Libertadores

Futebol Santos e Boca ficam no 0 a 0 no 1º jogo da semifinal da Libertadores

Santos e Boca ficam no 0 a 0 no 1º jogo da semifinal da Libertadores

Em duelo sem grandes emoções, times ficam iguais e decisão fica para a Vila Belmiro. Brasileiros reclamam de pênalti não marcado

  • Futebol | Do R7

Tevez, destaque do Boca, foi muito bem marcado por Lucas Veríssimo

Tevez, destaque do Boca, foi muito bem marcado por Lucas Veríssimo

Agustin Marcarian/EFE 06.01.21

Tudo igual no primeiro jogo da semifinal da Libertadores. Atuando na Bombonera, o Santos não se intimidou com o Boca Juniors e, sem passar grandes sustos, segurou um empate em 0 a 0, na noite desta quarta-feira (6). O duelo de volta, que definirá a vaga na decisão, acontece daqui uma semana, na Vila Belmiro.

COSME: Pênalti vergonhoso não marcado para o Santos. 0 a 0 com o Boca

Antes disso, o Peixe tem pela frente um clássico pelo Brasileirão. No domingo, o time encara o líder São Paulo, no Morumbi.

Apesar de não conseguir marcar gols, o time brasileiro encerrou o jogo reclamando bastante da arbitragem, por conta de um suposto pênalti em Marinho, aos 33 do segundo tempo.

Susto inicial
Ao contrário do jogo desta terça-feira, entre River e Palmeiras, o duelo desta quarta foi bem mais estudado, com os times atacando apenas na segurança. A primeira grande chance foi do Boca, aos 8. Tevez deu belo passe para Villa, que bateu cruzado. A bola explodiu no travessão. Algum tempo depois, o lance foi invalidado por impedimento.

Santos melhora
O Santos aos poucos foi se sentindo mais à vontade em campo, mas só conseguia criar algo perigoso em jogadas criadas por Soteldo e Marinho. Foi do camisa 11, aliás, a principal oportunidade da equipe no primeiro tempo. Ele arriscou de longe e Andrada fez a defesa.

Pressão? Que nada!
Logo aos 2 do segundo tempo, o Boca chegou bem, com Salvio. John fez boa defesa. E parecia que o lance inflamaria o time argentino, mas isso não aconteceu.

Aos 18 e 19, o Santos teve duas ótimas chances. Na primeira, Marinho pegou mal na bola e Andrada defendeu. Na outra, Kaio Jorge mandou para fora.

Aos 23, o Boca assustou em chute colocado de Tevez. A bola passou perto do gol.

Isso não é pênalti?
Dez minutos mais tarde, um lance bastante polêmico. Marinho dividiu a bola com o zagueiro e ficou pedindo pênalti. O árbitro decidiu mandar o jogo seguir.

Nos minutos seguintes, o jogo, que já não era dos melhores, ficou ainda mais parado, mantendo o placar em branco.

BOCA JUNIORS 0 X 0 SANTOS

Estádio: La Bombonera, Buenos Aires (ARG)
Data e horário: 6 de janeiro de 2021, às 19h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Claudio Urrutia (CHI) e Roberto Molina (CHI)
Árbitro de vídeo: Juan Benitez (PAR)
Cartões amarelos: Villa (Boca Juniors)
BOCA JUNIORS: Andrade; Jara, Lisandro López, Izquierdoz e Fabra; Diego González (Cardona, 17'/2T), Capaldo, Sálvio (Buffarini, 33'/2T) e VIlla; Soldano (Ábila, 32,/2T) e Tévez. Técnico: Miguel Angel Russo.
SANTOS: John; Pará, Lucas Veríssimo (Laércio, 37'/2T), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison e Diego Pituca; Marinho, Kaio Jorge (Madson, 33'/2T), Soteldo (Sandry, 10'/2T) e Lucas Braga. Técnico: Cuca.

Atacante destrói Lamborghini de R$ 2,1 milhões em estrada inglesa

Últimas