não parecia nada absurda a tarefa da “Muralha Amarela” de Edin Terzic: vencer os “Citizens” de Pep Guardiola por 1 X 0. E o Borussia foi veemente na sua briga pelo sucesso desde o apito inicial do mediador Hategan. Fez 1 X 0 aos 15’ com o inesperado garoto Jude Bellingham, 17 anos e 289 dias de idade, petardo de direita, da entrada da área, que o arqueiro Éderson chegou a espalmar contra o seu ângulo esquerdo. O primeiro gol de Bellingham, um inglês, nesta LC, ele que registrara o seu primeiro pela “Muralha”, num prélio da “Budesliga”, no sábado que passou.

Mahrez, do City, cobra o penal controvertido

Mahrez, do City, cobra o penal controvertido

@ChampionsLeague

Bellingham se inscreveu nas antologias como o britânico mais jovem a anotar um tento numa “Champions”. Era o City, porém, o representante de Sua Majestade no cotejo. E Pep Guardiola, que não levanta um título internacional desde 2011, claro, mandou os “Citizens” ao ataque. Aos 55’, ironia, ganharia um belo favor de Hategan, um penal bem duvidoso de Emre Can, a pelota que resvalou na sua cabeça e escorregou sobre o seu o braço. Mahrez converteu, 1 X 1. Uma pena, o empate, estranho, desconsolou o time do Borussia. E o City se locupletou. Aos 75, com um chute rasteiro da linha da área, pelota que inclusive riscou o poste, Phil Foden definiu a sua qualificação. Quem sabe agora, Pep Guardiola?

Resumo histórico:
Jogos: 4 = 1vit Bor/1emp/2vit Cit
Gols: 4Bor X 5Cit

Roberto Firmino, numa das chances desperdiçadas pelo Liverpool

Roberto Firmino, numa das chances desperdiçadas pelo Liverpool

@ChampionsLeague

LIVERPOOL X REAL MADRID
Liverpool, Inglaterra, Anfield Road
Árbitro: Bjoern Kuipers (Neerlândia)
Na ida, Real Madrid 3 X 1 Liverpool
Madrid, Espanha, Estádio Alfredo Di Stéfano
Árbitro> Felix Brych (Alemanha)
Gols: Vinícius Júnior/2, Asensio X Salah

Zizou Zidane, o empate de 0 X 0 e a classificação

Zizou Zidane, o empate de 0 X 0 e a classificação

@ChampionsLeague

Mesmo que tivesse a presença da sua torcida habitualmente ruidosa, parecia impossível a missão dos “Reds” de Juergen Klopp, bater os “Merengues” de Zinedine Zidane por 2 X 0. Todavia, valessem as oportunidades desperdiçadas na etapa inicial, o resultado exibiria 3 X 1 em favor do dono-da-casa, fato que conduziria a partida à prorrogação e, eventualmente, os penais. Condicional. Nem a honraria mínima do 1 X 0 o Liverpool conseguiu perpetrar.

Resumo histórico:
Jogos: 8 = 3vit Liv/1emp/4vit RMa
Gols: 8Liv X 10RMa


Os dois cotejos da terça, dia 13:

O Chelsea que bateu o Porto

O Chelsea que bateu o Porto

@ChampionsLeague

CHELSEA 2/0 X 0/1 PORTO
(Promovidos os “Blues” pelo saldo de tentos)
Na ida: Porto 0 X 2 Chelsea
Sevilha, Espanha, Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán
Árbitro: Slavko Vincic (Eslovênia)
Gols: Mount, Chilwell
Na volta: Chelsea 0 X 1 Porto
Sevilha, Espanha, Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán
Árbitro: Clément Turpin (França)
Gol: Taremi

Resumo histórico:
Jogos: 10 = 6vit Che/1emp/3vit Por
Gols: 14Che X 8Por

O PSG que eliminou o Bayern

O PSG que eliminou o Bayern

@ChampionsLeague

PSG 3/0 X 2/1 BAYERN
(Promovidos os “Parisiens” pelos gols como visitantes)
Na ida: Bayern 2 X 3 PSG
Munique, Alemanha, Allianz Arena
Árbitro: Antonio Mateu Lahoz (Espanha)
Gols: Choupo-Moting, Mueller X Mbappé/2, Marquinhos
Na volta: PSG 0 X 1 Bayern
Paris, França, Parc des Princes
Árbitro: Daniele Orsato (Itália)
Gol: Choupo-Moting

Resumo histórico:
Jogos: 11 = 6vit Par/0emp/5vit Bay
Gols: 15Par X 14Bay

Desde o seu início, 8 de Agosto de 2020, a “Champions”  ostentou 51 mata-matas de eliminatórias, 96 combates do Grupo A até o H, os 16 jogos de oitavas de final e mais os oito cotejos das quartas, o acumulado de 171 prélios e 498 gols, média de 2,91. Público? Aqui e ali a Covid-19 permitiu algumas ousadias e 165.939 audaciosos puderam aparecer nos estádios. Média insignificante e pouco digna até do Futebol de Areia: 1.383 pessoas.

A belíssima taça da Champions League

A belíssima taça da Champions League

UEFA

Esta, da temporada de 2020/2021, é a 66ª edição da LC, a 29ª desde que, no contenda de 1992/1993, abandonou o seu nome original de Copa dos Campeões e se rebatizou de “Champions League”. Principiou com 79 equipes de 54 das suas 55 afiliadas. A exceção: Liechtenstein, cujos times disputam os torneios da Suíça. Num paralelo, as Ilhas Far Oer e Gibraltar, que dependem da Dinamarca e da Inglaterra, já dispõem das suas próprias federações. Dentre os semifinalistas, o Real Madrid tem 13 titulos e o Chelsea foi campeão uma vez. O City e o PSG só levaram uma vez a extinta Copa dos Vencedores de Copas.

AFP


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Real segura Liverpool e vai à semi da Champions; City também passa

Últimas