Copa das Confederações 2013

15/5/2013 às 09h21 (Atualizado em 15/5/2013 às 13h41)

Americano que vinha com bola para a Copa de 2014 no Brasil morre atropelado nos EUA

Americano que vinha com bola para a Copa de 2014 morre atropelado nos EUA

Do R7

Swanson planejava ver a Copa de 2014 no Brasil AP

Um americano que planejava viajar 16 mil quilômetros para assistir à Copa do Mundo de 2014, no Brasil, chutando uma bola de futebol, morreu nesta terça-feira (15) no Estado americano do Oregon. Richard Swanson, de 42 anos, foi atropelado por uma caminhonete e não resistiu aos ferimentos. Fazia apenas duas semanas que o homem havia saído da sua cidade, Seattle, em direção ao Brasil.

Segundo informações da agência Associated Press, Swanson caminhava no acostamento da estrada 101, próxima aos limites da cidade de Lincoln City, quando foi atingido pelo veículo. A jornada do americano fazia parte da promoção do projeto One World Futbol, baseado em Berkeley, na Califórnia, o qual doa bolas de futebol para pessoas de países em desenvolvimento.

— Estamos chocados com a morte de Richard. Ele era muito inspirador, alguém que em pouco tempo tocou o coração de muitas pessoas. Nossas condolências à família – lamentou a chefe de operações do projeto, Lisa Tarver.

Horas antes do acidente, Swanson postou um último vídeo da sua viagem, no qual ele aparece curtindo uma praia na costa do Oregon. A bola que o americano aparece chutando no vídeo, além dos seus outros pertences pessoais, foram recuperados pela polícia. O motorista da caminhonete não foi preso e o caso está sendo tratado como uma fatalidade.

Em uma entrevista recente a um jornal do seu Estado natal, Washington, Swanson declarou que ele estava em busca de uma aventura. Como já costumava correr, ele logo se identificou com o futebol, esporte não muito popular nos Estados Unidos, mas que ganhou a admiração do americano, que era torcedor fanático do Seattle Sounders, equipe da MLS, a liga americana da modalidade.

— Eu me sinto destinado a fazer essa viagem (ao Brasil). Será a aventura de uma vida inteira e eu vou me doar mais do que eu achava possível – disse na ocasião.

Ele deixou Seattle no dia 1º de maio, rumo a São Paulo. Durante a jornada de 16 mil quilômetros, ele previa passar por 11 países entre a América do Norte e a América do Sul. Segundo uma amiga de Swanson, Kristi Schwesinger, o Americano amava o futebol e vivia um momento singular na sua vida, com filhos já adultos e formados, e passando um período entre a vida de investigador e designer gráfico. Mais do que isso: ele queria viver a vida, de acordo com ela.

Além de alimentar um site na internet com notícias e vídeos, Swanson contava com a ajuda de estranhos, tentando arrumar abrigos ao longo do caminho. A família preparava uma festa surpresa para o americano para o próximo domingo, quando ele faria aniversário, mesmo não estando presente.

—É muito devastador vê-lo nos deixar tão cedo. Ele era tão jovem – concluiu Kristi.

Assista aos vídeos:

 

 

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Copa das Confederações 2013

  • Últimas de Futebol

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!