Humor Esportivo Presidente do Flamengo explica decisão de não promover evento em caso de título da Libertadores

Presidente do Flamengo explica decisão de não promover evento em caso de título da Libertadores

Rodolfo Landim, no Equador, falou sobre a decisão anunciada pelo Flamengo

Humor Esportivo

Humor Esportivo

Humor Esportivo

Após o Flamengo confirmar, em nota, que não promoverá qualquer evento de comemoração no Rio de Janeiro, em caso de título da Libertadores, o presidente Rodolfo Landim falou sobre a decisão em Guayaquil, na "Embajada Del Hincha", evento da Conmebol para a final de sábado, entre o Rubro-Negro e o Athletico, às 17h de Brasília.

- Temos que entender que é um dia de festa cívica no país. Teremos eleições no Brasil e havia a preocupação, no Rio de Janeiro, não sei em outros lugares do país, de que, caso a gente chegasse e tivesse trio elétrico, coisas dessas, pudesse impactar as vias do Rio de Janeiro e causar problemas. Compreendemos isso. Nosso intuito é ajudar no que for possível as autoridades, fizemos um plano com a PM, PF, presença do presidente do TRE-RJ. Todo planejamento foi feito. Isso, claro, no caso do Flamengo vencer a competição - afirmou Landim, completando:

- Inclusive, a gente pede. Não adianta ir no aeroporto. Vamos escoar as pessoas de um jeito diferente, cada um para sua casa. Votar. Depois da festa cívica, aí sim vamos pensar em comemoração, se for o caso.

O presidente Landim, que chegou à cidade junto com os jogadores, na quarta-feira, também comentou a expectativa para a decisão.

- Ansiedade muito grande, um jogo importante para a história do clube. Nossa terceira final em quatro anos. Ano passado ficou por pouco, mas, se Deus quiser, esse ano vamos conseguir vencer.

- Nosso time é muito cascudo, estão acostumados a grandes finais. Estamos disputando uma série de finais de 2019 até agora. A expectativa é a melhor possível. A preparação continua sendo feita e a gente espera fazer um bom jogo no sábado - completou Landim.

Últimas