Campeonato Carioca Xerife eternizado: Joel Carli entra para a história do Botafogo

Xerife eternizado: Joel Carli entra para a história do Botafogo

Zagueiro argentino está na sua segunda passagem pelo clube e alcançou marca importante de 180 partidas no Glorioso

Diante do Volta Redonda, Joel Carli fez seu 180º jogo com a camisa do Botafogo

Diante do Volta Redonda, Joel Carli fez seu 180º jogo com a camisa do Botafogo

Vitor Silva/Botafogo

Noite especial na última segunda-feira (7). O zagueiro argentino Joel Carli completou 180 jogos com a camisa do Botafogo na vitória por 5 a 0 sobre o Volta Redonda, no Nilton Santos, com direito a gol que abriu o placar. O jogador igualou a marca de 'El Lobo' Fischer, compatriota artilheiro do Glorioso nos anos 70.

Sem deixar passar o dia especial do defensor, o Botafogo colocou um patch com a frase 'haciendo historia' na camisa de número 3 vestida pelo hermano.

Capitão, xerife, líder e muitos outros apelidos fazem de Joel Carli um dos jogadores mais identificados com a torcida na história recente do Alvinegro. Sua postura de entrega dentro de campo, com garra e respeito ao clube, foram o caminho para que conseguisse alcançar seu 180º jogo com a estrela solitária no peito.

História

Carli chegou ao Botafogo em 2016 ainda cercado de dúvidas, já que atuava pelo não tão badalado Quilmes, da Argentina. O zagueiro, naquele ano, já foi um dos principais jogadores na campanha que classificou o alvinegro para a Libertadores da América.

Dois anos depois, já respeitado pelas arquibancadas do Nilton Santos, o jogador marcou aos 49 minutos do segundo tempo o gol que forçou a disputa de pênaltis contra o Vasco, no Maracanã, pela final do Campeonato Carioca. O Glorioso sagrou-se campeão no dia 8 de abril de 2018. 

Carli comemora seu gol na vitória do Botafogo por 5 a 0 contra o Volta Redonda

Carli comemora seu gol na vitória do Botafogo por 5 a 0 contra o Volta Redonda

Vitor Silva/Botafogo

Após quatro temporadas sendo titular do Botafogo, Joel Carli foi dispensado no trágico ano de 2020, que culminou no rebaixamento para a Série B, e retornou para seu país. O zagueiro assinou com o Aldosivi, na cidade de Mar del Plata, mas foi pouco utilizado e sofreu com lesões. No início de 2021, no entanto, surgiu novamente a chance de marcar seu nome em General Severiano.

Como medida para pagar dívidas antigas, a convite de Durcesio Mello, presidente, o Botafogo contratou novamente o argentino para a integrar o elenco na Série B. Carli, surpreendendo muitos por conta de suas lesões e tempo longe dos gramados, se transformou em pilar da equipe na campanha do título, formando dupla de zaga com o jovem Kanu.

Em 2022, o ídolo da torcida alvinegra começou novamente como titular, mas agora vendo o clube passar por um momento de reconstrução sob a direção de John Textor. Com respeito de admiração interna, Joel Carli, aos 35 anos, se tornou uma figurinha importante na história do Botafogo de Futebol e Regatas.

Últimas