Jogada 10 WTorre estipula data para terminar troca de gramado do Allianz Parque

WTorre estipula data para terminar troca de gramado do Allianz Parque

Empresa notificou o Palmeiras que vai trocar material do gramado e espera devolver o estádio até o final de fevereiro

Jogada 10
Foto: Reprodução/internet

Foto: Reprodução/internet

Jogada 10

A WTorre informou ao Palmeiras que vai trocar o composto termoplástico utilizado no gramado do Allianz Parque. Ele será trocado por material orgânico de cortiça. Além disso, a empresa informou ao Verdão que pretende entregar o estádio pronto até o dia 20 de fevereiro, para a equipe voltar a mandar jogos em seus domínios.

Se a previsão for confirmada, o Palmeiras deve perder dois jogos do Paulistão. O primeiro seria o duelo contra o Ituano, no dia 8. Além disso, o Verdão não deve encarar o rival Corinthians, no dia 18 de fevereiro. A equipe de Abel Ferreira deve mandar estas partidas na Arena Barueri, onde a empresa de Leila Pereira vem fazendo a gestão.

De acordo com um laudo técnico da WTorre, o gramado sintético não suporta as altas temperaturas da cidade de São Paulo. Assim, a empresa entende que o material precisa ser trocado.

A manutenção está sendo feita pela Soccer Grass, que teve o contrato rompido pelo Palmeiras, mas segue como parceira da WTorre. Assim, segue responsável pelo gramado do Allianz Parque. A construtora avaliou também que as outras duas camadas que compõem o gramado estão em boas condições, dentro do prazo de validade e não precisam de uma manutenção neste momento.

O composto termoplástico, que acabará sendo trocado, estava gerando uma massa que grudava nas chuteiras dos jogadores. Desta forma, a WTorre optou pela cortiça, já utilizada no Nilton Santos, estádio do Botafogo, e que recebe elogio dos jogadores que lá atuam.

Palmeiras reclama do gramado com WTorre já faz algum tempo

Anteriormente, o Palmeiras já tinha entrado em contato com a Soccer Grass exigindo melhorias no estado do campo do Allianz Parque. A empresa, por sua vez, comprometeu-se a trocar o termoplástico que reveste o gramado, motivo da reclamação da diretoria. Entretanto, não foi capaz de confirmar qual seria o prazo necessário para o reparo. Assim, o clube acabou optando por encerrar o contrato.

Na semana passada, o Palmeiras já tinha afirmado que não jogaria no Allianz até a conclusão das reformas necessárias no campo. Para o jogo contra o Ituano, no próximo dia 8 de fevereiro, o clube solicitou à Federação Paulista de Futebol (FPF) a transferência da partida para a Arena Barueri. Neste caso, o Alviverde não terá gastos, já que a Crefipar, empresa que pertence à presidente Leila Pereira, é a gestora do estádio.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Últimas