Silvio Lancellotti A Neerlândia/Holanda e a Bélgica despacham Gales e a Polônia

A Neerlândia/Holanda e a Bélgica despacham Gales e a Polônia

Num grupo que parecia bastante intrincado na Nations League da UEFA, as seleções das duas vizinhas do Oeste da Europa se habilitam na disputa da única vaga à próxima etapa da competição

Em Cardiff, o desalento dos galeses e o alívio dos nederlandeses

Em Cardiff, o desalento dos galeses e o alívio dos nederlandeses

@Uefantionsleague

Terminou nesta quarta-feira, o dia 8 de Junho de 2022, a segunda rodada da III Nations League da Europa. Houve apenas quatro cotejos. Num deles, todavia, País de Gales X Neerlândia (desde Janeiro de 2020 o batismo oficial da antiga Holanda), aconteceu uma comemoração paralela. O time anfitrião festejou o fato de, no recente domingo, dia 5, por 1 X 0 suplantar a Ucrânia na disputa da derradeira vaga do Velho Continente na Copa do Catar. Agora, com os “Dragões” de Gales de volta à realidade dos seus zero pontos na classificação do Grupo 4, um seu triunfo, mais uma vitória da Polônia sobre a Bélgica embolaria de vez uma chave particularmente intrincada na competição. Só que ocorreu absolutamente o contrário, sucessos dos dois vizinhos no Oeste da Europa, Neerlândia e Bélgica. Eis as sínteses desses desafios principais e as fichas técnicas dos outros dois:

Os quatro resultados desta quarta-feira, dia 8 de Junho

Os quatro resultados desta quarta-feira, dia 8 de Junho

Reprodução

DIVISÃO A-4
Neerlândia/6, Bélgica/3, Polônia/3, Gales/0,

GALES 1 X 2 NEERLÃNDIA
Cardiff, Cardiff City Stadium
Árbitro: Glenn Nyberg (Suécia)
Gols: Norrington-Davies X Koopmeiners, Weghorst

Na foto tradicional, o estilo de Gales no jogo, uma muralha à frente dos beques

Na foto tradicional, o estilo de Gales no jogo, uma muralha à frente dos beques

@Uefantionsleague

Domínio territorial absoluto da “Laranja Mecânica”, toda de preto. Marcou a saída de bola dos “Dragões” e não permitiu que o time de Gales se estruturasse e meramente vivesse de esporádicas contra-ofensivas. Logo no começo do segundo tempo, de todo modo, aos 50’, dois componentes da linda de cinco meio-campistas da Neerlândia produziriam o 1 X 0. Uma paciente troca de passes redundou em um toque de Schouten até Koopmeiners que desferiu um tiro forte e rasteiro, fora do alcance de Danny Ward. Um resultado justo.

A euforia dos nederlandeses pelo gol da vitória bem nos acréscimos

A euforia dos nederlandeses pelo gol da vitória bem nos acréscimos

@Uefantionsleague

Rob Page, um treinador interino de Gales, na posição do titular Ryan Giggs, havia poupado o seu craque maior, o factótum Gareth Bale. Apenas o colocou no gramado aos 77’. E os “Dragões” se inflamaram. Nos acréscimos, um levantamento de Connor Roberts desembarcou direto na testa do becão Norrington-Davies, 1 X 1. A celebração da igualdade, contudo, não perduraria. Logo depois da saída a Neerlândia desceu com De Jong, que passou a Malacia no flanco esquerdo do ataque. Um cruzamento precioso e um peixinho espetacular de Wout Weghorst, 2 X 1 e os 6 pontos da "Laranja" na tabela de classificação.

Trossard, dois dos seis tentos da sua seleção

Trossard, dois dos seis tentos da sua seleção

@Uefantionsleague

BÉLGICA 6 X 1 POLÔNIA
Bruxelas, King Baudouin Stadium
Árbitro: Ivan Kruzliak (Eslováquia)
Gols: Witsel, De Bruyne, Trossard/2, Dendoncker, Lois Openda X Lewandowski

Qualquer das equipes poderia inaugurar o resultado deste combate, tantas foram as oportunidades na etapa inicial. À Bélgica, todavia, fez falta a potência do seu artilheiro Romelu Lukaku, que nem no banco ficou, substituído por um atrapalhado Michy Batshuayi. Pela Polônia, enquanto isso, atua um certo Robert Lewandowski. Aos 28’, depois de uma tabela de Zielinski com Szymanski, a pelota caiu no pé direito do Lewy, que escorou, ajeitou, e fuzilou de canota, 1 X 0 em favor das “Águias Brancas”. Mas, aos 42’, num lance confuso diante da área da Polônia, em um bate-rebate a bola sobrou para Axel Witsel, na entrada da área. E os “Diabos Rubros” enfim igualaram, como efetivamente já mereciam.

Festança da Bélgica, em Bruxelas

Festança da Bélgica, em Bruxelas

@Uefantionsleague

Fatalidade: aos 59, quase no grande círculo, Lewandowki perderia, tolamente, uma bola dominada. Esperto, Eden Hazard controlou e municiou o astro Kevin De Bruyne, até então apagadíssimo. De Bruyne acertou um belíssimo chute de curva, a sua Bélgica na frente, 2 X 1. Então, aos 73’, os “Diabos” despachariam as “Águias” de vez. Num lance inusitado, para a média da sua atuação, Batshuayi, deliciosamente, lançou a Leandro Trossard, pela direita. O avante, que substituíra Hazard aos 66’, cortou um par de zagueiros da Polônia e, do bico da área pequena, fez 3 X 1. Trossard ainda perpetraria os 4 X 1, num chute que pareceu um simples cruzamento mas que traiu o arqueiro Dragowski e atingiu o ângulo oposto da meta da Polônia. Que degringolou e ainda propicioi mais dois gols à Bélgica, Dendoncker de 30 metros, aos 83’, e Lois Openda, nos acréscimos, um tento na sua estreia pela “Laranja”.


DIVISÃO B-1
Escócia/3, Ucrânia/3, Armênia/3, República da Irlanda/0


ESCÓCIA 3 X 0 ARMÊNIA
Glasgow, Hampden Park
Árbitro: Sebastian Gishamer (Áustria)
Gols: Ralson, McKenna

A comemoração de Tsygankov

A comemoração de Tsygankov

@Uefantionsleague

REPÚBLICA DA IRLANDA 0 X 1 UCRÂNIA
Dublin, Aviva Stadium
Árbitro: Filip Glova (Eslováquia)
Gols: Tsygankov

Primeira parte da rodada #3, dia 9 de Junho, quinta-feira:

DIVISÃO A-2
Portugal/4, República Tcheca/4pg, Espanha/2, Suíça/0
PORTUGAL X REPÚBLICA TCHECA
SUÍÇA X ESPANHA

DIVISÃO B-4
Noruega/6, Sérvia/3, Suécia/3, Eslovênia/0
NORUEGA X ESLOVÊNIA
SUÉCIA X SÉRVIA

DIVISÃO C-2
Grécia/6, Kosovo/3, Irlanda do Norte/1, Chipre/1
GRÉCIA X CHIPRE
KOSOVO X IRLANDA DO NORTE
DIVISÃO C-4
Geórgia/6, Macedônia do Norte/4, Bulgária/1, Gibraltar/0
MACEDÔNIA DO NORTE X GEÓRGIA
GIBRALTAR X BULGÁRIA

DIVISÃO D-2
Malta/3, Estônia/3, San Marino/0
MALTA X ESTÔNIA


Cotejos já realizados:

DIVISÃO A

Dinamarca

Dinamarca

Reprodução

GRUPO 1
Dinamarca/6, Áustria/3, França/1, Croácia/1
FRANÇA 1 X 2 DINAMARCA
CROÁCIA 0 X 3 ÁUSTRIA
ÁUSTRIA 1 X 2 DINAMARCA
CROÁCIA 1 X 1 FRANÇA
GRUPO 2
REPÚBLICA TCHECA 2 X 1 SUÍÇA
ESPANHA 1 X 1 PORTUGAL
REPÚBLICA TCHECA 2 X 2 ESPANHA
PORTUGAL 4 X 0 SUÍÇA

 

Itália

Itália

Reprodução

GRUPO 3
Itália/4, Hungria/3, Alemanha2/, Inglaterra/1
ITÁLIA 1 X 1 ALEMANHA
HUNGRIA 1 X 0 INGLATERRA
ITÁLIA 2 X 1 HUNGRIA
ALEMANHA 1 X 1 INGLATERRA
GRUPO 4
BÉLGICA 1 X 4 NEERLÂNDIA
POLÔNIA 2 X 1 GALES


DIVISÃO B
GRUPO 1
ARMÊNIA 1 X 0 REPÚBLICA DA IRLANDA
ESCÓCIA X UCRÂNIA
(Adiado para 21 de Setembro)
GRUPO 2
Islândia2/, Israel/1, Albânia/1, Rússia/eliminada
ISRAEL 2 X 2 ISLÂNDIA
ALBÂNIA WO X 0 RÚSSIA
ISLÂNDIA 1 X 1 ALBÂNIA
ISRAEL WO X 0 RÚSSIA

 

Finlândia

Finlândia

Reprodução

GRUPO 3
Finlândia/4, Bósnia/4, Montenegro/3, Romênia/0
FINLÂNDIA 1 X 1 BÓSNIA
MONTENEGRO 2 X 0 ROMÊNIA
FINLÂNDIA 2 X 0 MONTENEGRO
BÓSNIA 1 X 0 ROMÊNIA

GRUPO 4
SÉRVIA 0 X 1 NORUEGA
ESLOVÊNIA 0 X 2 SUÉCIA
SÉRVIA 4 X 1 ESLOVÊNIA
SUÉCIA 1 X 2 NORUEGA


DIVISÃO C
 

Turquia

Turquia

Reprodução

GRUPO 1
Turquia/6 Luxemburgo/6, Ilhas Far Oer/0, Lituânia/0
TURQUIA 4 X 0 ILHAS FAR OER
LITUÂNIA 0 X 2 LUXEMBURGO
LITUÂNIA 0 X 6 TURQUIA
ILHAS FAR OER 0 X 1 LUXEMBURGO

GRUPO 2
CHIPRE 0 X 2 KOSOVO
IRLANDA DO NORTE 0 X 1 GRÉCIA
CHIPRE 0 X 0 IRLANDA DO NORTE
KOSOVO 0 X 1 GRÉCIA

 

Cazaquistão

Cazaquistão

Reprodução

GRUPO 3
Cazaquistão/6, Eslováquia/3, Belarus/1, Azerbaidjão/1
CAZAQUISTÃO 2 X 0 AZERBAIDJÃO
BELARUS 0 X 1 ESLOVÁQUIA
ESLOVÁQUIA 0 X 1 CAZAQUISTÃO
BELARUS 0 X 0 AZERBAIDJÃO

GRUPO 4
GEÓRGIA 4 X 0 GIBRALTAR
BULGÁRIA 1 X 1 MACEDÔNIA DO NORTE
GIBRALTAR 0 X 2 MACEDÔNIA DO NORTE
BULGÁRIA 2 X 5 GEÓRGIA


DIVISÃO D
GRUPO 1
Letônia/6, Moldávia/3, Liechtenstein/0, Andorra/0
LIECHTENSTEIN 0 X 2 MOLDÁVIA
LETÔNIA 3 X 0 ANDORRA
LETÔNIA 1 X 0 LIECHTENSTEIN
ANDORRA 0 X 0 MOLDÁVIA

 

Estônia

Estônia

Reprodução

GRUPO 2
ESTÔNIA 2 X 0 SAN MARINO
SAN MARINO 0 X 2 MALTA


Particularmente engenhoso pela sua divisão em séries e em chaves, o projeto da Nations League estabelece um regime democrático de acessos e de rebaixamentos. Os vencedores das quatro chaves da Divisão A lutarão pelo título, em mata-matas, numa sede única, escolhida entre os quatro, de 14 a 18 de Junho de 2023. E seu campeão abocanhará um prêmio equivalente a R$ 250 milhões, à parte os seus patrocínios. Nas outras séries, da B à D, um bom dinheiro à parte, os campeões das chaves se promoverão à Divisão de cima.

A bandeira da Nations League

A bandeira da Nations League

Reprodução

Claro, cairão às turmas imediatamente inferiores, da A à B, da B à C, os derradeiros classificados de cada grupo. No caso da C para a D, os rabeiras ainda enfrentarão playoffs suplementares, nos quais dois sobreviverão. Até esta data a III NL acumulou 51 pelejas e 124 gols, a média razoável de 2,43. A UEFA ainda não decidiu de que modo a NL servirá como classificação para a futura Eurocopa, de eliminatórias entre Março e Novembro de 2023, e de fase final na Alemanha com 24 seleções de 14 de Junho a 14 de Julho de 2024.


Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas