R7 Só Esportes Tragédia da Chape: o sobrevivente que enganou a morte duas vezes

Tragédia da Chape: o sobrevivente que enganou a morte duas vezes

Boliviano que esteve em queda do avião da Chapecoense em 2016 sofreu nova acidente em 2021, agora em um ônibus

Lance
Erwin Tumiri, sobrevivente da tragédia da Chape, saiu vivo de mais um acidente

Erwin Tumiri, sobrevivente da tragédia da Chape, saiu vivo de mais um acidente

Lance

Um dos sobreviventes da tragédia que vitimou parte do elenco da Chapeconese, em 2016, passou por mais um susto nesta semana. O boliviano Erwin Tumiri, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo, estava no ônibus que capotou em uma rodovia próxima à cidade de Ivirgarzama. Em entrevista, ele se qualificou como "abençoado".

Leia mais: EUA homologam indenização de quase R$ 5 bi em tragédia da Chapecoense

Vinte e uma pessoas morreram, nesta terça-feira, no incidente. O técnico de tripulação, porém, teve apenas uma lesão no joelho e arranhões nas costas sem gravidade, de acordo com familiares. Informações locais preliminares apontam que o ônibus onde estavam dirigia além da velocidade permitida e teria perdido os freios, em capotamento de ônibus no trajeto entre Cochabamba e Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Em entrevista à Agência Efe, ele contou que está "com muita raiva" por não ser a primeira vez que a empresa passa por este tipo de acidente e lamentou as mortes no barranco. Ele, que está internado, ressaltou sentir-se abençoado.

- Pessoalmente, eu me sinto muito abençoado por Deus. Ele está sempre em minhas intenções, nos meus projetos - comentou o religioso.

Das 76 pessoas no avião, 71 pessoas morreram no acidente que levava a delegação da Chape para a disputa do jogo de ida da final da Copa Sul-Americana daquele ano, na Colômbia. Ele também relembrou o acidente com a equipe brasileira.

- Desde o que aconteceu com o voo, vi que tenho bons amigos que estão sempre presentes. Valorizo todos eles.

Sobrevivente da tragédia com avião da Chapecoense lança livro

Últimas