"Oito anos sem títulos é pesado. Um dia, a gente volta." Rogério Ceni

O maior ídolo da história do São Paulo desabafa pelo jejum. E se mostra cada vez mais propenso a voltar como técnico. Só espera Leco estar bem longe

Rogério Ceni está cada vez mais carinhoso em relação ao São Paulo. Espera Leco sair

Rogério Ceni está cada vez mais carinhoso em relação ao São Paulo. Espera Leco sair

São Paulo

São Paulo, Brasil

"São oito anos sem títulos, é verdade... 

"É um período de baixa.

São erros que acontecem, de planejamento.

"Você não executa da maneira que você pensa.

"Com todo o carinho que eu tenho pelo São Paulo, sempre quero ver o São Paulo numa situação ótima. Tenho certeza de que vai melhorar a cada vez mais. 

"Agora, ficar oito anos é muito pesado, para um time que tem a camisa que tem o São Paulo.

"Mas uma hora as coisas se ajeitam, as crises passam e o time vai ter essa tranquilidade para voltar a vencer.

"E um dia a gente volta, de um jeito ou de outro, nem que seja para aplaudir no estádio, assistindo aos jogos no Morumbi, trabalhando ou não.

"O São Paulo fez o que podia por mim e eu deixei o meu melhor no São Paulo. E essa relação de carinho vai perdurar para sempre."

As declarações são de Rogério Ceni.

Ele falou à TV Gazeta.

E é fácil perceber: cada vez mais, a revolta sobre sua demissão do São Paulo diminui.

Na medida que vai terminando o mandato do inseguro presidente Leco.

Rogério Ceni fez esta postagem, depois que Leco criticou seu trabalho

Rogério Ceni fez esta postagem, depois que Leco criticou seu trabalho

Reprodução/Twitter

Ceni já prometeu que jamais voltaria a trabalhar no São Paulo enquanto o atual presidente não estivesse bem longe do Morumbi.

Faltam quatro meses para isso acontecer.

Em dezembro haverá eleições presidenciais.

E tudo indica que, independente qual seja o vencedor, Julio Casares ou Roberto Natel, Ceni terá a chance de voltar ao clube.

Conselheiros que apoiam os dois candidatos repetem: o apoio de ambos a Fernando Diniz é formal, para não abalar o elenco, tão instável.

Os dois querem Ceni no comando da equipe.

Depois de ter sido usado como cabo eleitoral do inseguro Leco e despachado, depois da eleição, quando o time foi desmanchado por vendas que o dirigente garantiu que não aconteceriam, Ceni ficou traumatizado.

Casares, candidato à presidência, e Ceni. Relação sempre foi muito próxima

Casares, candidato à presidência, e Ceni. Relação sempre foi muito próxima

Reprodução/Instagram

E prometeu não mais apoiar candidato algum publicamente.

Rogério Ceni tem contrato com o Fortaleza até o final do ano.

Mas, fiel à sua postura, o treinador não sairá antes do Brasileiro acabar.

Ele vai ficar até fevereiro de 2021.

Fazendo de tudo para o clube cearense seguir na Série A.

Só aí estará disposto a analisar convite de quem quer que seja.

Não pretende 'abandonar' o Fortaleza no meio do campeonato.

Postura que tanto Casares e Natel admiram.

Por isso, Fernando Diniz pode ganhar uma curta sobrevida.

E em fevereiro, muita coisa mudar no Morumbi...

'Messi é lenda do Barça', diz biógrafo. Veja trajetória do craque