Silvio Lancellotti O Inter também empata e o São Paulo segura a sua folga na tabela

O Inter também empata e o São Paulo segura a sua folga na tabela

Mesmo com dez, o "Tricolor" se igualou ao Flu. O "Colorado", porém, não soube aproveitar e se limitou a um outro empate, 0 X 0, com o Cruzeiro.

Tréllez, São Paulo 1 X 1, entrou no prélio e depressa chegou ao empate

Tréllez, São Paulo 1 X 1, entrou no prélio e depressa chegou ao empate

FolhaPress

Mesmo com apenas 22 jornadas efetivamente completas em um total de 38, a cada nova semana mais se afastam seis clubes, dos outros catorze, na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro de 2018. E a rodada que terminou neste domingo, 2 de Setembro, consolidou essa situação, apesar de uma surpresa monumental. No Maracanã, com 55.147 presentes, quinto melhor público da competição, o Flamengo desabou, 0 X 1, diante de um Ceará que não conhecia o triunfo nas suas últimas cinco pelejas, o Ceará que, apesar dos 3 pontos, permaneceu, com 20, na zona de rebaixamento á segunda divisão.

Leandro Carvalho, 1 X 0 no Fla, enfim uma vitória do Ceará

Leandro Carvalho, 1 X 0 no Fla, enfim uma vitória do Ceará

Ricardo Morales/Reuters - 02.09.2018

Estacionado no patamar dos 41 pontos, o Flamengo, que havia liderado o torneio da rodada de número 3 até a de número 17, desperdiçou uma chance preciosíssima de se reaproximar do ponteiro São Paulo, que desembarcou no domingo com 45 e hospedaria, no seu Morumbi quase repleto, 49.348 espectadores, o irregular Fluminense, 26, duas derrotas e um empate nos seus cinco jogos recentes. Uma estupidez de Diego Souza, uma cotovelada em Léo, aos 34’, limitou o São Paulo a dez homens. E uma saída bizarra de Sidão, aos 53’, redundou no tento contra de Anderson Martins, “Pó-de-Arroz” 1 X 0. Porém, Diego Aguirre, o treinador do “Tricolor”, de novo demonstrou o seu talento nas alterações. De uma combinação entre os substitutos Régis e Tréllez, num contra-ataque veloz, surgiria a igualdade, 1 X 1.

Jael, dois gols em Grêmio 4 X 0 Botafogo

Jael, dois gols em Grêmio 4 X 0 Botafogo

FolhaPress

Àquela altura, o Grêmio já havia subido ao degrau dos 40 pontos, graças ao seu sucesso retumbante de 4 X 0, Jael duas vezes, diante do Botafogo, no sábado. E também o Atlético Mineiro havia melhorado, um pouquinho, a sua condição, ao arrancar o empate, 1 X 1, ao Corinthians, na Paulicéia, na data exata dos festejos dos 108 anos do “Timão”, e se fixar no 6º lugar com 35. Porém, com os seus 46, o São Paulo já não poderia ser alcançado no topo da tabela pois o rival mais próximo, o Internacional, com 42, no máximo atingiria os 45, caso batesse o Cruzeiro, 30, em visita ao Mineirão”. Um duelo, aliás, entre sulistas. Mano Menezes, o treinador da “Raposa”, 56 e gaúcho de Passo do Sobrado. E Odair Hellmann, do “Colorado”, 41 e catarinense de Salete.

Borja, Palmeiras 2 X 1 Chape, o sexto sucesso seguido do Felipão

Borja, Palmeiras 2 X 1 Chape, o sexto sucesso seguido do Felipão

FolhaPress

Confronto equilibrado, em que predominaram as defesas, e em que escassearam as boas chances. Encerramento no 0 X 0, ruim para ambos os adversários. Especialmente o Inter, porque permaneceu 3 pontos atrás do São Paulo. No outro duelo que incluiu um dos membros do sexteto, debaixo de um toró, a temperatura em torno de 13 graus, o Palmeiras visitou a Chapecoense e, ironia, inaugurou o placar, logo aos 13’, através de Hyoran, nativo das plagas do “Índio Condá”. Cada vez mais seguro sob a batuta de Luiz Felipe Scolari, o Felipão, o “Verdão” sumariamente ignorou a vibração dos 4.546 fanáticos que resistiram à intempérie e, aos 51’, duplicou, Borja. Aos 61’, de todo modo, depois de um escanteio, Rafael Thyere cabeceou e diminuiu. Sempre um conservador, o Felipão optou por proteger o resultado e a sua sexta vitória consecutiva no Brasileiro. O Palmeiras se retraiu, mas escalou os 40 pontos. Como o Grêmio, uma folga de 5 sobre o “Galo”.


Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Tweetar”, ou registre a sua opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas