Cosme Rímoli Depois de Jorginho, outro baque no Fla. Três jogadores com coronavírus

Depois de Jorginho, outro baque no Fla. Três jogadores com coronavírus

Flamengo é o clube que mais pressiona pela volta do futebol, em plena pandemia. Já sofreu a morte de Jorginho, agora tem três jogadores infectados

  • Cosme Rímoli | Do R7

Para preocupação de  Jorge Jesus. Três jogadores com o coronavírus

Para preocupação de Jorge Jesus. Três jogadores com o coronavírus

Reprodução Twitter

São Paulo, Brasil

A prova real da necessidade de muito cuidado para a volta do futebol está na Gávea.

A diretoria do Flamengo, a que mais pressiona pelo retorno do esporte em meio à pandemia do coronavírus, teve há dois dias a morte do massagista, há quarenta anos cuidando do time principal, Jorginho.

E no final da noite de ontem, a confirmação da gravidade da situação no país.

Das 293 pessoas testadas pelo clube, 38 mostraram estarem infectadas pelo coronavírus.

25 familiares ou pessoas que trabalham em residências de funcionários e jogadores

Dois funcionários de empresas terceirizadas.

Seis funcionários do grupo de apoio.

E três jogadores!

O clube, por enquanto, vai tentar manter o nome do trio em sigilo.

Justo agora que a direção do clube tentava convencer o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel a flexibilizar o isolamento.

Com o sistema médico carioca apontando 98% dos leitos de UTI ocupados por infectados pelo coronavírus, os 38 casos no Flamengo e, principalmente, seus três jogadores são uma demonstração de que não é hora para liberar o futebol no país.

De acordo com o Flamengo, todos os 38 casos estão assintomáticos. Ou seja, já tiveram contato com o vírus e não demonstram sintomas.

O problema é que podem transmitir o coronavírus.

Daí, todas essas pessoas com resultado positivo entrarão em quarentena.

Jorginho morreu na segunda-feira

Jorginho morreu na segunda-feira

Flamengo

Especificamente os três jogadores.

O que é ruim, poderá ficar ainda mais.

Porque o clube não tem como prender seus jogadores em casa.

As medidas serão aferidas diariamente.

E também novos testes periodicamente.

O clube que ficou dividido em relação à volta do futebol, com a morte de Jorginho, agora sentiu um grande baque.

Como é que Rodolfo Landim pode insistir, apressar a volta do futebol por dinheiro, com 38 pessoas ligadas ao Flamengo, infectadas?

Inclusive três jogadores.

Situação extremamente simbólica.

O momento é de preservar vidas...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Juntos, maiores clubes brasileiros devem R$ 8 bi. Conheça 'campeões'

Últimas