Cosme Rímoli Pênalti vergonhoso não marcado para o Santos. 0 a 0 com o Boca

Pênalti vergonhoso não marcado para o Santos. 0 a 0 com o Boca

O time brasileiro foi muito prejudicado na Bombonera. Cuca conseguiu travar o time argentino. O Santos poderia ter vencido, se pênalti em Marinho fosse marcado

  • Cosme Rímoli | Do R7

Santos foi prejudicado de forma inaceitável. Pênalti claro em Marinho

Santos foi prejudicado de forma inaceitável. Pênalti claro em Marinho

Reprodução/Fox Sports

São Paulo, Brasil

28 minutos do segundo tempo.

Marinho é lançado na corrida dentro da área.

Sai atrás de Izquierdoz.

Mais veloz, o santista chega à frente, dá um toque na bola.

O zagueiro, mais lento, derruba Marinho. 

Sua perna direita atinge o joelho esquerdo do santista.

Pênalti claro. 

O árbitro chileno Roberto Molina, mal colocado, nada marca.

O juiz paraguaio Juan Benítez, comandante do VAR, não considera falta. 

E nem chama Molina para analisar o lance pelo vídeo.

Um absurdo, em plena semifinal da Libertadores da América.

Vergonhoso.

O lance poderia ter decidido a partida, já que o confronto foi de muita marcação.

Inaceitável.

E que parece ter demonstrado a famosa força que o Boca Juniors tem nos bastidores da Conmebol.

Tanto Cuca quanto Miguel Ángel Russo não se arriscaram.

Tanto que acabou com um empate em 0 a 0.

As marcações se impuseram de forma impressionante. Daí o 0 a 0

As marcações se impuseram de forma impressionante. Daí o 0 a 0

Ivan Storti/Santos FC

A decisão para qual time chegará à final da Libertadores ficou para a próxima quarta-feira, na Vila Belmiro. 

Mas o que aconteceu hoje na Bombonera não será esquecido.

Mais um vexame para o futebol sul-americano...

A partida não teve muita emoção, por conta dos sistemas defensivos muito bem montados.

O Boca Juniors não se escancarou no ataque.

Sabia muito bem o poder dos contragolpes em velocidade do Santos.

A vitória por 4 a 1 diante do Grêmio, nas quartas, serviu como exemplo.

Soteldo e Marinho não tiveram espaço.

Muito pelo contrário, foram muito marcados.

Principalmente o alagoano, que sofreu muitas faltas.

Cuca é o responsável pela excelente campanha do Santos. Invicto fora da Vila Belmiro

Cuca é o responsável pela excelente campanha do Santos. Invicto fora da Vila Belmiro

Santos

E Cuca tinha certeza de que não poderia dar espaço para Tevez, atacante mais técnico, consciente do time argentino.

Os treinadores conseguiram impedir que os mais perigosos atletas ficassem à vontade.

As marcações se impuseram com muita firmeza.

Com exceção do pênalti, aos oito minutos do primeiro tempo, houve a oportunidade desperdiçada pelo Boca.

Tevez roubou a bola da zaga santista e serviu Villa.

O chute acertou o travessão de Junior.

No restante, os esquemas espelhados 4-5-1 foram os responsáveis pelo 0 a 0.

Não tanto quanto à arbitragem...

Atacante destrói Lamborghini de R$ 2,1 milhões em estrada inglesa

Últimas