Cosme Rímoli Um novo time para 2022. Copa América servirá como peneira

Um novo time para 2022. Copa América servirá como peneira

Arthur, Jemerson, Guilherme Arana, Vinícius Junior, Lucas Paquetá, Rodrygo. Será obrigatória a renovação da Seleção para 2022

Vinícius Júnior. Nome certo na renovação da Seleção para o Catar em 2022

Vinícius Júnior. Nome certo na renovação da Seleção para o Catar em 2022

CBF

Moscou, Rússia

Indefectíveis a cada Copa perdida pelo Brasil, são as projeções para como será o novo time no próximo MundiaI. E já começaram a chover as mais variadas equipes. 

O primeiro passo, lógico, precisa passar pela continuidade de Tite no cargo. Pessoas ligadas a ele dão como certo sua permanência. Depois de todas as provas de autonomia que recebeu da CBF do secretário-geral Walter Feldmann.

Confira tudo sobre Copa 2018 no R7 Esportes

O treinador saiu da Rússia convicto que seu esquema tático estava correto. Tendo o 4-1-4-1 como base para o 4-2-3-1 e variando ao 4-4-2. Mas ele precisará utilizá-lo com novas peças. Jogadores de sua confiança não terão idade para seguirem titulares com o futebol cada vez mais competitivo, atlético no mundo atual.

Cássio (30 anos), Marcelo (30), Filipe Luís (32), Geromel (30), Thiago Silva (33), Miranda (33), Renato Augusto (30), Fernandinho (33), Fagner (29),Paulinho (33) Taison (30) e Daniel Alves, 35 anos, não estarão no Catar.

"Eu sei que disputei a minha última Copa. É um momento duro, triste para mim. Mas sei que fiz de tudo para o Brasil ganhar a Copa. Mas não posso me iludir. A vez será de jogadores mais jovens no Catar", desabafou Miranda, após a eliminação diante da Bélgica.

Para isso, servirão os estudos, as avaliações de novos nomes que Tite já havia pedido que fosse feito, projetando a Copa de 2022. Para ele ou para qualquer outro treinador que seguir no Mundial. Ele fez questão de fazer as fichas que não encontrou. Nenhum treinador antes dele, deixou qualquer estudo, qualquer relatório na CBF. De Dunga e do coordenador Gilmar Rinaldi não sobrou nada.

Das avaliações preliminares dos observadores de Tite há vários jovens nomes. O volante Artur tem caminho aberto. O treinador é um fã do jogador, que foi sabotado por sua contusão no tornozelo esquerdo. Por isso não veio à Rússia.

Marquinhos, injustiçado na Copa, deverá assumir a zaga. Não há mais como Tite não colocá-lo como titular na nova equipe. Jemerson de 25 anos tem caminho aberto, para formar uma forte dupla. 

Na lateral esquerda, Tite colocará suas fichas no jogador que formou no Corinthians. Guilherme Arana. Só o treinador sabe tirar o melhor do veloz, habilidoso e vertical lateral. O processo de maturação do jogador precisa ser imediato. Marcelo já deu mostras que fisicamente não consegue manter seu futebol de alto nível. Quanto mais com 34 anos. Filipe Luís terá 36 anos, sabe que seu tempo passou.

Para articular as ações ofensivas, Lucas Paquetá tem um grande lobby da imprensa carioca. E tem a simpatia de Tite, por suas arrancadas e personalidade forte. Tem apenas 20 anos, a hora de investir, de formar o jogador para a Seleção é agora.

Embora jovem, Gabriel Jesus terá a concorrência forte para seguir titular da Seleção. A começar pelo próprio Roberto Firmino. Tem 26 anos, assim como Neymar e Coutinho. O trio poderá chegar muito bem fisicamente e entrosado até o Catar. Tite sabe que foi injusto também com Firmino.

Mas há Vinicius Júnior. Ele já chegou ao Real Madrid com todo status de nova estrela brasileira. Contratado a peso de ouro. O garoto de R$ 165 milhões fará 18 anos daqui três dias. Ele conta com grandes defensores na Comissão Técnica. Terá chance de mostrar se merece um lugar na Copa do Catar, quando terá 21 anos.

Arthur tem personalidade, talento e vigor físico para ser titular da Seleção

Arthur tem personalidade, talento e vigor físico para ser titular da Seleção

CBF

Além desses jogadores que chegarão para se juntar a Alisson, Danilo, Casemiro, Coutinho, Willian, Neymar, há outras revelações que Tite pode escolher.

Militão, Gabriel, Igor Rabelo, Ayrton Lucas,  Maycon, Rodrygo, Pedro, Paulinho, Gustavo Blanco, Gustavo Scarpa. Ou seja, nomes não faltam para Tite.

A filosofia de jogo ele já tem.

E se seguir na Seleção, como já tem convite, o treinador decidiu.

Fara da Copa América do Brasil, em 2019, uma grande peneira.

Levará uma base competitiva da Copa da Rússia.

Mas testará vários nomes pensando em 2022.

Apesar da profunda tristeza que domina o técnico, ele sabe.

A vida da Seleção Brasileira vai prosseguir.

A própria Comissão Técnica de Tite em conversa com a cúpula da CBF já acertou. O Brasil fará pelo menos oito amistosos antes do início da Copa América, em junho de 2019.

O primeiro jogo será contra os Estados Unidos, em Nova Jersey, dia 7 de setembro. Os outros adversários não estão definidos.

Tite é capaz de tirar o melhor de Guilherme Arana. O jogador terá chance

Tite é capaz de tirar o melhor de Guilherme Arana. O jogador terá chance

CBF

De certo, apenas um detalhe.

Começará a formação do novo time para 2022...

Veja 20 promessas para a seleção que podem estar na Copa de 2022

    Access log