Soteldo vira moeda de troca no Santos

Reintegrado ao elenco, diretoria do Peixe tentou oferecer o camisa 10 para ter Diego Pituca, mas sem sucesso

Jogada 10
Jogada10

Jogada10

Jogada 10

Reintegrado ao elenco do Santos, o atacante Soteldo poderia ter um futuro bem mais longe da Vila Belmiro. Afastado por indisciplina pelo técnico Paulo Turra e o diretor Paulo Roberto Falcão, que não estão mais no clube, o camisa 10 virou uma moeda de troca do Peixe nas últimas negociações.

A principal delas foi com o Kashima Antlers, do Japão, pelo volante Diego Pituca. O Santos já tem um pré-contrato assinado com o atleta e buscava sua liberação antecipada para disputar a atual edição do Campeonato Brasileiro. A agremiação japonesa se mostrou irredutível e só aceitava liberar o jogador mediante o pagamento integral da multa de R$ 20 milhões.

Desta forma, a diretoria do Santos chegou a oferecer o atacante Soteldo para ter Pituca antecipadamente. Afinal, na época, o jogador estava afastado do elenco, e o Peixe buscava um novo clube para o atleta. O Kashima analisou o nome do camisa 10, mas respondeu com uma negativa. O histórico do jogador e os relatos de mau comportamento nos bastidores do CT Rei Pelé pesaram contra o atacante.

Além do negócio com os japoneses, o Santos tentou envolver Soteldo em outras negociações. Os próprios empresários do atleta o ofereceram a clubes do Oriente Médio nesta janela, mas não conseguiram acertar com nenhum outro destino.

Contudo, com as saídas de Paulo Turra e Paulo Roberto Falcão, somadas à chegada de Diego Aguirre, o caso foi resolvido. Soteldo treina com o restante do grupo desde o início da semana e deve estar na lista de relacionados para o duelo contra o Fortaleza, no próximo final de semana, pelo Campeonato Brasileiro.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Últimas