Agora todos querem Jorge Sampaoli

Prestes a sair do Santos, treinador argentino será disputado no fim do ano

Ivan Storti/Santos FC

Ainda lembro da confusa participação da seleção da Argentina na Copa de 2018.

Nem faz tanto tempo assim.

O técnico era Jorge Sampaoli, que foi muito criticado pelo seu trabalho no mundial.

Tanto pela imprensa, quanto pelos jogadores.

Muitos afirmavam que não havia um comando fora de campo, e que os principais jogadores não tinham um bom relacionamento com ele.

Tá certo que os argentinos até fizeram uma boa partida contra a França, nas oitavas de final.

Mas foram eliminados e quase não passaram da primeira fase.

Sampaoli foi considerado o maior culpado pelo mau desempenho, e foi demitido logo após a Copa.

No ano seguinte, quanta coisa mudou.

O treinador está fazendo um grande trabalho no Santos, levando uma equipe modesta ao vice-campeonato brasileiro.

A boa temporada acendeu todos os holofotes para o técnico santista.

Ele até já recebeu uma proposta do futebol espanhol.

Além disso, é o preferido do Palmeiras, que demitiu Mano Menezes e Alexandre Mattos.

O clube promete abrir os cofres para contar com Sampaoli em 2020.

Sem falar no possível interesse do Flamengo.

Sim, o clube carioca está muito satisfeito com Jorge Jesus.

Mas o próprio português não confirmou se vai continuar ano que vem.

Vai depender de muita coisa. Inclusive do resultado no Mundial.

Até porque, grandes clubes da Europa estão muito entusiasmados com o trabalho de Jesus, e algumas propostas irrecusáveis podem surgir.

Uma coisa é certa.

Sampaoli tem contrato até final de 2020, mas não fica no Santos para a próxima temporada.

Existe o boato que ele quer ficar no Brasil, apesar de uma proposta concreta do Racing da Argentina.

Acredito que ele não terá pressa pra definir o futuro.

Vai esperar, para não tomar uma decisão precipitada.

Imagina se Flamengo e Palmeiras, os dois clubes brasileiros com mais recursos atualmente, brigarem pelo passe dele?

Não só vai ganhar muito dinheiro, como vai ter um grande elenco nas mãos, para a disputa da Libertadores no ano que vem.

Pelo jeito, com o excelente trabalho no Peixe, Sampaoli retomou o status de um dos melhores treinadores da América do Sul.

Talvez até do mundo.

Até a próxima.