Silvio Lancellotti Com um recorde do CR7, Portugal segue invicto na Liga das Nações

Com um recorde do CR7, Portugal segue invicto na Liga das Nações

Agora, são 101 os tentos de Cristiano Ronaldo, o primeiro entre os internacionais da Europa. A Bélgica, 5 X 1 na Islândia, vai à frente no Grupo 3.

Homenagem to twitter da UEFA a Cristiano Ronaldo

Homenagem to twitter da UEFA a Cristiano Ronaldo

@UEFA2020

Com os seus quatro combates derradeiros se completou, nesta terça-feira, dia 8 de Setembro, a segunda rodada da fase de chaves da segunda edição da Liga das Nações, a “Nations League” da Europa, temporada de 2020/2021. Pelo Grupo 2 da Divisão A da competição se desafiaram a Dinamarca e a Inglaterra, placar de 0 X 0, e a Bélgica e a Islândia, 5 X 1. Pelo Grupo 3 se digladiaram a França e a Croácia, 4 X 2, a Suécia e Portugal, 0 X 2. E agora, a Liga das Nações se interromperá até 10 de Outubro, a data inicial programada para mais duas das suas seis etapas de classificação, a se encerrarem no dia 14.

Doku, a revelação da Bélgica nos 5 X 1 sobre a Islândia

Doku, a revelação da Bélgica nos 5 X 1 sobre a Islândia

@BelRedDevils

Idealizada pela UEFA, a entidade que rege o Futebol no Velho Continente, para aproveitar as “Datas FIFA” com pugnas efetivamente oficiais e não apenas caça-níqueis e sem valor comparativo, a CL reparte as suas 55 federações em quatro séries, com promoção e rebaixamento. Embora sem a torcida nos estádios, e sem uma premiação ao nível dos R$ 320mi de 2018/19, triunfo de Portugal, graças aos direitos de TV esta LC ainda poderá garantir perto de R$ 95mi ao ganhador. No presente modelo, oferece quatro vagas extras na qualificatória da Eurocopa e outras duas nas eliminatórias da Copa do Catar. E também serve para a crucial acumulação de pontos no ranking da entidade.

Eis as quatro chaves da Divisão A.

As quatro turmas da Divisão A da Liga das Nações

As quatro turmas da Divisão A da Liga das Nações

Reprodução Marca

GRUPO 1
Neerlândia (2), Itália (8), Bósnia-Herzegovina (9) e Polônia (14)

GRUPO 2
Inglaterra (3), Bélgica (5), Dinamarca (11) e Islândia (16)

GRUPO 3
Portugal (1), França (6), Suécia (12) e Croácia (13)

GRUPO 4
Suíça (4), Espanha (7), Ucrânia (10) e Alemanha (15)


JOGOS DO DIA 8 – GRUPO 2

Dinamarca 0 X 0 Inglaterra, um choque de medíocres

Dinamarca 0 X 0 Inglaterra, um choque de medíocres

@TheThreeLions

Dinamarca 0 X 0 Inglaterra
Parken Stadium, Copenhague
Árbitro: István Kovacs (Rom)
Bastante ruim o clima na delegação da Inglaterra depois das exclusões do zagueiro Mason Greenwood e do ala Phil Foden, um por briga de rua e o outro porque levou uma mulher ao seu apartamento na viagem da semana anterior até a Islândia. Bastante ruim também a peleja dos “Três Leões”, apesar da inapetência da Dinamarca. Ao menos, nos 4 pontos, a Inglaterra preserva a sua segunda posição no Grupo 2. A “Dynamite” segue na terceira.

O momento do arremate de Doku, golaço, Bélgica 5 X 1 Islândia

O momento do arremate de Doku, golaço, Bélgica 5 X 1 Islândia

@BelRedDevils

Bélgica 5 X 1 Islândia
Stade Roi Baudouin, Bruxelas
Árbitro: Pawel Raczkowski (Pol)
Gols: Witsel, Batshuayi/2, Mertens, Doku X Fridjonsson

Apesar da coragem do time visitante, que inaugurou o placar aos 11, quando Fridjonsson especulou de fora da área e o arqueiro Casteels aceitou, depressa, em apenas cinco minutos, com a preciosa colaboração de Kristinsson, o arqueiro rival, a hospedeira colocou ordem na casa. Aos 13, ele rebateu um tiro de Mertens no pé de Witsel. Aos 11, espalmou um tiro de Witsel no pé de Batshuayi. Mertens tranqüilizou os “Diabos Rubros”, aos 51, graças a um tiro cruzado, curto, à esquerda da área pequena. A quase devastação se fechou com Batshuayi, aos 69, e com o garoto Doku, um golaço, aos 80.


JOGOS DO DIA 8 – GRUPO 3

Martial, mesmo sem Mbappé, a virada da França, 2 X 1 na Croácia

Martial, mesmo sem Mbappé, a virada da França, 2 X 1 na Croácia

@equipedefrance

França 4 X 2 Croácia
Stade de France, Saint-Denis
Árbitro: Ovidiu Hategan (Rom)
Gols: Griezmann, Livkovic/com, Upamecano, Giroud X Lovren, Brekalo

Sem Kilyan Mbappé, acometido pela Covid-19, a equipe campeã do universo demoraria a perfurar a retaguarda da sua vice na Copa da Rússia/2018. Pior, aos 17’, cedeu um gol num lance de fato magistral do zagueiro Lovren, que aparou um corner alçado por Brozovic, cortou o rival Hernandez com um drible seco, de destra, e fulminou de canhota. A França, todavia, soube esperar e reagir, já nos estertores do primeiro tempo. Aos 43, o arremate fatal de Griezmann depois de uma linda tabela com Martial e Ben Yedder, o substituto de Mbappè – o gol de número 31 de Griezmann, que se igualou a Zidane no topo da lista dos artilheiros da França. Daí, logo em seguida, num chute de Martial que atingiu o poste, voltou no corpo do arqueiro Livkovic e, azar da Croácia, desastradamente invadiu a sua própria meta.

Upamecano, a comemoração dos 3 X 2

Upamecano, a comemoração dos 3 X 2

@equipedefrance

Digno das saudades da decisão do Mundial de 2018, na etapa derradeira o prélio se tornou empolgante, mesmo. Aos 55’, o esperto Brekalo, recém-entrado no lugar de Rebic, desfrutou uma distração da bequeira da França e igualou, 2 X 2. Os dois esquemas se escancararam e o cotejo virou lá-e-cá. Então, aos 65’, Griezmann cobrou um escanteio precisamente na testa de Dayotchanculle Oswald Upamecano, 1m86. Desdequilibrado, Livkovic quase chegou a conter a pelota, 3 X 2 para os “Bleus”. O elenco dos “Vatrani”, os “Pioneiros”, se destemperou e desandou a provocar advertências. Aos 77, também um recém-entrado, mas no elenco da França, no lugar de Ben Yedder, o tranqüilo Giroud cravou 4 X 2, num penal, originado por um toque de mão de Lovren. A França nos 6 pontos, como Portugal. Porém, um saldo de três tentos, contra cinco dos lusos. A Croácia na rabeira da turma.

Cristiano Ronaldo: definitivamente na História do Futebol da Europa

Cristiano Ronaldo: definitivamente na História do Futebol da Europa

#SWEPOR

Suécia 0 X 2 Portugal
Friends Arena, Solna
Árbitro: Danny Makkelie (Hol)
Gols: Cristiano Ronaldo/2

Num mesmo lance, já nos acréscimos do primeiro tempo, se superpuseram o infortúnio e a majestade. Num carrinho imprevidente, Gustav Svensson derrubou João Moutinho, recebeu o segundo amarelo e acabou excluído. Concentrado, Cristiano Ronaldo bateu a falta maravilhosamente, no ângulo de Robin Olsen, o seu gol de número 100 pela “Equipa das Cinco Quinas”.

O momento em que o CR7 criou o seu gol de número 100 na Europa

O momento em que o CR7 criou o seu gol de número 100 na Europa

@UEFA2020

Só? Não. Na verdade, melhor, o CR7 se transformou no primeiro jogador do Futebol da Europa a registrar tantos tentos em combates internacionais. E ele ainda realizaria 2 X 0, outra vez admiravelmente, aos 72’, através de um tiro colocadíssimo, de fora da área, bem no outro ângulo do perplexo arqueiro da Suécia. Bravo Portugal, o líder do Grupo 3, à frente da França no saldo de tentos. Como a Croácia, a Suécia ainda em busca de um pontinho.


OS JOGOS JÁ REALIZADOS:

Alemanha 1 X 1 Espanha
Arena Mercedes-Benz, Stuttgart
Árbitro: Daniele Orsato (Ita)
Gols: Timo Werner X Gayà

Ucrânia 2 X 1 Suíça
Arena Lviv, Lviv
Árbitro: Andreas Ekberg (Sue)
Gols: Yarmolenko, Zinchenko X Seferovic

Neerlândia 1 X 0 Polônia
ArenA Johan Cruijff, Amsterdam
Árbitro: Georgi Kabakov (Bulgária)
Gol: Bergwijn

Itália 1 X 1 Bósnia-Herzegovina
Stadio Artemio Franchi, Florença
Árbitro: Anastasios Sidiropulos (Grècia)
Gols: Sensi X Dzeko

Raheen Sterling, da Inglaterra

Raheen Sterling, da Inglaterra

@England

Islândia 0 X 1 Inglaterra
Laugardalsvoellur, Reykjavyk
Árbitro: Srdan Jovanovic (Ser)
Gol: Sterling

Dinamarca 0 X 2 Bélgica
Parken Stadium, Copenhague
Árbitro: Sandro Schaerer (Sui)
Gols: Denayer, Mertens

Suécia 0 X 1 França
Friends Arena, Solna
Árbitro: Szymon Marciniak (Pol)
Gol: Mbappé

Portugal 4 X 1 Croácia
Estádio do Dragão, Porto
Árbitro: Dàvide Massa (Ita)
Gols: João Cancelo, Diego Jota, João Felix, André Silva X Petkovic

Ilkay Gundogan, da Alemanha

Ilkay Gundogan, da Alemanha

@DieMannschaft

Suíça 1 X 1 Alemanha
St.Jakob-Park, Basiléia
Árbitro: Michael Oliver (Ing)
Gols: Widner X Gundogan

Espanha 4 X 0 Ucrânia
Estádio Alfredo Di Stefano, Madrid
Árbitro: Benoît Bastien (Fra)
Gols: Sérgio Ramos 2/1pen, Ansu Fati, Ferrán Torres

Neerlândia 0 X 1 Itália
Johan Cruijff ArenA, Amsterdam
Árbitro: Felix Brych (Ale)
Gol: Barella

Bósnia-Herzegovina 1 X 2 Polônia
Stadion Bilino Polje, Zenica
Árbitro: Cunyet Çakir (Tur)
Gols: Hajdarinovic/pen X Gilk, Grosicki

Detalhe da bela taça da Liga das Nações

Detalhe da bela taça da Liga das Nações

UEFA

Depois das duas etapas de Outubro, ainda haverá as duas últimas, nesta fase de chaves, entre 14 e 18 de Novembro. Em Junho de 2021, com as datas ainda não estabelecidas, os ganhadores de cada Grupo disputarão as semifinais em mata-matas de cotejo único, emparceiramentos decididos em sorteio. Daí se realizará a decisão. Todos esses combates se desenrolarão em um único país, escolhido pela UEFA dentre os quatro participantes das semis. Os últimos de cada Grupo serão rebaixados à Série B, que promoverá à Série A os quatro melhores. E igualmente acontecerá o decenso da Série B para a Série C, da C para a D, assim como as subidas da D para a C e da C para a B.


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas