Silvio Lancellotti A Lazio bate a Fiorentina e impede que a Juventus abra sete pontos

A Lazio bate a Fiorentina e impede que a Juventus abra sete pontos

Uma verdadeira missão de resgate, em casa, 2 X 1, de virada, e na metade do segundo tempo, manteve a "Águia" nas vizinhanças da liderança da "Zebra"

Ciro Immobile, o artilheiro do campeonato, 28 tentos

Ciro Immobile, o artilheiro do campeonato, 28 tentos

@SSLazio

E mais uma vez, como acontece desde 8 de Fevereiro, na rodada 23 do Campeonato Italiano de 2019/20, quando a Juventus visitou o Verona e perdeu por 2 X 1, a Lazio de Roma subiu ao gramado do seu Estádio Olímpico com a obrigação de ganhar e assim impedir uma disparada da líder na tabela de classificação do certame. Daquela data em diante a “Velha Senhora” do Piemonte venceu cinco pelejas consecutivas, subiu aos 69 pontos e abriu sete à frente da “Águia” da capital. Na sexta-feira, 26 de Junho, na abertura da rodada de número 28 do torneio, superou o Lecce, em Turim, por 4 X 0. Neste sábado, 27, caberia à Lazio, 62 pontos, receber o desafio da Fiorentina, 31.

O CR7 e Dybala, em Juventus 4 X 0 Bologna

O CR7 e Dybala, em Juventus 4 X 0 Bologna

@JuventusFC

Como a “Zebra”, outro apelido da Juventus, diante dos “Lobos do Salento”, também a “Águia”, na tradição, nas estatísticas, na qualidade intrínseca e no atual momento, era a favorita absoluta no duelo contra a equipe “Viola” da Toscana. Em 83 porfias anteriores, somava 40 triunfos a 21. Nos tentos, uma vantagem de 124 a 84. Não perdia da Fiorentina, no geral, desde os 2 X 3 no Franchi da sua adversária, em 13 de Maio de 2017. E, no Olímpico, não tombava desde os 2 X 4 de 15 de Maio de 2016. O cartel de seis e oito jogos de invencibilidade, respectivamente. Natural, nesse cenário, o resultado de Lazio 2 X 1. Mas, não foi nada sossegada a sua missão, um vero resgate.

Ao centro, Ribéry, Fiorentina 1 X 0

Ao centro, Ribéry, Fiorentina 1 X 0

@acfiorentina

A “Aguia” provinha da quebra da maior invencibilidade da sua história inaugurada em 1900, uma série admirável de 17 sucessos e quatro igualdades, arruinada pelos 2 X 3 concedidos à Atalanta, depois de escancarar 2 X 0 no dia 24. Certamente abalados pelo transtorno e também pelos sete pontos que a Juventus havia imposto horas antes, os pupilos de Simone Inzaghi não encontraram o seu padrão habitual, aceitaram o predomínio da “Viola” de Giuseppe Iacchini e sofreram o 1 X 0, aos 25’, num lance belíssimo de Ribèry, ele mesmo, o veterano francês de 37 de idade, contratado para esta temporada. Inconsequente, apesar da gritaria de Inzagui, amplificada pela ausência de platéia, em 45’ a Lazio não levou riscos à meta de Dragowski.

Immobile, pronto para bater o penal do 1 X 1

Immobile, pronto para bater o penal do 1 X 1

#laziofiorentina

Na etapa derradeira, o perfil do combate quase nada se alterou, a Fiorentina mais instigante e a “Águia” a voar, estabanadamente, nas cercanias da meia-lua. Logo aos 48’, com um lindo petardo de virada, Ghezzal  acertou o travessão de Strakosha. Apenas aos 65’, através de Jony, num chute de 25m, Dragowsky atuou, acrobaticamente, para espalmar. E o arqueiro, então, aos 66’, numa saída estapafúrdia da sua meta, cometeu um penal em Caicedo, prontamente apontado pelo árbitro Michael Fabbri. Ciro Immobile converteu, o seu gol de número 28, artilheiro máximo do campeonato. Bastou o 1 X 1 para a “Viola” se esfacelar. Aos 82’, num outro lance individual, Luís Alberto fuzilou, também de 25m, alívio para Inzaghi & Cia., a Lazio 2 X 1.

Luís Alberto, o autor do gol da vitória e do alívio

Luís Alberto, o autor do gol da vitória e do alívio

@SSLazio

Por causa da Covid-19, que o interrompeu na rodada 26, em 9 de Março, o campeonato, meramente retomado só em 22 de Junho, ostentará porfias basicamente todos os dias, até chegar ao seu desfecho, se torce, e assim se espera, em 2 de Agosto. A próxima jornada, de número 29, já começa na terça-feira, dia 30 de Junho, a “Zebra” e a “Águia” em ação na mesma data, ambas como viajantes. Às 14h30, a Lazio visitará o Torino, time apenas na intermediária da tabela, sem chance de uma vaga nas futuras competições continentais e sem risco de rebaixamento à Série B. Às 1h45 a Juventus estará na Ligúria e lá pegará um Genoa desesperado para não se emaranhar na zona de queda à segunda divisão. O mediador Fabbri estragou a festa ao expulsar o reclamão Inzaghi, já nos acréscimos. Claro, exigia o apito final.


Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Twittar”, ou deixe a sua opinião em “Comentários”. Obrigado. Fique em casa, que eu fico a dever um abração!

Últimas