Silvio Lancellotti O "Calcio" tenta resgatar dentro de casa o ânimo que perdeu na Europa

O "Calcio" tenta resgatar dentro de casa o ânimo que perdeu na Europa

Só o Milan e o Napoli venceram nos torneios da UEFA, Agora, mais um fim-de-semana de "Nazionale" e três dias de batalha nos torneios do continente

Os vinte clubes da Serie A 2020/2021

Os vinte clubes da Serie A 2020/2021

Reprodução Serie A

Foi horrorosa, na Liga dos Campeões, e quase excelente, na Liga Europa, a participação das agremiações da Itália nas duas competições administradas pela UEFA. Na LE, o “Calcio” tem três equipes entre as 158 inscritas. No seu San Siro, o Milan suplantou o Sparta Praha da República Tcheca por 3 X 0. Em visita à Espanha, o Napoli superou o Real Sociedad por 1 X 0. Somente a Roma escorregou, ao ficar no placar de 0 X 0 com o CSKA da Bulgária. Na LC, são quatro as peninsulares entre as 79 disputantes. E lá aconteceram duas igualdades preocupantes: Shakhtar Donetsk da Ucrânia 1 X 1 Internazionale, e Atalanta 2 X 2 Ajax da Holanda. Menos ruim o empate da Lazio, 1 X 1, com o Club Brugge na Bélgica. Lastimável, todavia, o tombo patético da Juventus, 0 X 2 Barcelona, dentro do seu vazio Allianz Stadium de Turim.

No Futebol da Itália, os rigores dos protocolos de segurança

No Futebol da Itália, os rigores dos protocolos de segurança

Reprodução Lega Calcio

Obviamente, e desafortunadamente, permanecem tristes as contingências que a Covid-19 derramou no planeta e, claro, no Futebol. Além de todos os rigores da segurança e do combate à pandemia, se comprimiram calendários e campeonatos. E, como transcorreu na semana anterior, de novo na próxima, sem os interregnos que eram habituais em anos passados, se desenrolará de forma encavalada a terceira jornada das duas competições. Na terça-feira, dia 3 de Novembro, e na quarta, dia 4, a LC. Na quinta, dia 5, a LE. Como o “Nazionale” da Itália também sofre com a falta de datas, sobrarão 72 horas para as sete agremiações se exibirem em partidas pela “giornata” número 6.

Uma alegoria de apresentação de Napoli X Sassuolo

Uma alegoria de apresentação de Napoli X Sassuolo

Reprodução NapoliNaVeia

A epopéia principia no sábado com os combates das duas esquadras “nerazzurre” da Lombardia. Na quarta posição, 10 pontos, a Inter hospeda o Parma, meros 4. Sexto lugar, 9 pontos, a Atalanta viaja até o sul da Bota para desafiar o Crotone que, em quatro duelos, só conseguiu arrancar um empatezinho à Juventus. O domingo mostrará, ao menos, um confronto direto no topo da tabela. Vice-líder, nos 11 pontos, o Napoli recebe o Sassuolo, ameaçador, com 10. Líder com 13, o Milan visita a Udinese, empacada com 3 mas capaz de reviravoltas e de surpresas. A Juve, 9, tenta o resgate diante do Spezia estreante, nos 5. A Lazio, com 7, vai ao Piemonte se debater com o Torino, 1 ponto mas uma porfia menos. E a Roma, 8, luta para se desvencilhar da Fiorentina, bem perto, 7, e perigosa mesmo no Stadio Olimpico.

Zinedine Zidane X Antonio Conte, ou Real X Inter, o grande cotejo da "Champions"

Zinedine Zidane X Antonio Conte, ou Real X Inter, o grande cotejo da "Champions"

@realmadrid

Não haverá, na segunda-feira 2, no “Nazionale”, um jogo com time incluído nos torneios da UEFA. Todavia, bem importante para os efeitos da classificação, o Verona, nos 8 pontos, pegará o Benevento, que tem três. Uma vitória do Verona, somada a quedas eventuais de Atalanta, Inter e Juve, colocará os “Gialloblù” do Vêneto em plena Zona Uefa, fato que poderá desalentar os rivais, já provenientes de performances insuficientes e diante de complexidades bem alentadas. No dia 3, pela LC, no Grupo B, a Inter, 2 pontos e a terceira colocação, se digladiará, em Madrid, com o desesperado Real, inacreditavelmente o último da  turma, um degrau atrás. Pelo Grupo D, a Atalanta, com 4, no segundo posto, receberá exatamente o líder Liverpool, que tem 6. Lógico, um seu triunfo será convenientemente tranqüilizador.

No Twitter do CR7, a expectativa de "voltar mais forte ainda"

No Twitter do CR7, a expectativa de "voltar mais forte ainda"

@Cristiano

Com 4 pontos, a Lazio ocupa o topo da tabela do Grupo F. Um golzinho mais de saldo que o Brugge, também 4. Só que, encostadinho, segue o Borussia Dortmund, nos 3. E quarta-feira, dia 3,  a “Águia” voa até São Petersburgo, na Rússia, onde brigará contra o zerado, aflitíssimo Zenit. Parecia pior, no Grupo H, a missão da Juventus, uma outra vez arriscada a não utilizar o seu astro Cristiano Ronaldo, portador assintomático do Novo Coronavírus. Na noite de sexta-feira, contudo, os médicos da "Senhora" liberaram o CR7 do isolamento. Com 3 pontos, a Juve espera ultrapassar, na Hungria, o também zerado e angustiado Ferencvarós. E espera que, na Espanha, o líder Barcelona, nos 6, consiga detonar o Dynamo Kiyv da Ucrânia, só um mínimo pontinho. 


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas