Thiago Silva, no Chelsea. Para provar que merece a Copa do Mundo

Thiago foi quem melhor aproveitou jogos decisivos da Champions. Dispensado do PSG, teve várias ofertas. Por R$ 39 milhões, ficou com Chelsea

Thiago Silva fez a aposta mais corajosa. Sua autoestima o levou para o Chelsea

Thiago Silva fez a aposta mais corajosa. Sua autoestima o levou para o Chelsea

Chelsea

São Paulo, Brasil

Provar que ainda é um dos melhores zagueiros do mundo.

E apto para disputar a Copa do Qatar como titular.

Essa foi a aposta de Thiago Silva.

Por isso escolheu jogar no Chelsea, com contrato de apenas um ano.

Renovável por um segundo ano.

Dependendo do que mostrar em campo, evidente.

"Estou muito feliz de me juntar ao Chelsea. Estou encantado de fazer parte desse time empolgante do Frank Lampard para a próxima temporada. Estou aqui para brigar por títulos. Espero ver os torcedores do Chelsea em breve, estou ansioso para jogar em Stamford Bridge", declarou, em Londres.

Depois de oito anos, o jogador foi dispensado do Paris Saint Germain.

O executivo de futebol do clube francês, Leonardo, não teve constrangimento. Deixou bem claro que a decisão de não seguir com o também brasileiro no elenco foi dele. O motivo: a idade. Ele fará 37 anos em setembro.

Thiago Silva foi o melhor jogador do PSG nas partidas decisivas da Champions

Thiago Silva foi o melhor jogador do PSG nas partidas decisivas da Champions

Reprodução Twitter

Seu contrato não seria renovado.

A decisão foi tomada ainda no ano passado.

Thiago Silva, capitão do time, recebeu a cruel decisão de forma consciente.

Sabia que poderia acontecer. Viu como o PSG tratou Daniel Alves.

Se calou e decidiu se condicionar o melhor possível.

E embora toda a badalação, os holofotes, os olhos estivessem voltados para Neymar e Mbappé, Thiago Silva foi o melhor, o mais regular, jogador do PSG nas partidas decisivas da Champions, em Lisboa.

Mas Leonardo não poderia voltar atrás. Ele já havia anunciado a saída do zagueiro à direção do PSG.

Ter um jogador como Thiago Silva, de graça, só pagando salários era uma oportunidade de ouro no mercado.

O técnico Thomas Tuchel tentou segurar Thiago Silva, seu capitão. Não teve força

O técnico Thomas Tuchel tentou segurar Thiago Silva, seu capitão. Não teve força

Uefa/Champions League

Everton, Milan, Tottenham, Arsenal fizeram contato com os representantes do jogador.

Além, óbvio, do Fluminense, clube no qual jurou encerrar a carreira.

Só que Thiago Silva é muito frio, calculista.

Com o blog já havia publicado, ele recebeu uma ligação do ex-jogador e agora treinador do Chelsea, Frank Lampard.

No telefonema, disse ao brasileiro que o desejava como o líder da nova e fortíssima equipe que o clube está montando.

Thiago Silva conquistou nada menos do que 24 títulos pelo PSG

Thiago Silva conquistou nada menos do que 24 títulos pelo PSG

PSG

 Fechou com o meia Ziyech, o Timo Werner, o lateral-esquerdo Ben Chilwell, o zagueiro Malang Saar. E ainda está perto de fechar com o meia Kai Havertz.

O plano é ter uma equipe capaz de vencer a Premier League e a Champions.

Lampard confia em Thiago Silva, mas os dirigentes do clube só permitiram oferecer contrato de uma temporada. Renovável por outra. O motivo está na idade.

Thiago Silva analisou as propostas que tinha.

Ele é milionário.

Soube guardar o dinheiro de 14 anos de futebol europeu.

E optou pelo Chelsea.

Pela força do time, pelo desafio de jogar em altíssimo nível.

Também pelo salário.

A imprensa inglesa garante.

Ele receberá por esta temporada nada menos do que 6 milhões de euros, cerca de R$ 39 milhões. 

R$ 3,2 milhões mensais.

Fora bônus por títulos.

Poderia ter assinado contrato de, pelo menos dois anos, com a possibilidade de um terceiro com os outros clubes que o procuraram.

Ele quer provar não só para Tite, mas para a imprensa brasileira que tem condições de disputar como titular a Copa do Qatar, mesmo com 39 anos.

Tite quer Thiago Silva, na Copa de 2022. Escolha pelo Chelsea foi perfeita

Tite quer Thiago Silva, na Copa de 2022. Escolha pelo Chelsea foi perfeita

Mowa Press

Foi uma escolha de coragem.

De auto-estima.

Thiago Silva renasceu.

A dispensa do PSG foi um estímulo.

Optar pelo Chelsea mostra coragem.

E convicção de que Leonardo irá se arrepender.

Ótimo para o zagueiro.

Assim como para Tite, treinador que o quer no Mundial.

Thiago Silva tem motivo para sorrir...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

De visual novo, Neymar passa férias com filho, pai e amigos, em Ibiza