R7 Só Esportes Ausente em Tóquio 2020, mulher de Medina surta com tri no surfe

Ausente em Tóquio 2020, mulher de Medina surta com tri no surfe

Yasmin Brunet acompanhou conquista do marido de perto em Trestles, na California, nos Estados Unidos

Depois da tumultuada participação em Tóquio 2020, Gabriel Medina agora está em paz. O brasileiro conquistou nesta terça-feira (13) o tricampeonato da Liga Mundial de Surfe, diante da torcida da mulher Yasmin Brunet na tribuna em Trestles, na California, nos Estados Unidos. A modelo, que foi impedida de viajar aos Jogos Olímpicos, só conseguiu gritar após a confirmação do título do marido tamanha a emoção.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, familiares e amigos foram impedidos de acompanhar os atletas na capital japonesa. O staff de Medina, no entanto, alegou que a Yasmin era parte importante em suas conquistas. Ainda assim, o COB (Comitê Olímpico do Brasil) não pôde ceder e permitiu apenas que o treinador do surfista viajasse. Medina e Yasmin criticaram as atitudes em diversas oportunidades.

Yasmin Brunet acompanha o marido Gabriel Medina nas competições pelo mundo

Yasmin Brunet acompanha o marido Gabriel Medina nas competições pelo mundo

Reprodução/Instagram/@gabrielmedina

“Ela [Yasmin] é tão paciente. Eu a amo muito. Ela me faz sentir o melhor cara do mundo. Eu quero dedicar esse título para ela porque ela estava lá”, disse Medina, após a conquista.

Na final em Trestles, Medina, que era líder do ranking, bateu Filipe Toledo por 2 a 0 no modelo melhor-de-três baterias. O surfista de Maresias já havia conquistado os títulos de 2014 e 2018.

CR7 marca, mas United perde. Veja tudo sobre a Champions League

Últimas