Silvio Lancellotti De Portugal e da França, as duas melhores seleções da Liga/2020

De Portugal e da França, as duas melhores seleções da Liga/2020

Mesmo sem o CR7, a equipe lusitana sapecou 3 X 0 na Suécia. Os gauleses nateram a Islândia, em viagem, 2 X 1. Em novembro, o seu confronto direto.

Sem o CR7, foi espetacular o seu substituto, Diogo Jota

Sem o CR7, foi espetacular o seu substituto, Diogo Jota

@Euro2020

Completou-se nesta terça-feira, 14 de Outubro, a segunda etapa da segunda edição da Liga das Nações, ou “Nations League”, competição bianual entre seleções que a UEFA, a entidade que regula o Futebol na Europa, idealizou para mobilizar as suas 55 afiliadas em partidas de fato oficiais e não aquelas amistosas ou as inconvenientes caça-níqueis de ocasião.

Mesmo apagadíssimo, Mbappé salvou a França

Mesmo apagadíssimo, Mbappé salvou a França

@Euro2020

Aconteceram as seis porfias restantes da Divisão A, a que agrega as 16 melhores equipes da Europa, de acordo com o ranking resultante da Liga de 2018/2019. Haverá mais 16 pelejas entre 14 e 18 de Novembro. Daí, em Outubro de 2021, datas ainda não determinadas, os ganhadores de cada Grupo travarão, num único país escolhido entre os remanescentes, e em mata-matas de jogo único, as semifinais, definidas por sorteio, e a decisão.

Lorenzo Pellegrini, a ilusão do 1 X 0

Lorenzo Pellegrini, a ilusão do 1 X 0

@Euro2020

GRUPO 1

ITÁLIA 1 X 1 NEERLÂNDIA
Stadio Atleti Azzurri d’Italia, Bérgamo

Árbitro: Anthony Taylor (Inglaterra)
Gols: Lorenzo Pellegrini X Van de Beek
Clamorosa coincidência, a “Azzurra” da Bota num prélio crucial exatamente dentro da cidade em que, por lá, nove meses atrás, principiou a se disseminar, pelo Continente,  a Covid-19 que, então, nem nome ainda ostentava. E num prélio basicamente sem público, apenas mil convivas que se acomodavam, opção divertida, nas poltronas pintadas de branco com o nome da Atalanta, a dona do estádio, nas suas arquibancadas principais.

Van de Beek, o empate, no meio de um batalhão de adversários

Van de Beek, o empate, no meio de um batalhão de adversários

@Euro2020

E claro, festejaram bastante, aos 16’, um passe primoroso de Barella que Lorenzo Pellegrini, livre no lado esquerdo do campo, aproveitou com frieza. Pena, para a equipe de Roberto Mancini, a falha imperdoável da sua retaguarda, aos 25’, oito homens à frente de Donnarumma, no cerca-cerca interminável, sem que ninguém mandasse a pelota para a quase vizinha Milão. Van de Beek fuzilou, 1 X 1. Por incrível que pareça, resultado ruim para a “Laranja”, mais do que para a “Azzurra”. Nas duas últimas etapas do Grupo 1 será compulsório que a Neerlândia sobrepuje a Polônia em viagem. A Itália hospedará as “Águias Brancas” em casa, Reggio Emília, coração da Bota.

Lewandowski celebra com Joswiak

Lewandowski celebra com Joswiak

@Euro2020

POLÔNIA 3 X 0 BÓSNIA-HERZEGOVINA
Stadion Miejski, Wroclaw

Árbitro: Craig Pawson (Inglaterra)
Gols: Lewandowski/2, Linetty
Ao menos no domínio territorial, um massacre, a partir dos 15’, quando Ahmedhodzic cometeu e chamada falta do último homem em Lewandowski e acabou expulso. O Lewi desperdiçou três chances espetaculosas e, então, aos 40’, alívio, escorou um passe de Linetty. Nos acréscimos a devolução do presente, de Linetty ao Lewi, 2 X 0. Seria Klich, aos 52, o municiador dos 3 X 0 do artilheiro, astro da temporada, de acordo com a UEFA, impecável Lewi. E eis que, de repente, as “Águias Brancas” se vêem como as melhores do Grupo e só dependem do seu próprio vôo para obterem o passaporte às semifinais. Prometem mais do que drama as quatro partidas derradeiras da turma. 

CLASSIFICAÇÃO
Polônia (número 14 no ranking)

7pg – 2vit-1emp-1der – 5gp/2gc
Itália (8)
6pg – 1vit-3emp-0der – 3gp/2gc
Neerlândia (2)
5pg – 1vit-2emp-1der – 2gp/2gc
Bósnia-Herzegovina (9)
2pg – 0vit-2emp-2der – 2gp/6gc

As últimas partidas do Grupo 1:

Dia 15 de Novembro
NEERLÂNDIA X BÓSNIA-HERZEGOVINA
Johan Cruijff Arena, Amsterdam
ITÁLIA X POLÔNIA
Stadio Città del Tricolore, Reggio Emìlia
Dia 18 de Novembro
BÓSNIA-HERZEGOVINA X ITÁLIA
Bilino Poljie, Zenic
POLÔNIA X NEERLÂNDIA
Silesian Stadium, Chorzów

O penal convertido por Eriksen

O penal convertido por Eriksen

@Euro2020

GRUPO 2

INGLATERRA 0 X 1 DINAMARCA
Wembley, Londres

Árbitro: Jesús Gil Manzano (Espanha)
Gols: Eriksen/pen
Aos 31' o mediador ibérico prejudicou bastante os “Três Leões” ao exibir um segundo amarelo, com a expulsão de campo, ao britânico Maguire. Normal o primeiro, aos 5', quando Maguire mereceu a advertência, pisão em Poulsen. No lance do outro, porém, dividida com Dolberg, ficou transparente o toque na bola, antes da derrubada do rival. Pior, aos 35’, pareceu bastante duvidosa a marcação de um penal de Walker em Delaney, um entrevero corriqueiro. E Eriksen converteu, Dinamarca 1 X 0, na primeira derrota doméstica da Inglaterra em mais de dois anos e um risco terrível de não ir às semifinais.

O penal convertido por Lukaku

O penal convertido por Lukaku

@BelRedDevils

ISLÃNDIA 1 X 2 BÉLGICA
Laugardalsvoellur, Reykjavyk

Árbitro: Vitali Meshkov (Rússia)
Gols: Saevarsson X Lukaku/2/1pen
Já sem qualquer resquício do fulgor inusitado da Euro de 2016, o brilho que o levou à Copa da Rússia/18, o brioso elenco da Terra do Gelo resistiu 6’ à potência de Romelu Lukaku, que aparou no peito um alçamento de Meunier e de virada, entre três zagueiros, cravou 1 X 0. No entanto, mesmo sem o apoio de uma torcida que, com 10% da sua população preenche o estádio da capital, bravamente, aos 17 reagiu, um levantamento de Sigurjónsson que colocou Saevarsson atrás da zaga, 1 X 1. Não bastou. Aos 37’, no galope desabalado, incapaz de conter o belga, Eyjólfsson derrubou Lukaku, penal, que o super-tanque dos “Diabos Rubros” converteu e colocou a sua equipe a um passo da qualificação às semifinais. A Bélgica depende exclusivamente dela própria.

CLASSIFICAÇÃO
Bélgica (5)

9pg – 3vit-0emp-1der – 10gp/4gc
Dinamarca (11)
7pg – 2vit-1emp-1der – 4gp/2gc
Inglaterra (3)
7pg – 2vit-1emp-1der – 3gp/2gc
Islândia (16)
0pg – 0vit-0emp-4der – 2gp/11gc

As últimas partidas do Grupo 2:

Dia 15 de Novembro
BÉLGICA X INGLATERRA
King Baudouin Stadium, Bruxelas
DINAMARCA X ISLÂNDIA
Parken Stadium, Copenhague
Dia 18 de Novembro
BÉLGICA X DINAMARCA
King Baudouin Stadium, Bruxelas
INGLATERRA X ISLÂNDIA
Wembley Stadium, Londres

Griezmann, implacável

Griezmann, implacável

@Euro2020

GRUPO 3

CROÁCIA 1 X 2 FRANÇA
Stadion Maksimir, Zagreb

Bjoern Kuipers (Neerlândia)
Gols: Vlaovic X Griezmann, Mbappé
Não aconteceu, em Zagreb, a vingança com que a dona da casa sonhava desde a sua derrota, para “Les Bleus”, na briga pela Copa da Rússia/18. Apareceu muito melhor a esquadra de Didier Deschamps, que mandou nas ações e, logo aos 8’ inaugurou o marcador com Griezmann, lindo petardo depois de escorar um alçamento de Mehdi. Como de hábito nesta LN, entretanto, pedantemente a França se considerou inalcançável e o time da camisa quadriculada apertou o necessário para, aos 65’, em lance assemelhado ao do gaulês, Vlaovic saborear um alçamento de Brekalo.

Griezmann e Mbappé

Griezmann e Mbappé

@Euro2020

O duelo, então, se esticou mornamente até que, aos 79’, o apagadíssimo Mbappé do nada explodiu ao desfrutar um passe espetacular de Pogba a Digne, que levantou para o garoto arrematar, França 2 X 1. Serviu para tornar ainda mais majestoso o duelo Portugal X França, programado para 14 de Novembro no Estádio da Luz em Lisboa. Com certeza determinará o campeão deste Grupo 3 que apresenta exclusivamente só duas seleções.

Bernardo Silva

Bernardo Silva

@Euro2020

PORTUGAL 3 X 0 SUÉCIA
Estádio José Alvalade, Lisboa

Árbitro: Srdan Jovanovic (Sérvia)
Gols: Bernardo Silva, Diogo Jota/2
Uma informação dramática, 48 horas antes da contenda, o resultado positivo para a Covid-19 do exame a que se submeteu Cristiano Ronaldo, o letal CR7, imediatamente confinado em isolamento. De todo modo, devidamente protegidos pelas máscaras obrigatórias, os cerca de 20.000 fiéis que se distribuíram pelos 50.095 postos do Alvalade puderam saltar e gritar, aos 37’, quando Diogo Jota, o substituto do CR7, deixou Bernardo Silva livre para fazer 1 X 0. E o mesmo Diogo Jota ampliaria, aos 44’ depois de aparar no peito um levantamento de João Cancelo e, no lado oposto da área pequena, fulminar o arqueiro Robin Olsen, 2 X 0. E o Jota ainda realizaria 3 X 0 aos 72’, numa arrancada maravilhosa, que fez esquecer, ou lembrar, o CR7.

CLASSIFICAÇÃO
Portugal (1)

10pg – 3vit-1emp-0der – 9gp/1gc
França (6)
10pg – 3vit-1emo-0der – 7gp/3gc
Croácia (13)
3pg – 1vit-0emp-3der – 6gp/11gc
Suécia (12)
0pg – 0vit-0emp-4der – 1gp/8gc

As últimas partidas do Grupo 3:

Dia 14 de Novembro
PORTUGAL X FRANÇA
Estádio da Luz, Lisboa
SUÉCIA X CROÁCIA
Friends Arena, Solna
Dia 17 de Novembro
CROÁCIA X PORTUGAL
Stadion Poljud, Split
FRANÇA X SUÉCIA
Stade de France, Saint-Denis


Partidas do Grupo 4, realizadas em 13 de Outubro:

Alemanha 3 X 3 Suíça

Alemanha 3 X 3 Suíça

#GERSWI

ALEMANHA 3 X 3 SUÍÇA
RheinEnergieStadion, Colônia

Árbitro: Ruddy Buquet (França)
Gols: Werner, Havertz, Gnabry X Gavranovic/2, Freuler


UCRÂNIA 1 X 0 ESPANHA
NSC Olympiyskiy Stadium, Kiev

Árbitro: Pawel Gil (Polônia)
Gols: Tsyhankov

Ucrânia 1 X 0 Espanha

Ucrânia 1 X 0 Espanha

#UKRESP

CLASSIFICAÇÃO
Espanha (7)

7pg – 2vit-1emp-1der – 6gp/2gc
Alemanha (15)
6pg – 1vit-3emp-0der – 7gp/6gc
Ucrânia (10)
6pg – 2vit-0emp-2der – 4gp/7gc
Suíça (4)
2pg – 0vit-2emp-2der – 5gp/7gc

As últimas partidas do Grupo 4:

Dia 14 de Novembro
ALEMANHA X UCRÂNIA
Red Bull Arena, Leipzig
SUÍÇA X ESPANHA
St. Jakob-Park, Basiléia
Dia 17 de Novembro
ESPANHA X ALEMANHA
La Cartuja, Sevilha
SUÍÇA X UCRÂNIA
Swissporarena, Lucerna

A bola oficial da competição

A bola oficial da competição

UEFA

Além das 16 melhores, que depositou na Divisão A, o ranking da UEFA colocou outras 16 equipes na Divisão B, mais 16 na C, cada qual com quatro chaves de quatro. A Divisão D, que abriga as sete últimas, ficou com um grupo de quatro equipes e um outro de três. Desabam quatro da A para a B e quatro da B para a C. E sobem quatro da C para a B e quatro da B para a A. Na Divisão C, um mini-certame entre as quatro últimas colocadas ainda define duas que cairão à D e cederão espaço aos dois ganhadores das duas chaves de baixo.

A linda taça da Liga das Nações

A linda taça da Liga das Nações

UEFA

Somadas todas as divisões e todas as chaves se anotaram 226 tentos em 108 pugnas, a média baixa de 2,09. Para os efeitos de acesso ou descenso, no caso de igualdade em pontos, se obtém o desempate no saldo de tentos, no maior número de tentos a favor e, então, no/s respectivo/s confronto/s direto/s.


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas