Silvio Lancellotti No dia dos 125 anos da "Gazzetta", a Inter consolida sua liderança

No dia dos 125 anos da "Gazzetta", a Inter consolida sua liderança

Celebração do mais antigo jornal de esportes do planeta, com a "Biscione" oito pontos à frente do Milan e, ainda, um jogo atrasado, contra o mediano Sassuolo, a se realizar no próximo 7 de Abril

Um anúncio celebrativo dos 125 anos da "Gazzetta"

Um anúncio celebrativo dos 125 anos da "Gazzetta"

Reprodução

Num universo de tantas informações entristecedoras, ao menos uma efeméride alvissareira. No dia 3 de Abril de 1896, resultado da ousadia de dois jornalistas, Eugenio Camillo Costamagna (1864-1918) e Elìso Rivera (1865-1936), com 20.000 exemplares de tiragem circulou nas ruas de Milão a primeira edição de “La Gazzetta dello Sport”, o mais antigo e ainda ativíssimo periódico multi-esportivo do planeta. A prioridade era o Ciclismo. Na sua redação de vinte abnegados, porém, já havia especialistas em Turfe, Hipismo, Alpinismo, Pugilismo, Esgrima, Tiro, Iatismo, Canoagem, Natação, Atletismo e, timidamente, o Futebol, que meramente começava a fixar suas raízes tentaculares.

Do tempo em que era impressa em papel verdinho e era bissemanal

Do tempo em que era impressa em papel verdinho e era bissemanal

Reprodução

Neste sábado, 3 de Abril de 2021, “La Gazzetta” atingiu os seus 125 anos de precisão e dignidade, o “Calcio” no comando das suas ocupações. Era bissemanal, impressa em papel verdinho, e saía nas segundas e nas sextas. Em 1899 assumiu a cor-de-rosa que perdura até hoje. E em 1919 virou um diário. Em 12 de Julho de 1982, na data subseqüente à conquista pela “Squadra Azzurra” da Copa da Espanha, vendeu cerca de 1,5 milhão de exemplares. Atualmente, além das 350.000 unidades que distribui em bancas, via Internet alcança o absurdo de 50 milhões de pessoas. Por um acaso do destino, a celebração dos 125 anos coincidiu com a véspera do Domingo de Páscoa na Bota, data em que não se joga o Futebol. Toda a rodada 29 do “Nazionale” se realizou em honra da “Gazzetta”.

Eis as sínteses dos principais cotejos:

Milan, agora seis jogos sem vitória dentro de casa

Milan, agora seis jogos sem vitória dentro de casa

@Serie A Calcio

MILAN 1 X 1 SAMPDORIA
Milão, San Siro
Árbitro: Marco Piccinini

Gols: Petter Hauge X Quagliarella

Mais uma exibição frustrante do “Diavolo” de Stefano Pioli, e mais uma apresentação esquecível de Zlatan Ibrahimovic. O Milan perdia da Samp, Quagliarella, desde os 57', e se salvou graças a um lampejo individual do norueguês Jens Petter Hauge aos 87’, ele que apenas havia entrado no prélio aos 74. Seis prélios seguidos, em casa, sem vitória, um recorde negativo que não acontecia aos "rossoneri" desde 2013.

Atalanta, agora na terceira colocação

Atalanta, agora na terceira colocação

@Serie A Calcio

ATALANTA 3 X 2 UDINESE
Bérgamo, Atleti Azzurri d’Italia
Árbitro: Gianluca Manganiello

Gols: Muriel/2, Zapata X Pereyra, Stryger Larsen

Para a irritação de Gian Piero Gasperini, uma re-reprise da “Deusa” de costume. Domina, sai à frente, abre dois tentos de folga e então relaxa e permite que a adversária se aproxime no placar. Menos mal que dispõe da dupla de colombianos Muriel & Zapata. Muriel, aliás, subiu aos 18 tentos na tabela de artilheiros, apenas atrás dos então 19 de Lukaku e dos então 23 de Cristiano Ronaldo, que ainda disputariam os seus cotejos horas depois.

Napoli, fez quatro mas levou três do rabeira da tabela

Napoli, fez quatro mas levou três do rabeira da tabela

@Serie A Calcio

NAPOLI 4 X 3 CROTONE
Nápoles, Diego Armando Maradona
Árbitro: Antonio Di Martino

Gols: Insigne, Osimhen, Mertens, Di Lorenzo X Simy;2, Messias

Gennaro Gattuso, o irrequieto treinador do “Burro” da Terra da Pizza, com certeza passará a sua Páscoa a pensar de que modo foi capaz de ceder, numa só porfia, três tentos a um time que havia anotado meros 19 em 28 pugnas. E um Crotone praticamente na Série B.

Roma, cada vez mais longe de uma vaga nas copas da Europa

Roma, cada vez mais longe de uma vaga nas copas da Europa

@Serie A Calcio

SASSUOLO 2 X 2 ROMA
Reggio nell’Emilia, MAPEI Stadium
Árbitro: Luca Pairetto

Gols: Traore, Raspadori X Lorenzo Pellegrini/pen, Peres

Brava exibição dos rapazes de Roberto De Zerbi, que não pôde contar com os seus dois melhores atletas, o armador Berardi e o avante Caputo, lesionados. E enquanto isso, a desconjuntada “Loba” de Paulo Fonseca cada vez mais se distancia da chance de uma vaga na próxima “Champions League” da UEFA e talvez, até mesmo, da Liga Europa.

Juventus, ao invés de Futebol, uma bagunça varzeana

Juventus, ao invés de Futebol, uma bagunça varzeana

@Serie A Calcio

TORINO 2 X 2 JUVENTUS
Turim, Olìmpico Grande Torino
Árbitro: Michael Fabbri

Gols: Sanabria/2 X Chiesa, Cristiano Ronaldo

Obrigado a punir Arthur e Dybala, que compareceram à festinha de aniversário de seu colega Weston McKennie em plena quarentena, Andrea Pirlo de novo improvisou o meio de campo da “Senhora”. Consequência: uma total bagunça. A Juve ainda inaugurou o placar, Chiesa aos 13’, em um lance individual, descida pela canhota. Aos 27, porém, o arqueiro Szczesny rebateu um tiro de Madrágora na testa do paraguaio Sanabria. Que, aos 15" da etapa final, desfrutaria uma bola ridiculamente recuada por Kulusevski, 2 X 1.
 

Sanabria, quatro gols no Campeonato, dois na Juventus

Sanabria, quatro gols no Campeonato, dois na Juventus

@Torino_1906

Incrível: até então, no Campeonato, o paraguaio só havia registrado dois tentos. Dobrou seu butim diante da Juve, que então tentaria, desesperadamente, reagir. Foi triste, a bagunça se transformou numa pelada varzeana. Aos 79, oportunista, o CR7 igualou, num tento confirmado pelo VAR. Estaria impedido, não fosse um desvio de bola pela zaga do Torino. A “rete” de número 24 do astro lusitano no certame. Um alivio alvinegro, e o desalento grená, em particular do seu “padrone” Urbano Cairo, que é também dono da empresa Rcs, curiosa e coincidentemente a principal acionista da “Gazzetta”. 

 

Internazionale, a liderança cada vez mais sossegada

Internazionale, a liderança cada vez mais sossegada

@Serie A Calcio

BOLOGNA 1 X 1 INTERNAZIONALE
Bolonha, Renato Dall’Ara
Árbitro: Piero Giacomelli

Gols: Lukaku

Feliz a “Biscione”, a serpente mitológica, que visitou a capital gastronômica da Bota já sabedora dos infortúnios dos seus perseguidores. Entrou no gramado do Dall’Ara cinco pontos à frente do Milan, sete à frente da Atalanta, e ainda terá um cotejo a resgatar, no dia 7 agora, quarta-feira, mandante, contra o Sassuolo. Mesmo assim, exibiu a paciência e a eficiência de uma campeã. Aos 31’, depois de um levantamento de Bastoni, Lukaku testou, Ravaglia espalmou num poste e o "panzer" da Bélgica arrematou, sua “rete” número 20.

Detalhe do gol decisivo de Lukaku

Detalhe do gol decisivo de Lukaku

@Serie A Calcio

Apesar da resiliência do Bologna, aliás dirigido por um ex-Inter, o multivalente Sinisa Mihailovic, a “Biscione” não precisou queimar muitas energias para assegurar os três pontos. Antonio Conte, o seu “mister”, levantou uma muralha de oito homens da sua intermediária até a linha da grande área, e confiou nos contra-ataques velozes de Lukaku e de Lautaro Martínez. Pecou pela displicência nas finalizações. De todo modo, com 68 pontos, um jogo menos, e o Milan em queda, bem longe nos 60, Conte & Cia. já podem vislumbrar o “scudetto” número 19, um à frente dos 18 títulos do seu rival de cidade.

Lukaku, agora 20 gols no certame da Série A

Lukaku, agora 20 gols no certame da Série A

@Inter

Os cotejos da rodada 29:

SÁBADO, dia 3 de Abril
Milan (60pts/2º lugar) 1 X 1 Sampdoria (36/10)
Atalanta (58/3) 3 X 2 Udinese (33/12)
Benevento (30/15) 2 X 2 Parma (20/19)
Cagliari (22/18) 0 X 2 Verona (41/8)
Genoa (32/13) 1 X 1 Fiorentina (30/14)
Lazio (52/7*) 2 X 1 Spezia (29/16)
Napoli (56/5*) 4 X 3 Crotone (15/20)
Sassuolo (40/9*) 2 X 2 Roma (51/7)
Torino (24/17*) X Juventus (56/4*)
Bologna (34/11) X Inter (68/1*)

(*Juventus X *Napoli, emTurim, a se recuperar em 7 de Abril. *Internazionale X *Sassuolo, em Milão, também em 7 de Abril. *Lazio X *Torino, em Roma, ainda à espera de uma data.)


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Últimas