Torcida do Ceará dá uma aula de consciência

Protestos contra a contratação do goleiro Jean ganham força no clube

Lance

A infeliz ideia de trazer o goleiro Jean para a temporada 2020, ganhou uma enorme repercussão negativa junto aos torcedores do Ceará.

A hastag #JeanNão foi um dos mais comentados no Twitter nesse fim de semana.

A torcida mostrou total repudio à possibilidade de contratação do goleiro, que agrediu a esposa na frente das filhas, e chegou a ser preso nos Estados Unidos.

Nas redes sociais, foram usadas frases de que o Ceará sempre foi o "time do povo" e que "sempre apoiou as mulheres".

Alguns posts, citaram inclusive o suposto "fetiche" que a atual diretoria tem por jogadores violentos.

O atacante Juninho Piauiense, por exemplo, foi contratado pelo clube em 2018, após acusação de agressão à ex-namorada.

Sem falar no meia Wescley, que atualmente é um dos destaques do time, mas que também já foi acusado de agredir a namorada em 2016.

Por isso houve essa reação, que mostra como a contratação do goleiro é vista com péssimos olhos.

Se ele realmente vier, vai ser uma tremenda bola fora da direção do clube.

Vale lembrar do histórico de mau comportamento do Jean, que já brigou com treinadores e companheiros no São Paulo.

Não sou da opinião de que ele deve ser banido do futebol e nunca mais trabalhar em lugar nenhum.

Mas ele cometeu o crime de violência doméstica, com lesão corporal grave.

Deixou a esposa desfigurada na frente das filhas, em Orlando, numa viagem de férias.

Um erro imperdoável e que mostra o temperamento violento dele.

Um péssimo exemplo que manchou a carreira dele pra sempre.

Pois bem, o São Paulo nem rescindiu o contrato com o atleta, porque as férias do goleiro ainda não terminaram.

Provavelmente é isso que vai acontecer.

Então, não pode exisitir um momento mais inoportuno que esse, para demonstrar interesse no jogador.

Acho até que ele vai retomar a carreira (até o Bruno, que fez coisa muito pior, retomou), mas não sem antes enfrentar o repúdio da sociedade.

O ideal para ele, nesse momento conturbado, seria jogar em um time fora do Brasil.

Sendo assim, achei uma tremenda bola fora do Presidente do Ceará, Robinson de Castro, ter deixado escapar que está interessado no goleiro.

Pelo menos, segundo o jornalista Alysson Lima, do Canal Vovô, que publicou a informação.

Aproveito aqui o espaço para dar os parabéns à torcida do Ceará.

Rapidamente se posicionou e iniciou um protesto que enche de orgulho a instituição.

O clube e sua apaixonada torcida, querem dar o exemplo e precisam ser ouvidos.

Eles são muito maiores e mais importantes que qualquer dirigente.

Até a próxima.