Futebol Weverton e Zé Rafael falam sobre estar na história do Palmeiras

Weverton e Zé Rafael falam sobre estar na história do Palmeiras

Zagueiro e capitão, Gustavo Gómez também relatou a mentalidade vencedora trazida pelo técnico Abel Ferreira ao Verdão

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Elenco do Palmeiras comemora título inédito da Recopa Sul-Americana contra o Athletico-PR

Elenco do Palmeiras comemora título inédito da Recopa Sul-Americana contra o Athletico-PR

CESAR GRECO/SITE OFICIAL DO PALMEIRAS

A conquista inédita da Recopa Sul-Americana com essa geração que venceu duas Libertadores e uma Copa do Brasil, sob a gestão do técnico Abel Ferreira, fez com que o goleiro Weverton e o meio-campista Zé Rafael destacassem o legado no Palmeiras.

"Mais uma história sendo escrita de uma forma muito bonita. O legado que a gente pode deixar como atleta é deixar títulos. O último título que a gente ganhou aqui (Allianz Parque) foi na Copa do Brasil (2020), mas sem torcida. Desde a hora que a gente chegou, vimos que a atmosfera estava tudo preparada para a gente ganhar hoje", disse o goleiro, ao término do jogo da última quarta-feira (2).

O camisa 8, que fez o primeiro gol da partida de falta, completou a fala do seu companheiro com a taça sul-americana na mão.

"Sou um cara que trabalha muito e hoje fui coroado. A gente pressionou, espírito forte, de lutar. Ano passado escapou e esse ano não podia deixar isso acontecer. A gente trabalha muito, treina e sabe que é difícil acertar uma batida dessa. Estou muito feliz. Acho que fica marcado na história, nas páginas do clube, era um título que o Palmeiras não tinha. Quando olharem nossos nomes, lá estaremos marcados na história."

Gómez fala de Abel Ferreira

"Acho que o professor Abel chegou e a gente está ganhando tudo, né? É a filosofia dele, de sempre conquistar, a cada dia, coisa mais importantes, seguir fazendo história. Com certeza, acho que é um dos melhores treinadores da história do Palmeiras", ressaltou o zagueiro Gustavo Gómez, que também é o capitão do time de Abel Ferreira.

De acordo com o defensor paraguaio, o português fez o Alviverde amadurecer muito taticamente e mentalmente nas últimas temporadas, jogando do Paulistão ao Mundial de Clubes na mesma intensidade.

Últimas