Silvio Lancellotti Milan e Internazionale vencem. E o CR7 sobe aos 14 gols na artilharia.

Milan e Internazionale vencem. E o CR7 sobe aos 14 gols na artilharia.

Mesmo sem Ibrahimovic, e graças a uma proeza do garoto português Rafael Leão, o "Diavolo" chega aos 37 pontos, dez mais do que a Juventus, a sua adversária no próximo dia 6.

Cristiano Ronaldo, dois gols  na Udinese e, agora, 14 no comando da artilharia

Cristiano Ronaldo, dois gols na Udinese e, agora, 14 no comando da artilharia

@Serie A Calcio

Quem não tem Ibrahimovic vai à luta com Rafael Leão. Ausente o lesionado sueco, nos 10 tentos em seis partidas, coube ao seu habitual parceiro de ataque, o português de apenas 21 anos de idade, fazer o gol que, aos 49’ de uma partida complicada diante do Benevento, no gramado do adversário, manteve o Milan no topo da classificação do Campeonato Italiano de 2020/21. O time de Stefano Pioli havia inaugurado o marcador aos 15’, Kessie, de pênalti, mas tinha ficado com dez em campo já aos 33’, expulso da porfia o apoiador Tonali, responsável por uma investida absurda num joelho de Ionita. Com uma virada espetacular, um metro além do bico direito da área do hospedeiro, Leão garantiu os pontos cruciais.

O momento do arremate de Rafael Leão

O momento do arremate de Rafael Leão

@ACMilan

Depois de 15 rodadas de um torneio programado para o total de 38, o “Diavolo” da capital da Lombardia subiu aos 37 pontos e preservou a sua folga de um insignificante degrau sobre os 36 da sua rivalérrima de cidade, a Internazionale que, mais cedo, havia detonado o precário Crotone por 6 X 2. Placar à parte, a Inter agora com 40 tentos, a mais potente ofensiva do Campeonato, o combate se caracterizou pelas ações do platino Lautaro Martinez, primeira “tripletta” na Velha Bota, e do belga Romelu Lukaku, que registrou duas “reti” e subiu às 12, até então a marca de Cristiano Ronaldo, o CR7, isolado lá no alto.

Lautaro Martinez (no meio), a primeira "tripletta" na Série A

Lautaro Martinez (no meio), a primeira "tripletta" na Série A

@Serie A Calcio

No patamar dos 24 pontos, uma porfia menos, entretanto, a “Senhora” de Turim ainda precisaria realizar, na jornada, no seu Allianz Stadium, a sua pugna diante da Udinese. E precisaria obrigatoriamente vencer para não se afastar da liderança e, mais importante ainda, da chamada região de qualificação à próxima Liga dos Campeões. Estava atrás da Roma, que havia sobrepujado a Sampdoria por 1 X 0 e escalado o patamar dos 30 pontos. Atrás do Napoli, com quem tem o cotejo atrasado a resgatar, o "Burro" que havia batido o Cagliari, 4 X 1, mesmo em viagem, e subido aos 28. Atrás ainda dos 26 pontos do Sassuolo, que fora derrotado por 1 X 5 dentro da Bérgamo da Atalanta, que assumira os 25.

A Roma, na terceira posição da tabela

A Roma, na terceira posição da tabela

@Serie A Calcio

Claro que, nesse cenário, o CR7 necessitaria voltar à sua natural regularidade de antes do interregno Natal/Réveillon. Uma forma física e mental que lhe permitira perpetrar os seus 12 tentos em 10 presenças. Pois ele parecia sonolento até os 31’ quando Ramsey surrupiou uma pelota pertinho da linha lateral e lhe entregou, pouco além da intermediária. O CR7 avançou até a área da Udinese e chutou, cruzado, no canto oposto de Musso, a Juve 1 X 0.

O momento do arremate do CR7, a Juventus 1 X 0

O momento do arremate do CR7, a Juventus 1 X 0

@Serie A Calcio

Logo no início da etapa derradeira, aos 49’, o CR7 atuou como lançador e deu um lindo passe em profundidade, de 40 metros e de trivela, até Chiesa, 2 X 1. Daí, alcançaria o pico das 14 “reti” ao cravar os 3 X 0, 70’, no desfrute de um toque, de novo em profundidade, de Bentancur. Aos 90 Zeegelaar diminuiria, 1 X 3. Mas, aos 91, Dybala saboreou um outro tiro em profundidade, desta vez de Danilo, para determinar os 4 X 1. Pois é. Graças a quatro contra-ataques a “Senhora” colheu os pontos que buscava. Necessitará melhorar bastante, porém, para desafiar o Milan, na próxima quarta-feira, dia 6, em viagem até San Siro.

Todos os cotejos da rodada 15:

8h30 (de Brasília)
INTER (36 pontos/2º lugar) 6 X 2 CROTONE (9/20)

Zielinski, à direita, dois dos gols do Napoli em Cagliari

Zielinski, à direita, dois dos gols do Napoli em Cagliari

@Serie A Calcio

11h00
ATALANTA (25/7) 5 X 1 SASSUOLO (26/6)
CAGLIARI (14/15) 1 X 4 NAPOLI (28/4)
FIORENTINA (15/14) 0 X 0 BOLOGNA (16/12)
GENOA (10/19) 1 X 1 LAZIO (24/9)
PARMA (12/16) 0 X 3 TORINO (11/17)
ROMA (30/3) 1 X 0 SAMPDORIA (17/11)
SPEZIA (11/18) 0 X 1 VERONA (23/8)

14h00
BENEVENTO (18/10) 0 X 2 MILAN (37/1)

16h45
JUVENTUS (27/5) 4 X 1 UDINESE (15/13)

(Napoli, Juventus, Atalanta e Verona, um prélio menos)


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas