Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Vale o protesto? Veja os números do Fluminense no último mês

Torcedores do Tricolor das Laranjeiras protestaram contra elenco, técnico e diretoria pelos resultados das últimas semanas

Futebol|Do Live Futebol BR

Fernando Diniz, técnico do Fluminense
Fernando Diniz, técnico do Fluminense Fernando Diniz, técnico do Fluminense

O Fluminense foi alvo de protestos no treino da última quinta-feira (15), com torcedores reclamando do momento recente da equipe. Com faixas, o grupo não poupou a diretoria, o elenco e nem o técnico Fernando Diniz.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Olhando por cima, o protesto pode parecer deslocado, já que o Tricolor das Laranjeiras é o 5º colocado do Campeonato Brasileiro e só depende de si para se classificar na Libertadores da América. No entanto, o momento da equipe é disparado o pior e mais preocupante da temporada.

Publicidade

Leia também

No último período de um mês, desde 16 de maio, o Fluminense disputou oito partidas e só venceu uma, contra o RB Bragantino pelo Brasileirão. Nas partidas restantes, o Flu empatou duas e perdeu cinco, representando metade das derrotas do clube em 2023 em apenas 31 dias.

Além da piora dos resultados, o desempenho também é preocupante. O Tricolor, que superou a maioria dos adversários até abril com certa tranquilidade, não conseguiu mais dominar jogos. No último mês, o Fluminense só finalizou mais que o adversário na derrota por 2 a 0 para o Corinthians. O ponto mais baixo foi no clássico contra o Botafogo: derrota por 1 a 0 e impressionante diferença de 21 a 3 em chutes.

Publicidade

Em números, o time de Fernando Diniz passou em branco em seis dos oito compromissos que disputou e só marcou quatro gols nos últimos oito jogos, média de um a cada duas partidas, cedendo 11 bolas na rede. É quase um gol marcado a cada três sofridos.

O período também trouxe a eliminação nas oitavas de final da Copa do Brasil, justamente para o rival Flamengo. O Flu também teve duas chances para confirmar a classificação às oitavas de final da Libertadores, mas perdeu para o The Strongest, com time reserva e na altitude da Bolívia, e para o River Plate na Argentina.

E aí, quem vem? Veja a situação de cada um dos cotados a assumir a seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.