Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Cosme Rímoli - Blogs
Publicidade

Real oferece contrato com multa de R$ 5 bilhões para Vinicius Junior. A Espanha precisa dessa renovação. Uma vitória sobre os racistas

Os casos de racismo contra Vinícius Jr. finalmente chegaram à Presidência da Espanha. A repercussão mundial para o país foi péssima. Prisões aconteceram hoje. Mas o país precisa da renovação do contrato do brasileiro

Cosme Rímoli|Do R7 e Cosme Rímoli


Vinícius Jr. recebeu apoio do mundo todo. A Espanha precisa da renovação do seu contrato
Vinícius Jr. recebeu apoio do mundo todo. A Espanha precisa da renovação do seu contrato

São Paulo, Brasil

"Tolerância zero com o racismo no futebol."

"O esporte se fundamenta nos valores da tolerância e do respeito. O ódio e a xenofobia não cabem no nosso futebol nem na nossa sociedade."

Precisou o presidente da Espanha, Pedro Sánchez, se envolver para que as autoridades policiais mostrassem serviço. 

Publicidade

Sánchez sentiu a repercussão mundial depois dos atos racistas contra Vinícius Jr. e pediu uma resposta firme.

E depois de um ano e sete meses da primeira denúncia de racismo contra o brasileiro, algo concreto acontece.

Publicidade

. Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

. Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Sete homens foram presos e tiveram sua detenção espalhada para o mundo.

Quatro pela absurda simulação de enforcamento do jogador, utilizando um boneco com a camisa do atacante do Real, embaixo de uma ponte de Madri.

A atitude aconteceu no dia 26 de janeiro e, "por coincidência", a polícia só identificou e prendeu os suspeitos hoje, dia 23 de maio.

E outros três espanhóis foram para a cadeia. O trio foi identificado imitando macaco na partida de domingo, contra o Valencia.

Os espanhóis estão chocados com a reação do mundo.

A revelação de quanto o brasileiro é perseguido e como o governo espanhol, a liga espanhola, a Federação Espanhola e mesmo o Real Madrid não tomavam atitude nenhuma chocou o planeta. 

As TVs espanholas e os portais fizeram questão de divulgar a prisão dos sete racistas
As TVs espanholas e os portais fizeram questão de divulgar a prisão dos sete racistas

E a Espanha passou a ser vista, como destacou o atacante brasileiro, como um "país de racistas".

Além de, finalmente, os racistas estarem indo para a cadeia, a grande resposta que o Real Madrid quer dar ao mundo será o voto de confiança de Vinícius Jr.

O clube já negociava, antes do escândalo em Valência, a renovação antecipada do contrato do brasileiro. Seu contrato termina em junho de 2024.

E o presidente Florentino Pérez, já com a certeza de que Mbappé seguirá no PSG, ainda mais com a possível saída de Neymar, quer acertar a permanência de Vini Jr. até 2027.

Fazer da renovação um ato político.

E não só garantir que seu melhor jogador ficará por mais quatro anos.

Pérez já deixou clara a sua intenção, ontem, no "vídeo de apoio" que gravou com Vinícius.

O brasileiro sabe que desperta o interesse de vários clubes. Como o Bayern de Munique, do Manchester United.

O compromisso foi apalavrado no início do ano.

Os valores são até públicos, divulgados por jornalistas espanhóis.

Renovação até junho de 2027.

Multa rescisória de 1 bilhão de euros, ou cerca de R$ 5 bilhões.

Os salários do jogador chegarão a 30 milhões de euros, ou aproximadamente R$ 161 milhões, por ano.

Ou seja, cerca de R$ 13,3 milhões a cada mês.

Pérez e a Espanha precisam dessa renovação.

A saída de Vinícius Jr. seria a vitória dos racistas.

O brasileiro sabe muito bem disso.

E ele também quer ficar.

Até porque há a certeza quase absoluta de que Carlo Ancelotti ficará.

A permanência do italiano é algo fundamental para o atacante.

A relação entre os dois é paternal.

Vinícius recebeu apoio de jogadores, fãs e personalidades do mundo todo.

Mas a maior homenagem que recebeu foi a do Rio de Janeiro, seu estado.

O Cristo Redentor ficou apagado.

Para contrastar, parecer negro, na noite de ontem.

Imagem perfeita para os racistas que o chamaram de "macaco".

A Espanha não pode mais proteger seus racistas...

(Algumas horas depois das prisões, os sete jovens, entre 18 e 21 anos, foram soltos. Apenas deram seus depoimentos à Polícia da Espanha. A sensação de impunidade continuará...)

Perseguição! Racismo contra Vini Jr. chega a dez casos na Espanha; veja o que aconteceu em cada um

" gallery_id="646bbb9dc012ad10ef000a37" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/real-oferece-contrato-com-multa-de-r-5-bilhoes-para-vinicius-junior-a-espanha-precisa-dessa-renovacao-uma-vitoria-sobre-os-racistas-24052023"]

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.

</