Silvio Lancellotti Cai o Napoli, sobe o Milan, o Calcio entra em férias até dia 6 de Janeiro

Cai o Napoli, sobe o Milan, o Calcio entra em férias até dia 6 de Janeiro

Fim do primeiro turno, firme a Inter, a "Campione d'Inverno", quatro pontos à frente do rivalíssimo "Diavolo". A Atalanta empaca. E a Juventus cresce, "piano a píano", e ja é a quinta colocada.

Denzel Dumfries, o autor do gol 100 e do gol 104 da Inter em 2021

Denzel Dumfries, o autor do gol 100 e do gol 104 da Inter em 2021

@Serie A Calcio

Consolidada como a “Campione d’Inverno” do Calcio da Velha Bota, temporada de 2021/2022, nesta quarta-feira, dia 22 de Dezembro, a Internazionale de Milão superou, apertada, o Torino, apenas 1 X 0, porém agregou um gol ao seu recorde antológico em um Ano Solar. Desde a sua fundação, em 2006, tinha atingido os 99 em 1950. Agora, alcançou a casa dos 104, com 46 pontos acumulados em 57 possíveis, quatro à frente do Milan, segundo colocado. Tecnicamente, materialmente, esse título, simbólico, não vale um pedaço de provolone. De todo modo, desde a introdução dos três pontos por triunfo, em 1994, ou 27 certames, em 18 ocasiões, no fim das contas, o time que conseguiu obtê-lo também acabou por bordar nas suas camisas o “Scudetto” de campeão de verdade. Além dos gramados, no entanto, a Inter, a “Biscione”, a serpente mitológica da Lombardia, atravessa um momento ultra-desagradável. Como a rival Juventus, sofre uma complexa investigação fiscal por suposta “plusvalenza”, uma falsificação de balanços, de 2017 a 2019, operação destinada a valorizar de forma artificiosa as suas ações. Na segunda-feira, investigadores gastaram horas a vasculhar documentos financeiros na sede da Inter.


Eis as sínteses dos prélios desta quarta:

Inter, vitória apertada, mas valeram os três pontos

Inter, vitória apertada, mas valeram os três pontos

@Inter

INTER (1º/46) 1 X 0 TORINO (11º/25)
Milão, Stadio Giuseppe Meazza
Gols: Dumfries

O necessário e o suficiente. Uma atuação burocrática da “Biscione” de Simone Inzaghi, os seus atletas até mais preocupados com a folguinha de dez dias que merecerão antes do retorno do Campeonato em 6 de Janeiro. O ala Dumfries fez o tento dos três pontos aos 30’, depois de uma troca de passes entre Brozovic e Dzeko. Invadiu pela direita e, pouco dentro da área, fulminou, cruzado. Alexis Sánchez e Lautaro Martínez desperdiçaram as chances de a Inter duplicar. Por sorte, do lado do “Toro”, também falharam Pjaca e Lukic.

A surpresa do Spezia no Maradona

A surpresa do Spezia no Maradona

@ChampionsLeague

NAPOLI (3º/39) 0 X 1 SPEZIA (17º/16)
Nápoles, Stadio Diego Armando Maradona
Gols: Bastoni

Uma testada espetacular do mineiro Juan Jesus, um ótimo zagueiro, ex-Internacional de Porto Alegre, passagens até pelas seleções de base do Brasil. Aconteceu aos 37’. Uma pena, todavia, o autogol, fruto de um raro estabanamento do becão, que se intrometeu no tiro de Bastoni, cobrança  de uma falta quase da lateral. Consquência: o despespero dos atletas do “Burro da Terra da Pizza”, que passaram a atacar desconjuntadamente enquanto os visitantes apenas se escondiam numa retranca impenetrável. Patético, desta vez, o Napoli. Cinco dias depois de expugnar o Milan, no San Siro, e assumir a vice-liderança na tabela, o "Ciuccio" apanha, em seus domínios, de um seríssimo candidato ao rebaixamento.

Milan, a festa para Kessié

Milan, a festa para Kessié

@Serie A Calcio

EMPOLI (9º/27) 2 X 4 MILAN (2º/42)
Empoli, Stadio Carlo Castellani
Gols: Bajrami, Pinamonti/pen X Kessié/2, Florenzi, Theo Hernández

Além de cobrar penais em favor do “Diavolo”, o volante marfinense Franck Kessié, invariavelmente bem postado, se tornou o melhor aproveitador de sobras de bola do seu time nesta “stagione”. Aos 12’, quase na linha de entrada da área, desfrutou uma pelota rebatida e fuzilou Vicario, que mal esboçou uma defesa. O Empoli, todavia, realiza o melhor “Nazionale” da sua história. E galopou atrás do resultado. Logo aos 16’, coube à retaguarda “rossonera” uma tentativa mal sucedida de devolver a bola. No flanco esquerdo, livre, o ala albanês Nadim Bajrami arrematou, cruzado, e Magnin colaborou ao atrasar o salto, 1 X 1.

O gol de Kessié, por entre as pernas de Vicario

O gol de Kessié, por entre as pernas de Vicario

@ACMilan

Aos 42, todavia, ocorreu o impacto. Depois de um trivial levantamento de Saelemaekers, o marfinense, sem muitas pretensões, bateu em diagonal. A bola passou por entre as pernas de Vicario, frangaço, Milan 2 X 1. Bem pior, para o arqueiro anfitrião, aos 63 montou horrorosamente a sua barreira diante de uma infração a ser batida de 20 metros. Com um tiro recurvado, Florenzi envolveu a proteção e o “portiere” que, ao invés de se lançar à pelota, nem sequer se moveu e ficou a reclamar dos companheiros. Daí, aos 69, nova barbeiragem da defesa do Empoli, quando Théo Hernández, bem no bico da área menor, escorou no peito e, de virada, perpetrou os 4 X 1. Os hospedeiros pediram um toque de mão que não houve. Ironicamente, o árbitro Marco Di Bello, com o auxílio do VAR, aos 83’ apontou penal numa pelota que meramente resvalou no cotovelo de Bakayoko. Pinamonti converteu, 2 X 4. Não existiria tempo para uma reviravolta. O Milan no segundo lugar.

ROMA (6º/32) 1 X 1 SAMPDORIA (15º/20)
Roma, Stadio Olímpico
Gols: Shomurodov X Gabbiadini

VERONA (12º/24) 1 X 1 FIORENTINA (7º/32)
Verona, Stadio Marc’Antonio Bentegodi
Gols: Lasagna X Castrovilli

Lazio, um passeio na Terra das Gôndolas

Lazio, um passeio na Terra das Gôndolas

@Serie A Calcio

VENEZIA (16º/17) 1 X 3 LAZIO (8º/31)
Veneza, Stadio Pier Luigi Penzo
Gols: Forte X Pedro, Acerbi, Luís Alberto

SASSUOLO  (13º/24) 0 X 3 BOLOGNA (10º/27)
Sassuolo, MAPEI Stadium
Gols: Orsolini, Hickey, Santander


Os prélios da terça-feira:

Juventus, a saudação ao público de Turim, depois da última porfia de 2021

Juventus, a saudação ao público de Turim, depois da última porfia de 2021

@JuventusFC

JUVENTUS (5º/34) X CAGLIARI (19º/10)
Gols: Kean, Bernardeschi


GENOA (18º/11) 0 X 0 ATALANTA (4º/38)

Torcedores da Salernitana protestam na Dacia Arena de Ùdine

Torcedores da Salernitana protestam na Dacia Arena de Ùdine

@Serie A Calcio

UDINESE (14º/20) X SALERNITANA (8º/20)
Ùdine, Dacia Arena

Não houve a peleja porque a a equipe grená da Campania não pôde, sequer, viajar até o Friuli para disputá-la. Casos de Covid-19 no clube obrigaram as autoridades sanitárias da sua região a vetarem a sua “trasferta”. Muito provável que a Salernitana perca os pontos, no tribunal, por 0 X 3. E a sua diretoria ainda necessita encontrar um comprador novo para a agremiação. Caso isso não ocorra antes de 31 deste mês, possivelmente a Salernitana será rebaixadada ou se extinguirá. Todos os seus jogos serão cancelados, os pontos que ganhou serão devolvidos aos adversários e o “Nazionale” ficará com 19 times.


Inaugurada em 21 de Agosto e com o seu desfecho previsto para o dia 22 de Maio de 2022, esta edição da Série A do Futebol da Velha Bota, a 120ª na História do Calcio, a 90ª desde a implantação do campeonato de pontos corridos, em turno e em returno, já apresentou 189 partidas e 574 tentos, a média de 3,04. Os principais artilheiros: Dusan Vlahovic (Fiorentina), 16 gols; Ciro Immobile (Lazio), 13; Giovanni Simeone (Verona), 12. Lautaro Martínez (Inter), com 11. Duván Zapata (Atalanta) e João Pedro (Cagliari), com 9.


Próxima rodada, a 20ª, primeira do segundo turno:

Quinta-feira, dia 6 de Janeiro de 2022

BOLOGNA X INTERNAZIONALE
SAMPDORIA X CAGLIARI
LAZIO X EMPOLI
SPEZIA X VERONA
ATALANTA X TORINO
SASSUOLO X GENOA
MILAN X ROMA
SALERNITANA X VERONA
FIORENTINA X UDINESE
JUVENTUS X NAPOLI

Juventus X Napoli, a "Zebra" contra o "Burro" na primeira rodada do returno do Calcio

Juventus X Napoli, a "Zebra" contra o "Burro" na primeira rodada do returno do Calcio

Reprodução

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas