Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Presidente da CBF garante que Ancelotti assumirá a seleção: 'Ele vai estar, pode ter certeza'

A afirmação veio à tona depois que uma rádio espanhola afirmou que Ancelotti poderia aceitar um novo contrato com o Real Madrid

Seleção Brasileira|Do R7

Ednaldo garante que Ancelotti assumirá a seleção em 2024
Ednaldo garante que Ancelotti assumirá a seleção em 2024 Ednaldo garante que Ancelotti assumirá a seleção em 2024

Na primeira coletiva de Fernando Diniz como técnico da seleção brasileira, um assunto foi recorrente, e justamente aquele que deveria ser incomum numa entrevista de apresentação: como será a sucessão de Diniz no comando da equipe.

Durante os cerca de 40 minutos, muito se perguntou sobre Carlo Ancelotti, sobre a eventual participação do italiano nas convocações e, é claro, se o atual técnico do Real Madrid assumirá a seleção brasileira a partir de julho do ano que vem.

Entre ponderações e (quase) nenhuma demonstração de desconforto com o tema, Diniz preferiu se esquivar do assunto. Disse que isso deveria ser conversado com o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Ednaldo Rodrigues estava no auditório, mas não sentado à mesa com o técnico para a sabatina.

Ao fim da entrevista coletiva, Ednaldo foi cercado por jornalistas e, como de hábito, respondeu às perguntas. E, ainda que tenha sido evasivo, o dirigente disse com todas as letras que "ele [Carlo Ancelotti] vai estar, pode ter certeza".

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Mais cedo, uma rádio espanhola informou que Ancelotti poderia aceitar um novo contrato com o Real Madrid a partir de julho do ano que vem, quando seu vínculo se encerra. Nem o clube, nem a CBF, nem o próprio treinador deram declaração pública sobre isso.

Diniz e Ramon Menezes

Antes de Diniz conceder sua primeira entrevista como técnico da seleção brasileira, Ednaldo Rodrigues fez um breve pronunciamento para justificar sua escolha.

Publicidade

"A escolha do Fernando Diniz para técnico da seleção brasileira masculina é baseada na carreira de um dos treinadores que mais admiro. Pelo estilo de jogo, pela maneira que enxerga o futebol e pelo que também ouvi dos jogadores, de treinadores e de muitos da imprensa que têm manifestado por ele respeito e admiração", afirmou o dirigente.

"E também pelo seu caráter, pela sua ética como profissional. Na CBF, os tempos em que caráter e ética não eram prioridades acabaram."

Mais tarde, ao fim da entrevista, Ednaldo confirmou que Ramon seguirá à frente da seleção sub-20 e que deverá ser o treinador da equipe nos Jogos Olímpicos de Paris 2024 — isso, obviamente, se o Brasil confirmar sua vaga na Olimpíada.

"No ciclo olímpico, o Ramon é o treinador da seleção sub-20. Vai ter um trabalho já a partir de outubro, no Pan-Americano, depois o Pré-Olímpico", garantiu Ednaldo.

Amado e odiado: veja o retrospecto de Fernando Diniz, novo técnico interino do Brasil

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.