Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Pan - Conexão Chile
Publicidade

Brasil marca no final e vence os Estados Unidos na estreia do futebol no Pan

Buscando quebrar um jejum de 36 anos, seleção sub-23 tem início nervoso nos jogos de Santiago

Pan-Americanos|Do Live BR, de Santiago (Chile)


Miranda marca em estreia com vitória do Brasil
Miranda marca em estreia com vitória do Brasil

O Brasil venceu na noite desta segunda-feira (23), em Valparaíso, no Chile, a seleção dos Estados Unidos da América pelo placar de 1 a 0 no estádio Elias Figueroa. O confronto, válido pela primeira rodada do torneio masculino dos Jogos Pan-Americanos de Santiago, foi definido apenas na segunda etapa, com gol marcado pelo zagueiro Miranda (Vasco), aos 41 minutos.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Primeiro tempo arrastado

Aparentando sentir o peso da estreia (e da camisa), a seleção brasileira começou a partida visivelmente nervosa e, com uma desatenção na saída de bola, viu os EUA quase abrirem o marcador em chute de fora da área de Rodrigo Neri, aos 5 minutos. Aos poucos, a equipe de Ramon Menezes foi controlando a posse de bola, mas com muito pouca objetividade. 

Publicidade

O conjunto verde-amarelo apresentava uma variação tática interessante, mas com baixa aproximação entre seus jogadores. A primeira real oportunidade veio apenas aos 33 minutos, em belo chute de Igor Jesus, para defesa igualmente bela na ponte do goleiro dos EUA, Carrera. Com poucas ações ofensivas de ambos os lados e um número elevado de faltas (15 no total), o juiz venezuelano encerrou o primeiro tempo após três minutos de acréscimo.

Leia também

Imposição brasileira na segunda etapa

Sem alterações para a segunda etapa, mas com clara mudança de postura, o Brasil começou pressionando os EUA e com menos de cinco minutos já havia chutado mais ao gol que em toda a etapa inicial. Apesar da pressão brasileira, com uma defesa bem postada, os EUA conseguiam conter o ímpeto dos comandados de Ramon Menezes.

Frente a uma seleção americana que parecia se contentar com os contra-ataques, o Brasil seguiu buscando abrir o marcador ativamente e se expondo mais ao jogo, substituindo o volante Ronald para a entrada do atacante Kaio César. A alteração se mostrou vital para dar novo fôlego à seleção brasileira, que via suas tentativas à meta estadunidense frustradas nas luvas do goleiro Carrera.

Aos 31 minutos, entrava Miranda, zagueiro do Vasco, no lugar de Marquinhos e dez minutos depois, após belo cruzamento do capitão Guilherme Biro, com direito a desvio de Matheus Dias, enfim abria o marcador para o Brasil. A vitória, ainda que magra, trouxe alívio em Valparaíso. 

Próximos jogos

As seleções tornam a entrar em campo na quinta-feira (26). Os EUA encaram a seleção de Honduras, às 15h (de Brasília), já o Brasil enfrenta a Colômbia, às 20h (de Brasília), em Viña del Mar, no estádio Sausalito. As duas primeiras seleções de cada um dos dois grupos se classificam para as semifinais. 

FICHA TÉCNICA

Brasil 1 x 0 Estados Unidos

Local: Estadio Elías Figueroa Brander "Playa Ancha" (Valparaiso-RJ)

Data e horário: segunda-feira (23), às 18h

Árbitro: Jose Matos (VEN)

Auxiliares: Erizon Diaz e Antoni Brito (VEN)

Gol: Miranda 41'/2ºT (Brasil)

Cartões amarelos: Marquinhos (Brasil) / Norris, Freeman, Leyva, Cuevas (EUA)

BRASIL: Mycael; Arthur, Michel e Patryck; Matheus Dias, Ronald (Kaio César), Igor Jesus e Gabriel Pirani (Thauan Lara); Marquinhos (Miranda), Guilherme Biro (Gustavo Martins) e Matheus Nascimento. Técnico: Ramon Menezes.

EUA: Carrera; Norris, Williams, Freeman (Cuevas) e Norris; Leyva, Raines (Casas) e Panayotou; Ku-DiPietro (Ikoba), Hopkins (Covil) e Rodrigo Neri (Oregel). Técnico: Michael Olisama.

Quais modalidades do Pan-Americano dão vaga aos atletas para a Olimpíada de Paris?

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.