Cosme Rímoli Apesar de Casares e Muricy, o ambiente está péssimo para Crespo. Argentino está cansado do desgaste

Apesar de Casares e Muricy, o ambiente está péssimo para Crespo. Argentino está cansado do desgaste

Como o blog publicou ainda no domingo, o presidente segurou e quer manter Crespo. Pelo menos até o final do ano. Para expor o argentino, pessoas influentes no Morumbi vazam sua multa e seu salário. O sonho é Ceni, em 2022

  • Cosme Rímoli | Do R7

Crespo detesta, mas seu salário e até sua multa rescisória, são vazados. Para desgastá-lo

Crespo detesta, mas seu salário e até sua multa rescisória, são vazados. Para desgastá-lo

Felipe Lucena/São Paulo

São Paulo, Brasil

Momentos de muita pressão no São Paulo.

Julio Casares tem de administrar muita insatisfação com o trabalho de Hernán Crespo.

Membros de sua diretoria e conselheiros não se conformam com o péssimo momento que o time vive no Brasileiro, na 13ª colocação. 

Mais ainda com o fraco desempenho da equipe.

O coordenador Muricy Ramalho tem aparecido como o principal defensor do treinador.

Como o blog antecipou ainda no domingo, Casares se manteve firme, mesmo depois do vexatório empate com a lanterna do Brasileiro, a Chapecoense. Deu a palavra ao treinador que teria o seu apoio enquanto fosse possível o segundo objetivo de 2021.

O primeiro foi cumprido. 

O final do jejum de nove anos sem títulos.

O segundo ainda é palpável: uma vaga para a Libertadores de 2022. Já que o Brasileiro há chance de classificar as nove primeiras equipes.

Por conta das decisões da Copa Sul-Americana e Libertadores envolvendo equipes nacionais. Além da vaga garantida da Copa do Brasil.

O São Paulo está a dois pontos do novo colocado do Brasileiro, hoje o Athletico.

Daí o escudo de Casares e Muricy proteger Hernán Crespo.

Mas o técnico tem inimigos. Conselheiros não param de espalhar que sua multa rescisória é baixa. O argentino detesta que detalhes envolvendo o dinheiro que recebe do São Paulo sejam divulgados pela imprensa.

A idolatria de Casares em relação a Ceni. Se ele não tivesse ido para o Flamengo, teria voltado

A idolatria de Casares em relação a Ceni. Se ele não tivesse ido para o Flamengo, teria voltado

Reprodução/Instagram

Sua multa de um milhão de dólares, R$ 5,3 milhões, em janeiro de 2021, já caiu em julho. Está em 750 mil dólares, cerca de R$ 4 milhões. 250 mil dólares, R$ 1,3 milhão, são descontados a cada seis meses. No final de dezembro ela estará em 500 mil dólares, cerca de R$ 2,6 milhões.

Crespo e sua comissão técnica, Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho) recebem R$ 1 milhão por mês.

O vazamento dos valores é uma estratégia para expor, desgastar ainda mais o argentino.

O nome de Rogério Ceni segue muito forte. Não para substituir Crespo agora. Mas quando o Brasileiro acabar. Conquiste ou não a vaga para a Libertadores, haverá uma séria avaliação, assim que o torneio se encerrar.

Como o blog informou, Rogério Ceni ficou muito chocado com sua demissão do Flamengo. E decidiu não trabalhar em outro clube em 2021. Quer iniciar o trabalho em 2022.

Ele já seria o treinador deste ano, se não houvesse caído na tentação e fosse trabalhar na Gávea. Era o maior desejo de Julio Casares.

Que pode se realizar, com um ano de atraso.

Crespo não quer nem pensar em demissão.

Mas está desgastado com tanta cobranças e críticas ao seu trabalho.

Ainda mais sabendo que pediu vários reforços que a diretoria não teve dinheiro para contratar.

Fora perder seu líder Daniel Alves.

O clima é péssimo no São Paulo.

E vai além da obrigação de vencer o Santos nesta quinta-feira...

Ibra completa 40 anos e compra Ferrari de R$ 2,8 mi de presente

Últimas