Cosme Rímoli 19 com covid. Fla não desiste. Tenta última manobra para adiar jogo

19 com covid. Fla não desiste. Tenta última manobra para adiar jogo

Clube carioca exige revisão do STJD. Tem três novos casos de covid. Mas Chance é quase nula. Tem 19 jogadores saudáveis. Lei exige só 13

  • Cosme Rímoli | Do R7

Flamengo inconformado por CBF e STJD não aceitarem adiar jogo. Dá última cartada

Flamengo inconformado por CBF e STJD não aceitarem adiar jogo. Dá última cartada

Flamengo

São Paulo, Brasil

A diretoria do Flamengo não se conforma.

O clube não aceitou a negativa do Palmeiras, da CBF, do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Leia mais: Palmeiras firme. Se Flamengo quer público, que jogue desfalcado

E entrou com revisão da negativa do adiamento do jogo de amanhã, contra o Palmeiras, em São Paulo, pelo Brasileiro.

O clube alega que existem mais três novos casos de covid entre seus jogadores. 

Noga, Pepe e Rodrigo Muniz são os três novos casos.

São 19 atletas impedidos de atuas infectados.

Além do técnico Domènec Torrent, também com coronavírus.

Mas a chance de revisão por parte do STJD é quase nula.

E o jogo deve acontecer.

A legislação do futebol brasileiro, imposta pela CBF, copiada da UEFA, prevê que, se o clube tiver 13 jogadores saudáveis, terá de entrar em campo.

O Flamengo ontem tinha 22 atletas que poderiam jogar.

Menos três, 19 jogadores.

Ou seja, a partida tem de acontecer.

O Flamengo foi o principal clube a forçar a volta do futebol no Brasil, no auge da pandemia.

Flamengo foi o clube a forçar a volta do futebol na pandemia. E agora força volta do público

Flamengo foi o clube a forçar a volta do futebol na pandemia. E agora força volta do público

Flamengo

Também está em uma guerra insana para a volta do público aos estádios.

Mesmo com mais de 140 mil brasileiros tendo perdido a vida por conta da pandemia.

E a direção do clube alegava um protocolo exemplar para seus atletas e membros da Comissão Técnica não pegarem a covid.

"São (mais) nove infectados, entre atletas, delegação e comissão. E outros podem aparecer. E aí, quem entra em campo? Quem vai ao estádio? Não vou revelar nomes para preservar as pessoas, mas estou peticionando no STJD pedindo reconsideração.

"O que eu digo e o seguinte: quem acompanha a equipe?

"É uma insanidade manter esse jogo.

"Não posso levar ninguém que esteve no Equador, é uma irresponsabilidade", alegou o advogado do Flamengo, Michel Assef.

Mas ele não cita que a legislação brasileira.

E que o Flamengo tem mais de 13 atletas saudáveis.

É quase impossível que o STJD reveja sua posição.

O jogo deve mesmo acontecer.

Apesar do surto de covid na Gávea.

A lei tem de ser para todos...

Uribe, Borja, Tanque... Veja gringos que decepcionaram no Brasil

Últimas