Silvio Lancellotti Nesta semana se decidem os finalistas das duas Copas da UEFA

Nesta semana se decidem os finalistas das duas Copas da UEFA

Na "Champions", após 172 cotejos se conhecerão os candidatos a suceder o Bayern da Alemanha. Na Liga Europa, depois de 375 combates, quem leva o troféu que está com o Sevilla da Espanha.

A vitrina de taças do Real Madrid, 13 vezes na "Champions"

A vitrina de taças do Real Madrid, 13 vezes na "Champions"

realmadrid.com

Depois de 172 pelejas, de mata-matas de qualificação, desafios na fase de chaves e mais mata-matas das oitavas até a etapa das semifinais, nesta semana se conhecerão os dois clubes que se digladiarão, no próximo 29 de Maio, no Ataturk Olympic de Istambul, Turquia, pelo título da Liga dos Campeões, ou “Champions League” da Europa de 2020/2021. Dentre os desafiantes, o Real Madrid da Espanha levantou 13 troféus e o Chelsea da Inglaterra foi campeão uma vez. O Manchester City da Inglaterra e o PSG da França só arrebataram, e apenas em uma única ocasião, a hoje extinta Copa dos Vencedores de Copas.

O Liverpool, três vezes o campeão da UEFA/Liga Europa

O Liverpool, três vezes o campeão da UEFA/Liga Europa

UEFA.tv

Também nesta semana se determinarão os times que, no dia 26 de Maio, no Stadion Miejski de Gdansk, Polônia, depois da maratona de 357 partidas, se enfrentarão pela conquista da Liga Europa desta mesma temporada. Dos quatro contendores o Liverpool da Inglaterra abiscoitou, em três oportunidades, o troféu do evento. Único dentre os semifinalistas, aliás, a amealhar o galardão. A Roma da Itália foi vice, uma vez. O Villarreal da Espanha foi às semis numa ocasião mas não conseguiu passar à grande decisão. O Arsenal apenas obteve um título continental, e na extinta Copa das Copas.


OS JOGOS DA “CHAMPIONS LEAGUE”

O duelo de Manchester

O duelo de Manchester

Reprodução

Dia  4 de Maio, terça-feira
MANCHESTER CITY X PSG
Manchester, Inglaterra, Etihad Stadium
Na ida: PSG 1 X 2 Manchester City
Paris, França, Parc des Princes
Árbitro: Felix Brych (Alemanha)
Gols: Marquinhos X De Bruyne, Mahrez

Depois do seu horroroso desastre da Cidade Luz, quando saiu à frente no placar e o seu arqueiro Kaylor Navas fraquejou nos dois tentos do City, o PSG, agora, precisa de um triunfo por dois tentos de diferença como visitante. Missão quase impossível diante de um elenco que permanece invicto após onze porfias, venceu dez dos seus cotejos e, até aqui, meramente concedeu quatro gols. Não deve ajudar em nada, mesmo, o fato de Neymar ter anunciado que não vai reformar o seu contrato com o PSG. Sempre o garoto mimado...
Balanço: 4jog = 0PSG/2emp/2MC – 3g PSG X 5g MC

O duelo de Londres

O duelo de Londres

Reprodução

Dia 5 de Maio, quarta-feira
CHELSEA X REAL MADRID
Londres, Inglaterra, Stamford Bridge
Na ida: Real Madrid 1 X 1 Chelsea
Madrid, Espanha, Estàdio Alfredo Di Stéfano
Árbitro: Danny Makkelie (Neerlândia)
Gols: Benzema X Pulisic

Aos Blues, basta o 0 X 0 original para se qualificarem à decisão. O empate de 1 X 1 levará o duelo à prorrogação e, eventualmente, à loteria dos penais. Aos “Merengues”, vale qualquer igualdade por dois ou mais tentos. E, claro, óbvio, quem vencer estará em Istambul.
Balanço: 4jog = 0RM/2emp/2Ch – 3g RM X 5g Ch

Bayern, o mais recente ganhador da "Champions"

Bayern, o mais recente ganhador da "Champions"

UEFA

Esta, da temporada de 2020/2021, é a 66ª edição da LC, a 29ª desde que, em 1992/1993, trocou o nome original de Copa dos Campeões para Liga dos Campeões. Principiou com 79 equipes de 54 das suas 55 afiliadas. A exclusiva exceção: Liechtenstein, cujos times disputam os torneios da Suíça. Curiosamente, as Ilhas Far Oer e Gibraltar, que integram a Dinamarca e a Inglaterra, já dispõem das suas próprias federações. Desde o seu começo, 8 de Agosto de 2020, ostentou 51 mata-matas de eliminatórias e mais 96 combates do Grupo A até o H, os 16 jogos das oitavas de final, os oito das quartas e o primeiro das semis, o total de 172 prélios e 503 gols, média de 2,92. Público? Aqui e ali a pandemia permitiu ousadias e 165.939 pessoas viram os duelos. Média insignificante, 1.360 fanáticos.


OS JOGOS DA “EUROPA LEAGUE”
Ambos no dia 6 de Maio, quinta-feira

O duelo da Cidade Eterna

O duelo da Cidade Eterna

Reprodução

ROMA X MANCHESTER UNITED
Roma, Itália, Stadio Olìmpico
Na ida: Manchester United 6 X 2 Roma
Manchester, Inglaterra, Old Trafford
Árbitro: Carlos Del Cerro Grande, Espanha
Gols: Bruno Fernandes 2/1pen, Cavani/2, Pogba, Greenwood X Pellegrini/pen, Dzeko

A Roma necessita de além de um “miracolo” para ganhar de 4 X 0, no mínimo.
Balanço: 7jog = 5Utd/1emp/1Rom – 19gUtd X 6g Rom

O outro duelo de Londres, este na Liga Europa

O outro duelo de Londres, este na Liga Europa

Reprodução

ARSENAL X VILLARREAL
Londres, Inglaterra, Emirates Stadium
Na ida: Villarreal 2 X 1 Arsenal
Villarreal, Espanha, Estádio de la Ceràmica
Árbitro: Artur Soares Dias, Portugal
Gols: Trigueros, Albiol X Pépé/pen

Ao “Submarino Amarelo” basta se trancafiar na defesa e segurar o 0 X 0 original ou arrancar uma igualdade por qualquer placar aos “Gunners”. Aos rapazes da Terra dos Beatles serve um triunfo pelo resultado mínimo, 1 X 0. Mas, caso o Villarreal anote um gol, problema à vista, aliás um problemaço. Necessitarão sobrepujá-lo por dois tentos de diferença.
Balanço: 5jog = 1Vil/2emp/2Ars – 3g Vil X 6g Ars
.

Nesta Liga Europa, iniciada em 18 de Agosto de 2020, se realizaram 357 jogos com 1.095 tentos, a média de 3,07. Obviamente depauperado pelos protocolos de segurança anti-Covid-19, o seu global de espectadores soma 99.205. Média de público: a triste insignificância de 494 pessoas. Esta é a sua edição de número 50 desde que nasceu como Copa UEFA, em 1971/1972, e a de número 12 desde que, em 2009/2010, abarcou a Copa dos Vencedores de Copas e amealhou o seu gigantismo atual e o seu novo batismo.

O Sevilla, o mais recente ganhador da Liga Europa

O Sevilla, o mais recente ganhador da Liga Europa

SevillaFC

Quando principiou, ostentava uma relação mastodôntica: 205 equipes das 55 federações da UEFA. Atravessou oito eliminatórias e mais um mini-certame de 12 grupos com 48 agremiações. Daí, aos 12 ganhadores e aos seus vices se agregaram oito repescados, os terceiros colocados das chaves da LC. Soma: 32 clubes que se confrontaram em mata-matas para depurar os 16 das oitavas de final e daí em diante, até se conhecerem os quatro das semis. Ironia: exatamente quando comemora seu meio século o evento desaparece. A partir de 2021/2022 a LE sofrerá a redução das 205 equipes para só 57. Compensação da UEFA, a criação da “Conference League” que iniciará as suas disputas com 184 clubes.


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Últimas