Campeonato Carioca Cano assume papel de protagonista em ano de aposentadoria de Fred

Cano assume papel de protagonista em ano de aposentadoria de Fred

Argentino já marcou 10 gols pelo Flu e garantiu a titularidade; ídolo tricolor pode encerrar a carreira em julho deste ano

O grande personagem do Fluminense até o momento tem nome, sobrenome e nacionalidade diferente: Germán Cano. O argentino foi contratado no início de janeiro, após o término de contrato com o rival Vasco da Gama, e chegou para ser reserva, mas logo se destacou e assumiu a titularidade.

A vaga no time titular veio em definitivo quando Fred se machucou no primeiro jogo da pré-Libertadores, contra o Millonarios, da Colômbia. Nesta partida, o argentino fez o gol da vitória por 2 a 1.

Argentino marcou os três gols do Flu nas duas finais contra o Flamengo

Argentino marcou os três gols do Flu nas duas finais contra o Flamengo

Mailson Santana/Fluminense FC

A contratação do jogador se deu pelo fato do maior ídolo da história recente do clube, o camisa 9 Fred, estar com a aposentadoria marcada para este ano, no dia 21 de julho, data em que comemora o aniversário do Fluzão. O capitão tricolor de 38 anos, em sua última temporada, não vive sua melhor fase, mas ainda contribui dentro e fora de campo.

 

Germán Cano mostra que é um atacante exemplar e que tem faro de gol. Nas suas duas primeiras temporadas jogando no Brasil, pelo Vasco, acumula 43 gols em 101 partidas. Pelo Flu, em 18 jogos, já são 10 gols e 2 assistências, números que não impressionam pelo atacante ser artilheiro, mas que agrada a torcida.

De todas as partidas até o momento, em cinco o jogador foi o mais importante em campo, decidindo, com seis gols. O faro de gol de Cano mostra para o clube e torcida que sempre que a situação aperta, ele pode resolver em poucas oportunidades.

A mais recente foi contra o Flamengo, neste sábado (2), pelo segundo jogo da final do Campeonato Carioca, ao marcar o gol de empate e ampliar a vantagem no agregado. No primeiro jogo da final, Cano também decidiu, quando em um jogo difícil, com o adversário melhor em campo durante quase toda a partida, fez dois gols, aos 37’ e 39’ do segundo tempo, garantindo dois de vantagem para a segunda partida.

Outra oportunidade decidida nos pés do argentino que vale destaque foi contra o Botafogo, pelo segundo confronto da semifinal, também do Carioca, quando marcou o gol de honra aos 52 minutos do segundo tempo, no último lance, diminuindo a derrota para 2 a 1. Nessa ocasião, o Flu podia perder por até um gol para se classificar.

Ainda no início de temporada, o atleta já mostrou à diretoria e torcida que pode ser "o cara" do ano. É o artilheiro da equipe com 10 gols e termina o primeiro campeonato, o Carioca, com sete tentos, na terceira posição da artilharia, atrás somente de Gabigol, do Flamengo, com nove, e Erison, do Botafogo, com oito. O fato curioso é que o camisa 14 já marcou gols nos três principais rivais do Rio de Janeiro.

Deu Flu! Tricolor bate o Flamengo no Maracanã e leva o Cariocão

Últimas