Cosme Rímoli Fracasso no Milan fez Lyon comprar Paquetá. Pela metade do preço

Fracasso no Milan fez Lyon comprar Paquetá. Pela metade do preço

Indicado por Juninho Pernambucano, o meia terá nova chance na Europa. Foi comprado pelo Lyon. Em um ano e meio, não fez um gol na Itália

  • Cosme Rímoli | Do R7

Paquetá foi o melhor meia do país em 2018. Fracassou no Milan. Oportunidade no Lyon

Paquetá foi o melhor meia do país em 2018. Fracassou no Milan. Oportunidade no Lyon

Flamengo

São Paulo, Brasil

Com a Seleção Brasileira já na Rússia, para disputar a Copa do Mundo de 2018, vazaram os nomes dos 12 jogadores que deveriam ficar de prontidão, caso houvesse a necessidade de uma convocação emergencial.

E entre eles, o de Lucas Paquetá.

Leia mais: Timão quer pagamento total. Não meia entrada para crianças e idosos

Ele era o mais jovem, com 20 anos.

O jogador era uma das grandes revelações do futebol deste país.

Meia, canhoto, talentoso, inteligente, vibrante, artilheiro.

Mostrava talento diferenciado.

Chegou à Gávea aos oito anos.

E foi várias vezes convocado para a Seleções Brasileiras de base.

O Flamengo tinha certeza que faria muito dinheiro com seu jovem jogador.

Grande destaque na conquista da Taça São Paulo, em 2016.

Campeão carioca em 2017.

Tite tinha certeza que Paquetá se firmaria na Seleção

Tite tinha certeza que Paquetá se firmaria na Seleção

Mowa Press

Em 2018, estava muito bem, no médio elenco que o Flamengo tinha.

Leia mais: Pesadelo no Timão. Ex-funcionário luta para travar os naming rights

Acabou escolhido como o melhor meia do Brasileiro.

Marcando dez gols.

O Milan ganhou a disputa de outros clubes europeus que sondavam Paquetá.

Pagou 35 milhões de euros, atuais R$ 227 milhões.

Foi a segunda venda mais alta da história do Flamengo.

Só perdeu para Vinicius Júnior ao Real Madrid.

45 milhões de euros, atuais R$ 293 milhões.

Só que a passagem pela Itália foi traumatizante.

Ele não se adaptou ao ritmo intenso, contato físico constante e sistemas defensivos muito fortes.

Não conseguiu render.

E virou um mero reserva de luxo.

Ele conseguiu entrar em 27 partidas oficiais, desde janeiro de 2019.

13 como titular e 14 entrando do banco.

Não conseguiu marcar um gol.

Deu uma única assistência.

Reserva, muitas vezes, reserva dos reservas.

Paquetá. Desilusão. Frustração. E boatos de depressão e ansiedade, pela reserva no Milan

Paquetá. Desilusão. Frustração. E boatos de depressão e ansiedade, pela reserva no Milan

Reprodução/Twitter

Paquetá teve de desmentir o boato de que estaria com depressão e ansiedade, por passar de ídolo a jogador desprezado.

O PSG já havia sondado o Milan sobre a possibilidade um empréstimo.

Indicação de Leonardo.

Mas, de acordo com a imprensa francesa, foi Juninho Pernambucano, executivo do futebol do Lyon quem insistiu com a contratação do brasileiro.

Viu na situação, uma 'ótima oportunidade' de negócio.

E conseguiu convencer os demais dirigentes.

O investimento foi de 18 milhões de euros, R$ 117 milhões, pouco mais do que a metade que o Milan pagou.

Mas o clube italiano queria negociar o atleta.

Ficou decepcionado com a falta de rendimento, a passividade do brasileiro.

Tanto que contratou Sandro Tonalli (Brescia) e Brahim Diáz (Real Madrid) para sua posição.

Juninho Pernambucano tem a certeza que recuperará Paquetá. Até para a Seleção

Juninho Pernambucano tem a certeza que recuperará Paquetá. Até para a Seleção

Mowa Press

O Flamengo recebe mais 800 mil euros, cerca de R$ 5,2 milhão, por ser clube formador.

Juninho Pernambucano promete ser o escudo que Lucas Paquetá não teve no Milan,

E recuperá-lo até para a Seleção.

A transação foi fechada hoje...

Uribe, Borja, Tanque... Veja gringos que decepcionaram no Brasil

Últimas