Corinthians

Silvio Lancellotti Emaranhado em erros o Corinthians estreia mal na Libertadores/2020

Emaranhado em erros o Corinthians estreia mal na Libertadores/2020

Terceira partida em que o "Timão" fica zerado diante do Guarani do Paraguai. Agora, no retorno de Itaquera, necessitará fazer dois tentos de diferença.

Guarani do Paraguai, três jogos e três vitórias sobre o Corinthians

Guarani do Paraguai, três jogos e três vitórias sobre o Corinthians

@ClubGuarani

Tolice dizer que poderia ser uma vingança o Corinthians devolver, nesta Copa Libertadores de 2020, a eliminação que lhe pespegou, nas oitavas-de-final da competição de 2015, o Guarani do Paraguai. Verdade que aquela foi, de fato, uma eliminação humilhante. Uma derrota na visita a Assunção, 0 X 2, e com direito a um frango abominável do arqueiro Cássio. Então, no retorno, 0 X 1, a primeira derrota do “Timão”, depois de 32 partidas, 23 sucessos e 9 empates, na sua Arena que era sem-batismo e continua sem-nome em Itaquera.

Tiago Nunes, entre César Sanpaio e Tite, na CBF Academy

Tiago Nunes, entre César Sanpaio e Tite, na CBF Academy

CBF Academy

Cinco anos depois, porém, agora com Tiago Nunes como treinador no posto de Adenor Tite Bacchi, apenas Cássio e o capitão Fagner ainda no seu elenco, também foi um Guarani quase inteiramente diferente que o “Mosqueteiro” pegou, nesta noite de quarta-feira, 5 de Fevereiro, no Defensores del Chaco da capital do Paraguai. Em meia década, Gustavo Costas já é seu oitavo treinador depois do Fernando Jubero que produziu aquele impacto. O único resquício do “El Legendário” de 2015, todavia, é o avante Fernando Fernández, apelido “La Fiera” - e, ironicamente, fora ele o autor do tento fatal do 1 X 0.

A celebração de Morel, Guarani 1 X 0 Corinthians

A celebração de Morel, Guarani 1 X 0 Corinthians

@ClubGuarani

Pois sucedeu em um lance estranho e irregular, sem um VAR para conferir, uma falta cometida em Boselli e não marcada pelo árbitro Alexis Herrera, da Venezuela, que um alçamento de Iván Ramírez ultrapassou Fernández, o algoz de 2015, e caiu bem na chapa do pé canhoto de Morel, 7’ e Guarani 1 X 0. Mais uma vez atrapalhada a bequeira que Tiago Nunes ainda não conseguiu ajustar. Até ali molenga, letárgico, o “Timão” compulsoriamente despertou. Mas, continuou a padecer de falhas ginasianas nos arremates. E escorreram os 45’ do primeiro tempo com “El Legendário”, contido, a segurar o resultado.

Boselli arremata com firmeza, na trave

Boselli arremata com firmeza, na trave

@Corinthians

Mexer no intervalo? Numa rápida entrevista de corredor Tiago Nunes disse que, antes, tinha que empatar o prélio. Existe lógica na observação, o quesito do gol qualificado. No caso de uma igualdade em pontos e no saldo, em um mata-mata, contam em dobro os tentos feitos no campo do hospedeiro. Bem que o Corinthians, na sua passagem de número 15 pela Libertadores, insistiu e re-insistiu. Mas, quando não esbarrou na trave encontrou o obstáculo da excelente colocação do arqueiro Gaspar Sérvio. E enquanto o cronômetro corria, pior, paulatinamente a tensão se exacerbava. Chocava a incompetência do alvinegro num fundamento crucial como o passe. Justo castigo, 0 X 1.

Gaspar Sérvio, o herói do Guarani em Assunção

Gaspar Sérvio, o herói do Guarani em Assunção

@ClubGuarani

O cotejo valeu pela rodada inicial da penúltima etapa de classificação antes da fase de grupos desta Libertadores. Além do Flamengo, seu presente campeão, o Brasil pôde inscrever sete times na competição. Seis deles (o “Urubu” e mais o Athletico/PR, o Grêmio, o Palmeiras, o Santos e o São Paulo) entrarão diretamente nos grupos, com jogos programados a partir de 3 de Março. Dos remanescentes, na terça-feira o Internacional enfrentou a Universidad de Chile, 0 X 0 em Santiago. Um placar mínimo, na volta do próximo dia 11, promoverá o “Colorado”. O Corinthians, na volta de Itaquera, necessitará de dois tentos de folga. Detalhe: o “Timão” ainda está zerado contra o Guarani.

Internacional, na volta de Porto Alegre bastará fazer 1 X 0

Internacional, na volta de Porto Alegre bastará fazer 1 X 0

@SCInternacional

Há 16 clubes nesta etapa. Os 8 sobreviventes se baterão, em ida e retorno, de 18 a 27 de Fevereiro. Caso sigam adiante, Inter e “Timão” respectivamente se debaterão com quem ganhar Macará/Ven X Deportes Tolima/Col e Cerro Largo/Uru X Palestino/Chi. Então, restarão os quatro que se somarão a 28 pré-definidos nos grupos. Caso venha a prevalecer, o Corinthians se alojará na chave B, ao lado do rivalérrimo Palmeiras, do Tigre/Arg e do Bolívar/Bol. O "Colorado", incrível coincidência, entrará na turma do rivalérrimo Grêmio de Porto Alegre, do América de Cali/Col e do Universidad Católica/Chi.

A taça da Liubertadores

A taça da Liubertadores

Conmebol

Agora na sua edição de número 61, esta Libertadores se inaugurou em 21 de Janeiro, numa fase pré de seis clubes. Sobraram três, que se agregaram aos 13 que participam desta etapa atual com o “Mosqueteiro” e com o “Colorado”. No total, uma competição iniciada com 47 times dos dez países da Conmebol, a entidade que regula o Futebol na América do Sul: Brasil (8 vagas), Argentina (6), Equador (5, pois o Independiente del Valle levantou a Sul-Americana), e os outros (Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela), com 4.

Maracanã, a sede inédita da decisão da Libertadores 2020

Maracanã, a sede inédita da decisão da Libertadores 2020

FlaHoje

A fase de grupos vai se desenrolar entre 3 de Março e 7 de Maio. Haverá, então, as oitavas-de-final (21 a 30 de Julho), as quartas (18 a 27 de Agosto) e as semis (22 de Setembro a 1º de Outubro). Desde a temporada anterior, em 2019, quando o Flamengo suplantou o River Plate da Argentina por 2 X 1, no Monumental de Lima, Peru, uma final da Libertadores acontece em partida única e em uma sede pré-determinada. Desta vez, já programada para o dia 21 de Novembro, a grande decisão ocorrerá no estádio do Maracanã do Rio.


Gostou? Clique em “Compartilhar”, ou em “Twittar”, ou deixe a sua opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!

Últimas