Silvio Lancellotti Mesmo em casa o Milan empaca e o Campeonato Italiano se re-embola

Mesmo em casa o Milan empaca e o Campeonato Italiano se re-embola

Sem o artilheiro Ibrahimovic, lesionado, o líder ficou nos 2 X 2 diante do Parma. Vencedores, se aproximaram Inter, Napoli, Juve, Sassuolo e Roma.

Frustração no San Siro

Frustração no San Siro

@Serie A Calcio

Pode se batizar de preciosa, praticamente de espetacular, a participação dos representantes da Velha Bota nas duas grandes competições interclubes da UEFA, entidade que administra o Futebol no Velho Continente. Dos seus três inscritos na Liga Europa, a Itália levou todos à etapa das dezesseis de final: Milan, Napoli e Roma, vencedores de suas chaves. E dos quatro que tinha colocado na Liga dos Campeões, a “Champions”, três remanesceram: Juventus, Atalanta e Lázio. A Juve, aliás, como líder do seu Grupo. A “Deusa” e a “Águia” enfim classificadas, estoicamente, nas últimas partidas. Só a Internazionale, dona de três títulos da LC no passado, acabaria envergonhada.

Surpresa no Olímpico de Roma

Surpresa no Olímpico de Roma

@Serie A Calcio

Agora, nesta jornada de número onze do “Nazionale”, a Lazio foi a única agremiação dentre as sete que se exibiu no sábado, dia 13 de Dezembro. Provinha de um combate estranho contra o Brugge da Bélgica. Quase impossível o primeiro posto no Grupo F, de fato regalado ao Borussia Dortmund, 13 pontos, lutaria pelo segundo, no Olímpico de Roma. Com 9 pontos contra 7, um empate lhe bastaria. Abriu 2 X 1, sofreu os 2 X 2 aos 76’, tudo bem. Todavia, se obrigou a resistir a uma pressão cruel até os 93’. Valeu pela volta aos mata-matas da LC depois de duas décadas. Pesou, no entanto, o desgaste físico e emocional. Mesmo no Olímpico, perdeu do Verona, 1 X 2.

Suficiência no Maradona de Nápoles

Suficiência no Maradona de Nápoles

@Serie A Calcio

Na “domenica”, a Atalanta e o Napoli atuaram dentro das suas plagas, a “Deusa” no Azzurri d’Italia de Bérgamo e o “Burro” no recém rebatizado Diego Maradona da Terra da Pizza. A Atalanta provinha de um sucesso magnífico, 1 X 0, no Ajax, em plena Neerlândia. Ao Napoli bastara o placar de 1 X 1, diante da Real Sociedad, no Maradona. E os dois, efetivamente embalados, também saborearam em seus domínios os desafios do “Nazionale”. O sonoro 3 X 0 da “Deusa” na Fiorentina. O apertado mas suficiente 2 X 1 do “Burro” na Sampdoria. Fora da capital, e nem por isso titubeante, a Roma, que havia perdido de 1 X 3 para o CSKA da Bulgária e ainda assim prevalecido no Grupo A da Liga Europa, continuou em viagem, desta vez até o Bologna, no coração da Bota, mas lá se esbaldou com o placar dilatadíssimo de 5 X 1.

Alegria longe de casa, no Luigi Ferraris

Alegria longe de casa, no Luigi Ferraris

@Serie A Calcio

Proveniente de uma façanha inesperada na LC, a sua vitória por 3 X 0 no Camp Nou do Barcelona, o duelo em que Cristiano Ronaldo registrou dois gols, duas  cobranças de penal, e seu rivalérrimo Messi decepcionou, desta vez no Luigi Ferraris da Ligúria a Juve sapecou 3 X 1 no Genoa. O CR7 realizou mais dois tentos da marca de cal e escalou o patamar dos 10 na relação dos artilheiros, como Ibrahimovic, do Milan. Só que, de novo lesionado, o Ibra não enfrentaria o Parma dentro do San Siro da capital da Lombardia, obviamente favorito o “Diavolo”, solitário do topo da tabela de pontos da Bota.

A recuperação na Ilha da Sardenha

A recuperação na Ilha da Sardenha

@Serie A Calcio

Pois é. Mesmo sem o seu folclórico e decisivo craque, na teoria ao Milan caberia, no campeonato da Bota, a mera obrigação de despachar o adversário. Afinal, realiza a sua melhor “stagione” em mais de década. Chegou à rodada de número 11 com 26 pontos em 30 disponíveis, e o seu inimigo de ocasião, com precários 10, periclitava no 15º posto, o limiar da zona de rebaixamento. Sossegado no no topo do Grupo H da LE, advindo de um triunfo por 1 X 0 sobre o Sparta Praha na República Tcheca, o time de Stefano Pioli imaginava que se compeliria a um simples desafogo no domingo. Nada disso. O Parma abriu 2 X 0 e o “Diavolo” se esfalfou até arrancar os 2 X 2 já além dos acréscimos. Como a humilhada Inter salvou a face com uma vitória clássica por 3 X 1, em Cagliari, voltou a se embolar o Italiano de 2020/21.

Todos os jogos da 11ª Rodada:
Sassuolo (22 pts/5º lugar) 1 X 0 Benevento (11/15)
Crotone (5/20) 4 X 1 Spezia (10/16)
Torino (6/18) 2 X 3 (13/10) Udinese
Lazio (17/9) 1 X 2 (19/7) Verona
Cagliari (12/11) 1 X 3 Internazionale (24/2)
Atalanta (17/8) 3 X 0 Fiorentina (9/17)
Bologna (12/12) 1 X 5 Roma (21/6)
Napoli (23/3) 2 X 1 Sampdoria (11/13)
Genoa (6/19) 1 X 3 Juventus (23/4)
Milan (27/1) 2 X 2 Parma (11/14)


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas