Lucas Pereira Mesmo arriscada, estratégia de Mano Menezes acaba dando certo

Mesmo arriscada, estratégia de Mano Menezes acaba dando certo

Treinador palmeirense sabe que o jogo que importa é contra o Corinthians

Brasileirão

Mano Menezes poupou contra o Vasco

Mano Menezes poupou contra o Vasco

Cesar Greco

Mano Menezes observou bem o que vinha acontecendo com o Palmeiras nas últimas rodadas.

Depois de ter amassado o São Paulo, em um jogo desgastante, a equipe se arrastou em campo e teve muitas dificuldades pra derrotar o Ceará.

O mesmo poderia acontecer na sequência do campeonato, quando teria Vasco e Corinthians pela frente.

Sabendo disso, o treinador resolveu poupar sete jogadores para o compromisso no Rio.

Ele sabia que, mesmo com tantos reservas em campo, a chance de ganhar do Vasco era grande.

Correu um enorme risco, é verdade.

Se tivesse perdido pontos em São Januário, o torcedor não iria poupá-lo de críticas.

Afinal, a chance de conquistar o bicampeonato brasileiro ainda existe.

Mano sabe que a possibilidade é pequena.

Por isso, resolveu preservar o elenco para o jogo que realmente importa.

Algumas partidas, podem manter ou não treinadores para a próxima temporada.

É o caso do derby contra o Corinthians.

Uma grande atuação, junto com uma vitória convincente diante do rival, pode arrancar elogios do exigente torcedor, mesmo se o título não vier.

Nem o aproveitamento de 80% dele no comando do Palmeiras faz sentido, se não ganhar jogos importantes.

Uma vitória contra o Corinthians é um caso à parte.

Pode fazer a diretoria se apressar para manter o contrato de um técnico para o ano que vem.

Mano sabe bem disso.

Por isso, resolveu arriscar não colocar os titulares em campo diante do Vasco.

E acabou se dando bem.

Agora, se o prêmio vai ser completo, a gente não sabe.

Se o time vencer bem o clássico no sábado, no Pacaembu, pode ter certeza que alguns mais entusiasmados vão chamá-lo de gênio.

Até a próxima.

Gabigol: conheça as mulheres que mimam o artilheiro do Brasileirão